Toca a procurar… ouro

O Governo angolano atribuiu quatro novas concessões para prospecção de ouro, envolvendo parcerias entre a empresa estatal Ferrangol e privados, numa área total superior a 5.000 quilómetros quadrados (km2) e um investimento de oito milhões de euros. Em causa estão quatro despachos assinados no final de Junho pelo ministro dos Recursos Minerais e Petróleos de Angola, Diamantino Pedro Azevedo, aprovando outros tantos contratos de investimento mineiro para a concessão de direitos de prospecção de ouro. É o caso da concessão situada nas localidades de Candavira e Samboto, no município de…

Leia mais

Angola é assim. Elefantes
a menos mas pobres a mais

A população de elefantes em Angola (já para não falar da população de pobres – 20 milhões), que recuperou após a guerra civil, está de novo em declínio e precisa de “protecção activa” (tal como os nossos pobres) contra a caça furtiva e perda de habitat, alerta um estudo hoje divulgado. Uma investigação realizada por ecologistas da “Elephants Without Borders” (EWB), organização de conservação da vida selvagem e dos recursos naturais com sede no Botswana, e pela Universidade de Massachusetts Amherst, conclui que o fim da guerra não é necessariamente…

Leia mais

Twapandula princesa

Uma das figuras mais marcantes do século XX, a princesa Diana morreu faz amanhã, quinta-feira, 20 anos, mas não sem antes devolver a realeza britânica ao mundo moderno, aproximando-a do povo e promovendo causas como a luta contra as minas terrestres. Angola está-lhe (e)ternamente grata. Grande parte da admiração que (quase) todos temos por ela resulta do forte empenho que dedicou à caridade e às causas humanitárias, em especial pelo grande envolvimento que demonstrou no combate ao HIV/SIDA e na Campanha Internacional pela Proibição de Minas Terrestres (ICBL, sigla em…

Leia mais

Ouro em bandeja de lata

O Ministério da Geologia e Minas de Angola outorgou hoje quatro contratos de comercialização de ouro a empresas privadas, com o objectivo de ter maior controlo na comercialização deste mineral quando é proveniente de produção artesanal. O ministro da Geologia e Minas de Angola, Francisco Queiroz, procedeu à entrega dos contratos às quatro empresas, que em parceria com a Agência do Ouro angolana vão fazer também exportação legal do ouro. Em declarações à imprensa, o governante disse que há no país exploração artesanal de ouro, que é depois comercializado ilegalmente…

Leia mais

Malandros (também)
falam de corrupção

Francisco Manuel de Queiróz, ministro da Geologia e Minas, diz que o combate à corrupção será uma das preocupações principais do próximo Presidente de Angola e lamenta que não se fale dos corruptores. Atestado de incapacidade a José Eduardo dos Santos? Insinuação sobre as ligações do Presidente à corrupção? Branqueamento da imagem do Malandro (João Lourenço)? A corrupção em Angola é um “fenómeno complexo” que será uma prioridade do próximo Presidente, afirmou hoje, o ministro da Geologia e Minas, Francisco Manuel de Queiróz, em Londres. Que ele, como todos no…

Leia mais

Twapandula princesa Diana

Os Estados Unidos da América vão doar quatro milhões de dólares para o programa de desminagem de Angola, mas o país precisa de 246 milhões de dólares para cumprir o objectivo de concluir a limpeza até 2025. Isto se, entretanto, o dinheiro não “explodir” noutras frentes mais do agrado do regime de sua majestade o rei José Eduardo dos Santos. O anúncio da disponibilização desta verba pelo Departamento do Estado, a aplicar este ano, foi feito hoje no Huambo por Constance Arvis, ministra conselheira da embaixada norte-americana em Luanda, no…

Leia mais

Apoio à desminagem cai 80%

O apoio financeiro internacional às operações de desminagem em Angola e Moçambique diminuiu 80 e 70%, respectivamente, refere o Relatório Minas Antipessoais 2016, hoje divulgado. Quando comparado com 2014, o apoio que os doadores internacionais canalizaram para a região da África subsariana em 2015 diminuiu mais de 40%, contabiliza o relatório da Campanha Internacional para Eliminar as Minas Terrestres (ICBL, na sigla em inglês). Se se olhar para os resultados de cada país da região, essa diminuição é mais visível em dois Estados de língua portuguesa: Angola (-80%) e Moçambique…

Leia mais

Ora então… o Sudão do Sul

Angola vai partilhar experiências com o Sudão do Sul nos sectores da indústria mineira e do petróleo, foi hoje divulgado, no âmbito da visita oficial que o ministro das Minas daquele país inicia na segunda-feira a Angola. Venha a nós o vosso reino, pensa o regime de Luanda. De acordo com fonte do executivo angolano, a visita do ministro Gabriel Thokuj Deng prolonga-se por quatro dias e visa “trocar experiências” no sector da geologia e minas, do plano em curso de levantamento das potencialidades mineiras angolanas (Planageo) e legislação do…

Leia mais

Só o Povo é vítima das minas

O governo de sua majestade o rei de Angola pretende realizar uma conferência de doadores para o sector da desminagem, quando se prepara para pedir mais oito anos de extensão do prazo para cumprir o artigo 5.º da Convenção de Otawa, ou seja a declaração de país livre de minas. O anúncio foi hoje feito no decorrer de uma reunião organizada pela Comissão Nacional Intersectorial de Desminagem e Assistência Humanitária (CNIDAH), com parceiros, para informar as acções desenvolvidas nos últimos três anos, desde que foi dada a Angola uma moratória…

Leia mais

As minas ainda andam por cá

Angola é um dos 11 países que ainda têm mais de 100 quilómetros quadrados de áreas com minas terrestres, segundo indica um relatório da International Campaign to Ban Landmines (ICBL), hoje divulgado. N o documento, relativo ao período entre Outubro de 2014 e Outubro de 2015, nenhum outro país lusófono surge na lista, que se divide em cinco partes – mais de 100 quilómetros quadrados, entre 20 e 99, entre cinco e 19, menos de cinco e sem estimativa. Além de Angola, entre os países e territórios com mais de…

Leia mais