Marimbondos, caranguejos e outros (todos do MPLA)

O antigo ministro das Finanças, Archer Mangueira, e o vice-ministro do Comércio, Manuel da Cruz Neto, de Angola receberam subornos para permitir a construção de um mercado de abastecimento em Luanda, segundo a Justiça espanhola, noticia hoje o jornal El Mundo. De acordo com o jornal, que dedica uma página da sua edição impressa ao assunto, com o título “Uma folha encontrada em Lisboa em 2014 é prova-chave de subornos a Angola”, a Justiça espanhola concluiu que o antigo vice-ministro do Comércio Manuel da Cruz Neto, o então director nacional…

Leia mais

Decreto da ignorância legal

Um decreto ministerial, com o risco de ser considerado apócrifo, pela Lei 15/03 de 22 de Julho, entrou em vigor, para sacar dinheiro, sem justa causa, ao cidadão pobre, maioritariamente desempregado, pelas más políticas do Estado, com a cumplicidade dos deputados, Titular do Poder Executivo e do Instituto Nacional do Consumidor. O n.º 2 do art.º 2.º, da lei acima diz: “A incumbência geral do Estado na protecção dos consumidores pressupõe a intervenção legislativa e regulamentar adequada em todos os domínios envolvidos”. Infelizmente este decreto desconhece a lei, caso contrário…

Leia mais

“Compromíssio” salvará a “sexta básica” do ensino?

O Presidente da República, João Lourenço, manifestou hoje, em Luanda, o desejo de ver (não será “haver”?), nos próximos tempos, melhoria na qualidade de ensino, com realce para o da Língua Portuguesa, por entender que é o veículo, enquanto língua oficial, para a transmissão e absorção do conhecimento de outras disciplinas ou ramos da ciência. Será, presume-se, um “compromíssio” para levar a sério. Numa intervenção durante o acto de tomada de posse dos novos ministros da Educação, Administração Pública, Trabalho e Segurança Social e do Comércio, o também Titular do…

Leia mais

Para animar o Povo a receita é, é… exonerar!

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, exonerou hoje a ministra da Educação, Ana Paula Elias e o ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Jesus Faria Maiato, segundo uma nota da Casa Civil. A fotogénica mas “vazia” Ana Paula Tuavanje Elias tinha sido nomeada em Outubro de 2019 e será substituída por Luísa Maria Alves Grilo. Jesus Faria Maiato tinha sido nomeado em Outubro de 2017, em substituição de António Rodrigues Afonso Paulo, que não compareceu à cerimónia de tomada de posse. Para o seu lugar, João…

Leia mais

Se “haver” necessidade,
venha o “compromissio”

A ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina Alves, apelou, em Luanda, aos jornalistas angolanos para trabalharem como agentes voluntários junto das comunidades, para extraírem informações concretas que ajudem o Executivo a traçar projectos que vão ao encontro das necessidades da população, em especial as mais vulneráveis. Se, citando o Presidente do MPLA (João Lourenço), “haver” necessidade, alguns jornalistas poderão também ensinar os membros do governo, bem como outros altos dignitários do poder do MPLA, a escrever (e a falar) português. Poderão também, citando agora a ministra…

Leia mais

JLo acredita que exonerar
é conduto para os pobres!

O Presidente da República, João Lourenço, continua a disparar em todas as direcções para ver se, com muita sorte, consegue acertar em alguma coisa. Agora, para diversificar a economia de Angola (tal como o MPLA promete há 44 anos) exonerou Manuel Neto da Costa, Sérgio de Sousa Mendes dos Santos e Virgílio da Ressurreição Adriano Tyova dos cargos de ministro da Economia e Planeamento, secretário de Estado para a Economia e de governador da província do Cunene. Reagindo a esta estratégia, o economista angolano Precioso Domingos considerou a nomeação de…

Leia mais

O exonerador (im)placável está de regresso e em força

Como já se tornou rotina, a par das viagens e dos pedidos de fiado, o Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, usando da faculdade que Lhe é conferida pelas disposições combinadas (isto é pedagogia governamental) da alínea d) do artigo 119 e do número 3 do artigo 125, ambos da Constituição da República de Angola, e por conveniência de serviço, tomou a decisão de – seguindo a sua imagem de marca – exonerar uma batelada de entidades. – AUGUSTO ARCHER DE SOUSA MANGUEIRA, do cargo de Ministro das Finanças;…

Leia mais

Bajular significa alcançar (desde que se seja do MPLA)

A Sonangol, ou seja o Governo, ou seja o regime, ou seja o MPLA, recuperou o controlo do Banco Económico, o antigo Banco Espírito Santo Angola (BESA), e o novo Conselho de Administração vai ser liderado pelo antigo ministro (só podia) da Economia e Planeamento, Pedro Luís da Fonseca. Segundo um comunicado do Banco Económico, a alteração dos órgãos sociais, que decorre da nova estrutura accionista, na qual a Sonangol passa a deter a participação maioritária, foi decidida em Assembleia Geral realizada na qual foram igualmente aprovadas as contas de…

Leia mais

Governo aposta em salvar espécies raras (estradas!)

O Governo angolano aprovou um orçamento preliminar de cerca de 175 milhões de dólares para o Plano Nacional de Salvação de Estradas (PNSE), projecto que visa recuperar cerca de 370 quilómetros de estradas do país, disse hoje fonte oficial. Não é bem um “Plano Nacional de Salvação” de gente que está a morrer de fome… mas poderia ser! Segundo o ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida, um concurso público a que concorreram para a empreitada 414 empresas e para fiscalização 57, “cujos resultados foram já apurados”,…

Leia mais

Ministros incompetentes, “justifica” João Lourenço

O Presidente do MPLA, da República e Titular do Poder Executivo justifica as mudanças de ministros para resolver problemas do povo. Por outras palavras, João Lourenço reconhece que os ministros substituídos foram incompetentes e, mais do que isso, levanta a questão: Se não resolveram os problemas do povo, resolveram os problemas de quem? Estávamos em Fevereiro de 2018. O então líder do MPLA, José Eduardo dos Santos, queria ver corrigido o favorecimento da escolha de quadros do partido e a necessidade de posterior colocação, quando não são reconduzidos, que recordou…

Leia mais