STANDARD BANK “ACONSELHA” O MPLA

O economista-chefe do Standard Bank, Fausio Mussá, defendeu hoje que a eliminação imediata dos subsídios aos combustíveis seria “imprudente”, pelo que Angola deve continuar este ano a usar excedentes fiscais para suportar a despesa. Também é, para além de “isento”, um bom conselho eleitoral. “Seria imprudente, na minha opinião, Angola eliminar rapidamente os subsídios aos combustíveis considerando a inflação elevada, o nível elevado do desemprego e as dificuldades que as empresas angolanas já enfrentam no seu dia-a-dia para operar”, defendeu Fausio Mussá, economista chefe da instituição financeira, durante uma apresentação…

Leia mais

De Deus (no céu) ao Soba (na terra)

O Presidente angolano, auscultado o Presidente do MPLA e o Titular do Poder Executivo, quer alterar a divisão política administrativa do país com enfoque nas províncias do Cuando Cubango, Lunda Norte, Malanje, Moxico e Uíge, tendo criado para o efeito uma (mais uma) comissão multissectorial que irá propor novos limites territoriais. Segundo o despacho presidencial assinado por João Lourenço, além desta atribuição, a comissão terá de inventariar os equipamentos administrativos, económicos e sociais relevantes e fazer o levantamento dos funcionários públicos e principais investimentos públicos em curso ou em preparação…

Leia mais

A primeira-dama

Demorou mas conseguimos chegar finalmente à conclusão de que o país tem uma pessoa que afinal pode “prometer fazer tudo o que lhe for possível” para resolver todas as carências de atenção que os angolanos pobres sofrem. Essa pessoa é a primeira-dama. Por Domingos Kambunji O país não necessita de ter um presidente para prometer resolver todos os atrasos no desenvolvimento civilizacional do país porque tem uma primeira-dama que “promete fazer tudo o que lhe for possível para”… O país não necessita de uma Ministra da Saúde para prometer porque…

Leia mais

Eureca! O Presidente teve uma… visão

João Lourenço, Presidente angolano e também Presidente do MPLA e Titular do Poder Executivo, considerou hoje que, perante o “mar de dificuldades” decorrentes do baixo preço do petróleo e da Covid-19, a “única saída” que resta a Angola é “produzir internamente tudo o que as potencialidades do país permitirem”. Demorou 45 anos a descobrir, pelo que é verosímel que demore mais 55 anos a concretizar-se. “Estimular a produção interna de bens e de serviços, contando com o investimento privado nacional e estrangeiros na agricultura, nas pescas, na indústria, no turismo,…

Leia mais

FMI aconselha: Cautela
e caldos de galo (negro)

O Fundo Monetário Internacional (FMI) assinalou hoje a necessidade de “muita cautela” na contratação de novas dívidas públicas, devido à tendência de aproximação dos 90% do Produto Interno Bruto (PIB) de Angola até ao final do ano. O Departamento de Informação (e Propaganda) do MPLA estará com vontade de perguntar ao FMI o que eles sabem para dar palpites ao “deus” do regime, João Lourenço… A posição foi avançada durante o encontro entre a missão do FMI – que se encontra em Luanda para a avaliação periódica do programa entre…

Leia mais

A voz da experiência

De acordo com a Angop, o ministro da Comunicação Social de Angola, João Melo, desencorajou, em Luanda, actos de extorsão praticados por “pseudo-jornalistas”, que se tornaram – disse – comuns na sociedade angolana. Tem razão. Como jornalista que foi, certamente que a sua própria experiência é fundamental para esta análise, para esta lição de “educação patriótica”. Por Orlando Castro “N ão devem ceder à chantagem e à extorsão de pseudo-jornalistas que existem na nossa sociedade. O nosso conselho é não ceder a chantagem, se não ficamos nas mãos dos jornalistas”,…

Leia mais

JLo à descoberta de um
“ninho de marimbondos”

No actual imbróglio que caracteriza as relações entre o actual presidente da República e o ex-presidente, não sabemos que tipo de conselheiros este último tem, mas, em todo o caso, vê-se a olho nu e entende-se sem ser preciso falar que esses pretensos sábios e doutores não são capazes de interpretar os anseios e aspirações do povo de Angola! Não acham que seria maior benefício para a salvaguarda da imagem do ex-líder e do próprio partido, se fosse dado um apoio ao actual presidente, fraquinho e manso, entremeado de conselhos…

Leia mais