GUERRA NA UCRÂNIA “CHEGA” A ÁFRICA

O conselheiro do Departamento Africano do Fundo Monetário Internacional (FMI), Alex Segura, disse hoje em declarações à Lusa que o impacto da guerra na Ucrânia é “muito negativo e muito grave em África”, devido às vulnerabilidades já existentes. No dia do lançamento do relatório sobre as Perspectivas, Alex Segura afirmou que “o impacto em África da guerra na Ucrânia é muito negativo, é muito grave, porque os países de baixo rendimento já tinham mecanismos mais limitados para lutar contra a pandemia de Covid-19, e tiveram um choque importante, com mecanismos…

Leia mais

NOVO PACOTE DO FMI É BOM (SEMPRE) PARA OS MESMOS

O delegado da AICEP Portugal Global em Luanda, Miguel Fontoura, disse hoje que o facto de Angola estar a negociar um segundo pacote de assistência financeira com o FMI é “um sinal de esperança” para as empresas portuguesas. Para além de ser uma garantia do fim dos subsídios aos combustíveis que, por razões eleitorais, o Governo/MPLA só anunciará depois da votação. “Angola negociou um pacto de ajuda financeira com o Fundo Monetário Internacional (FMI), que cumpriu à risca, completamente, de tal maneira que estão a pré-negociar um segundo pacote, e…

Leia mais

CABO VERDE ACEITA COLEIRA DO FMI

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, anunciou hoje, no parlamento, que o Fundo Monetário Internacional (FMI) vai apoiar Cabo Verde com um programa de reformas, no contexto da crise económica, prevendo “condições muito favoráveis de financiamento”. Ou seja, vão escolher a raposa para guardar o galinheiro. “Vamos fechar um bom programa, que vai permitir, em condições muito favoráveis de financiamento, assegurar e garantir as condições para fazermos face a este embate, a crises acumuladas e ao mesmo tempo proporcionar reformas que são necessárias para aumentar a resiliência do país”,…

Leia mais

O PERICLITANTE EQUILÍBRIO DO KWANZA

O governador do Banco Nacional de Angola, José Lima Massano, considera que a moeda nacional de Angola, o kwanza, está equilibrada, depois de ter perdido 80% face ao dólar e estar agora a recuperar o terreno. “Temos estado a assistir a um aumento na confiança na moeda, gerando consideráveis ganhos para o kwanza”, disse o governador do banco central em declarações à agência de informação financeira Bloomberg. O comentário de Lima Massano surge na sequência de uma valorização de 20% do valor da moeda angolana face ao dólar desde o…

Leia mais

NÃO ACORDEM OS CREDORES!

A consultora Oxford Economics Africa considerou hoje que Angola não deverá ver o seu ‘rating’ melhorar novamente este ano devido às grandes necessidades de financiamento e aos riscos que isso comporta. Também hoje se ficou a saber que a privatização da companhia aérea TAAG não deverá acontecer antes de 2023 ou 2024. “Mais melhorias no nível de crédito são improváveis este ano, dadas que as necessidades financeiras e os riscos desse financiamento continuam relativamente elevadas”, escrevem os analistas da Oxford Economics Africa num comentário à melhoria do ‘rating’ por parte…

Leia mais

FMI GARANTE QUE QUEM NÃO MORRER… VIVERÁ!

O director do departamento africano do Fundo Monetário Internacional (FMI), Abebe Aemro Selassie, disse hoje que a previsão de crescimento económico para Angola este ano foi revista em alta, de 2,4% para 3%, elogiando o governo pelas reformas. Com os mesmos dados, perto das eleições o crescimento “será” ainda maior. “Em Angola, prevemos um crescimento de 3% para este ano e cerca de 4% a médio prazo, mas mais do que o ponto de destino, o que estamos a ver é a tendência, o país está a sair de um…

Leia mais

FMI ACONSELHA PLANTAÇÃO DE COUVES COM A RAIZ PARA BAIXO

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considera que a diversificação da economia de Angola, ainda muito dependente das receitas do petróleo, é a principal prioridade e é determinante para garantir um crescimento económico sustentável e inclusivo. Consta que essa receita já tem 46 anos de existência, tantos quantos o MPLA está no Governo… “Implementar acções políticas para fomentar a diversificação económica é imperativo para alcançar um crescimento sustentável e inclusivo em Angola”, lê-se numa análise ao país, feita como informação de contexto no âmbito da última revisão do programa de ajustamento…

Leia mais

AS (BOAS) CONTAS QUE NUNCA ACERTAM

O Banco Mundial prevê que a economia de Angola cresça 3,1% este ano e que abrande ligeiramente para 2,8% em 2023, de acordo com as Perspectivas Económicas Globais, divulgadas em Washington. Segundo as novas estimativas, Angola deverá ter saído da recessão económica já no ano passado, registando um crescimento de 0,4%, que se segue a cinco anos consecutivos de quebra do Produto Interno Bruto (PIB), melhorando, ainda assim, a quebra de 5,4% em 2020, o pior ano desta série. O Banco Mundial não aborda especificamente as razões do crescimento de…

Leia mais

FOGUETES NO AR. VAMOS CRESCER… 0,1%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reviu em alta a previsão de crescimento de Angola, esperando um (estrondoso mas, como diria o presidente do MPLA, João Lourenço, relativo) crescimento de 0,1% este ano, e aprovou a última revisão do programa de financiamento. “O Conselho de Administração do FMI completou a sexta revisão do programa económico de Angola, apoiado por um Programa de Financiamento Ampliado, e concluiu as consultas ao abrigo do Artigo IV; a decisão da administração permite um desembolso imediato de cerca de 748 milhões de dólares [660 milhões de…

Leia mais

CHULAR O POVO E QUERER QUE ELE AGRADEÇA

O director do departamento africano do Fundo Monetário Internacional (FMI), Abebe Aemro Selassie,  disse hoje que é preciso “dar crédito a Angola” por ter continuado a implementar as reformas apesar das dificuldades, e acrescentou que brevemente os esforços darão frutos. Para os angolanos só é preciso continuar a fazer o que fazem há 46 anos… esperar. “Quando o programa de ajustamento financeiro começou, em 2018, ninguém antecipava a pandemia e as terríveis consequências que teria, mas em termos das reformas de que o país precisava, Angola merece muito crédito por…

Leia mais