Milhões com pouco,
poucos com milhões

O gestor António Costa e Silva, o angolano (nasceu em Nova Sintra – Catabola, Bié) que o primeiro-ministro português (António Costa) chamou para desenhar a estratégia económica de Portugal para a década, afirma que Angola caiu numa “armadilha” e, dos biliões das receitas petrolíferas “nada ficou para os angolanos”, 45 anos depois da independência. E quem governou nestes 45 anos? Apenas e só o MPLA. Para António Costa e Silva, a centralização do poder, a que a guerra obrigou, combinada com “um boom de receitas do petróleo” logo a seguir…

Leia mais

Fraco rei faz fraca a forte gente!

Tal como Folha 8 tem escrito (o que levou os cegos acólitos do Poder a catalogar-nos de marimbondos) o resultado das políticas de diversificação económica, supostamente sustentadas pela via reformista do Presidente João Lourenço, mais não são do que um vasto caderno de boas intenções. É assim há 45 anos para o Povo. “D esde que João Lourenço assumiu a presidência, o Governo tem feito esforços significativos para reformar a economia”, escreveram muitos analistas após a leitura desse manancial de boas intenções. Agora (três anos depois), quando analisam o país…

Leia mais

Discurso de “Maria Zungueira”

Angola celebra quarta-feira 45 anos de independência. Somos um país rico mas não somos um rico país. Somos um país de ricos com 20 milhões de pobres. Pedimos à “Maria Zungueira” que se imaginasse Presidente do MPLA, da República e Titular do Poder Executivo e fizesse um discurso alusivo a esta data. Ei-lo, com o devido (e respeitoso) tratamento jornalístico crítico. No seu discurso, “Maria Zungueira” disse que “hoje é dia de glória! Dia de alegria! Há 45 anos, a 11 de Novembro de 1975, o povo angolano libertou-se para…

Leia mais

45 anos de esclavagismo

Adalberto da Costa Júnior, líder da UNITA, maior partido da oposição que o MPLA (ainda) permite, disse hoje, em Luanda, que o presidente do MPLA, João Lourenço, partido no Governo há 45 anos, “tem medo do povo, que vai demonstrando saber ler e posicionar-se em defesa do seu interesse”. Finalmente… Adalberto da Costa Júnior discursava na abertura da II reunião ordinária da Comissão Política da UNITA, reunida para, nos próximos dois dias, analisar de forma minuciosa a situação do país e o programa anual do partido. No discurso, Adalberto da…

Leia mais