Triunvirato vai dirigir a CPLP

A partir de hoje a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) vai ser dirigida por um triunvirato. Assim, teremos no comando da “coisa” o Presidente da República de Angola (João Lourenço), o Presidente do MPLA (João Lourenço) e o Titular do Poder Executivo (João Lourenço)… Alguém na CPLP quer saber que no país que agora irá presidir à organização, 68% da população é afectada pela pobreza, que a taxa de mortalidade infantil é das mais alta do mundo? Não, ninguém quer saber. Alguém na CPLP quer saber que apenas…

Leia mais

Atirar a pedra e esconder a pata

Como o Folha 8 escreveu ontem, o MPLA (sob aforma de Editorial do seu bordel televisivo, TPA) acusou a comunicação social portuguesa de ser um veículo de transmissão de uma campanha de desestabilização e “ingerência abusiva” em assuntos de outros Estados. No caso não se referiam a um Estado mas a um reino há 45 anos nas mãos do MPLA – Angola. Por cá, no tal reino, o Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) mostra-se preocupado com o tratamento de questões políticas nos órgãos de comunicação social públicos e privados e…

Leia mais

Voluntários… devidamente obrigados

A ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina Alves, ressaltou hoje a importância do voluntariado no actual contexto da Covid-19 e situações de calamidade, para o reforço do espírito de solidariedade entre as pessoas. O que é feito da Bolsa de Solidariedade Social, uma das bandeiras do MPLA? Faustina Alves falava à imprensa, em Luanda, após a aprovação, na especialidade, por unanimidade, da Proposta de Lei do Voluntariado. O Diploma, aprovado pela 1ª, 2ª e 8ª Comissões de Trabalho da Assembleia Nacional, vai à votação final global…

Leia mais

Com lixo o MPLA tem mais encanto

A poluição na capital angolana está, cada vez mais, ao nível do seu patrono (o MPLA), agravando-se por causa da suspensão de contratos entre o governo da cidade e as operadoras de recolha de lixo, em Dezembro do ano passado. Agora, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, admite que existem riscos de cólera em Luanda. Já agora… O Governo do MPLA (o mesmo desde 1975) anunciou este sábado uma “operação de emergência” para limpar o lixo acumulado em Luanda, que arranca na segunda-feira, e que vai envolver empresas de limpeza…

Leia mais

Sai uma revisão à pressão e com muita espuma

Depois de um mês de silêncio sepulcral da parte do Senhor Presidente da República João Lourenço, eis que Sua Excelência tira uma carta da manga na abertura da segunda sessão ordinária do Conselho de Ministros, uma proposta de revisão pontual da Constituição. Por Carlos Pinho (*) Eu de facto vi-o numa reportagem do passado dia 2 de Março na TPA, a apresentar o seu discurso. Só que a minha esposa, incomodada com o tom monocórdico do discurso de Sua Excelência, intimou-me a mudar de canal, sob pena de adormecermos perante…

Leia mais

Cortina de fumo e siga a orgia

A proposta de revisão da Constituição, apresentada por João Lourenço, para além de ser uma forma de desviar a atenção de outros graves problemas (por exemplo do fracasso económico e social da governação do MPLA, bem como da emblemática luta contra a corrupção) é uma cortina de fumo para distrair os incautos internos e sossegar a comunidade internacional. Desta vez, outras se seguirão, João Lourenço ou disse ou mandou dizer que a proposta acautela as questões de nacionalizações e confiscos, categorias já previstas na lei, impondo como limites para a…

Leia mais

OGE dos (des)favorecidos

A Assembleia Nacional aprovou a Proposta de Lei do Orçamento Geral do Estado (OGE) 2021, com votos favorável do MPLA, partido maioritário, e da representação parlamentar da FNLA. Nada de novo. Paulo Pombolo, do MPLA, apontou o OGE como um instrumento indispensável para a governação, sem o qual não há materialização dos programas e projectos de desenvolvimento económico e social. Por aqui se vê o nível dos deputados do partido que governa p país há 45 anos. O documento foi aprovado com 141 votos a favor (pudera!) do MPLA e…

Leia mais

Pó-de-arroz

O Estado (ou seja, há 45 anos, o MPLA) assumiu recentemente a gestão de vários grupos de comunicação social privados, constituídos (como o próprio MPLA, como tudo em Angola) com fundos públicos, entre os quais o Media Nova S.A, que integra a TV Zimbo e a Rádio Mais. Pelas mesmas razões, foram criadas comissões de gestão na TV Palanca, Rádio Global e Agência de Produção de Programas de Áudio e Visual, detidas, até ao dia 28 de Agosto, pela empresa Interactive Empreendimentos Multimédia, Lda. De acordo com os manuais, a…

Leia mais

À caça de (turistas) chineses

O potencial turístico que Angola oferece foi apresentado em Pequim durante a abertura da Feira Internacional da cidade, pelo embaixador de Angola na China, João Salvador dos Santos Neto. O diplomata afirmou que Angola deseja fazer parte da rota internacional do turismo e que actualmente oferece várias oportunidades de investimento nesse sector. João Salvador Neto falou das praias atraentes, paisagens deslumbrantes, rios com cachoeiras espectaculares, bom clima, uma diversidade linguístico-cultural, referindo que “Angola está a efectuar reformas económicas que encorajam o investimento privado nas áreas que visam potenciar o turismo”.…

Leia mais

Vergonhoso e cobarde

O MPLA considerou hoje como “gratuitas e infundadas” as acusações de Abel Chivukuvuku sobre a “alegada interferência” do partido no Tribunal Constitucional (TC) para “inviabilizar a legalização” do projecto político PRA-JA Servir Angola. Nem outra coisa era de esperar de um partido que está no poder em Angola há 45 anos, cujo líder é também (embora não nominalmente eleito) Presidente da República e (consta) Titular do Poder Executivo. Por Orlando Castro (*) Segundo o secretário para a Informação do Bureau Político do MPLA, Albino Carlos, Angola é um Estado democrático…

Leia mais