Se a avó do hipopótamo tivesse rodas seria um helicóptero?

O analista da agência de rating Moody`s que segue Angola disse hoje que a previsão de crescimento foi revista em alta para 2,7%, marcando o fim da recessão dos últimos cinco anos. “Acabámos de rever a nossa previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de Angola para 2,7% este ano”, face aos 1,2% que a Moody`s previa em Setembro do ano passado, disse Aurelien Mali. Previsões para todos os gostos. “A recuperação está sustentada no facto de o preço do petróleo ter estado a subir desde o nível…

Leia mais

África é sinónimo de devedor

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) estimou hoje que o rácio da dívida face ao Produto Interno Bruto das nações africanas vai atingir os 75% este ano, argumentando que o financiamento deve ser direccionado para os projectos mais produtivos. “Uma das principais recomendações para a sustentabilidade da dívida é o fortalecimento da ligação entre o financiamento da dívida e o crescimento dos lucros, principalmente através da garantia de que a dívida é usada para financiar os projectos mais produtivos, aqueles que geram retorno suficiente para pagar a dívida no futuro”,…

Leia mais

China “ameaça” fechar a torneira

O Governo angolano estendeu a mão (e as riquezas qua ainda são nacionais) à China para pedir assistência técnica na elaboração de projectos sustentáveis e assim poder candidatar-se aos financiamentos, quer do Governo, quer dos potenciais investidores chineses interessados no desenvolvimento de Angola. A solicitação foi feita pela secretária de Estado para as Relações Exteriores angolana, Esmeralda Mendonça, na abertura do Fórum de Negócios Angola-China no domínio da Agricultura e Pescas, realizado por videoconferência. Esmeralda Mendonça frisou que as potencialidades industriais, agrícolas e tecnológicas fazem da China um dos maiores…

Leia mais

Dívida pública. 2017 – 58%, 2020 – 118%

A agência de notação financeira Standard & Poor’s (S&P) reviu em baixa a estimativa de crescimento económico para Angola, antecipando agora uma expansão de 0,3%, e antevê a dívida pública nos 112% do Produto Interno Bruto. Um terço de toda a receita fiscal serve para pagar apenas os juros da dívida pública. Não estará na altura de João Lourenço mandar o comandante da (sua) Polícia, Paulo de Almeida, disparar um míssil intercontinental contra estas aves agoirentas? “Estimamos que o PIB de Angola se tenha contraído 4% em 2020, reflectindo um…

Leia mais

Desde que o Governo faça o que não tem feito… governar

O analista da consultora NKC African Economics que segue a economia de Angola considera que uma queda dos preços do petróleo ou uma falha nas receitas não petrolíferas pode obrigar o país a reestruturar a dívida. Ou seja, é mais uma oportunidade para o Governo mostrar o que tem mostrado nos últimos 45 anos: Não sabe o que é governar. “Angola continua com risco elevado de ter uma dívida problemática, uma situação em que um país tem dificuldades em servir a dívida e necessita, ou está à beira de requerer,…

Leia mais

Cheira a estado de guerra

O director da consultora EXX Africa disse hoje à Lusa que as reformas em Angola poderão ser adiadas devido à crise económica e aos protestos violentos das últimas semanas, o que afecta as relações com o Fundo Monetário Internacional. Juntando a isso a pandemia de Covid-19, eis que o MPLA fica com luz verde para inventar a necessidade de declarar o estado de guerra. Vejamos o que diz o Artigo 58.º da Constituição de Angola (Limitação ou suspensão dos direitos, liberdades e garantias): 1. O exercício dos direitos, liberdades e…

Leia mais

De batota em batota

A agência de notação financeira Moody’s alerta que Angola e Moçambique estão entre os países da África subsaariana onde as empresas públicas mais podem desequilibrar as contas públicas devido ao reporte deficiente dos dados. Por outras palavras, Há quem esteja atento a algo que os angolanos conhecem há 45 anos – a batota do MPLA. “O nosso indicador composto sobre a transparência orçamental assinala que países como o Gabão, Angola, República do Congo e Moçambique estão particularmente em risco de reporte deficiente de dados, sugerindo que os desafios relativos ao…

Leia mais

O que seria de nós?

A consultora Fitch Solutions prevê que o Banco Nacional de Angola mantenha a taxa de juro de referência nos 15,5% até final do ano para controlar a inflação, que deverá ficar nos 21,9% este ano. Não é por falta de bons diagnósticos que o doente vai morrer e que já está em coma. O problema está nos “médicos” que ministram antibióticos ao José Maria quando o doente é a Maria José. “N ós antevemos que o Banco Nacional de Angola mantenha a taxa de juro de referência nos 15,5% até…

Leia mais

“Perdoai-lhes, irmãos. O
MPLA não sabe o que faz”

A agência de notação financeira Fitch Ratings diz que Angola deverá ter de pagar cerca de 5 mil milhões de dólares este ano em pagamentos de dívida pública, representando mais de 60% da receita do Governo. Deverá? Provavelmente o MPLA irá dizer que paga… se alguém emprestar dinheiro ou, em alternativa, não… pagará. “Estimamos que o Governo de Angola enfrente um custo de aproximadamente 5 mil milhões de dólares [4,4 mil milhões de euros], equivalente a 8% do Produto Interno Bruto (PIB), em amortizações de dívida externa, com o total…

Leia mais

Generais (não) sabem gerir (um país)

As exportações de petróleo de Angola caíram 48% em Maio face ao valor de Abril, para 225 mil milhões de kwanzas, de acordo com os dados do Ministério das Finanças citados pelas agências de notícias internacionais. A pandemia da Covid-19 “só” veio demonstrar que o rei vai nu e que os generais não estão propriamente vocacionados para gerir um país. O valor das exportações de petróleo passou de 432,5 mil milhões de kwanzas (644 milhões de euros), em Abril, para 225,3 mil milhões de kwanzas (338 milhões de euros) em…

Leia mais