MANGAIS DE OURO PARA O MPLA

Angola (mais exactamente o MPLA) plantou este ano um milhão de mangues, no quadro de uma campanha de reflorestamento das zonas de mangais em toda a orla costeira do país, divulgou hoje o Governo. E, louvado seja Deus!, já aprendemos a plantar com as raízes para baixo… De acordo com um comunicado de imprensa da vice-presidência de Angola, foram plantados cerca de 50.000 mangues, na comunidade do Quilómetro 26, comuna do Ramiro, tendo assim o país atingido a meta de plantação um milhão de mangues. O desafio para a plantação…

Leia mais

TRIBUNAL “MANDOU” BORNITO DE SOUSA IR DAR UMA VOLTA

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto (Portugal) recusou levar a julgamento o líder da Frente Cívica, Paulo de Morais, por alegada difamação ao vice-presidente angolano, Bornito de Sousa, e à filha, no âmbito do processo “Vestidos de noiva” O processo visando Paulo de Morais tem por base considerações públicas que o dirigente da Frente Cívica produziu sobre a compra de um vestido de noiva e outros artigos para o casamento da filha do actual vice-presidente angolano, em 2014, e que terão custado mais de 200 mil dólares, o…

Leia mais

QUANDO A MINHOCA JULGA QUE É JIBÓIA

O advogado do vice-presidente de Angola, Bornito de Sousa, e da sua filha, Naulila, pediu hoje ao Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto que mande julgar o líder da Frente Cívica portuguesa, Paulo de Morais, por difamação agravada. A pretensão do causídico Paulo de Moura Marques foi manifestada durante o debate instrutório do caso “Vestidos de noiva”, após Paulo de Morais requerer ao TIC que avaliasse acusações particulares de Bornito de Sousa e da filha, secundadas pelo Ministério Público, quer em fase de inquérito criminal quer agora em instrução.…

Leia mais

“PUXÃO DE ORELHAS” DE JOÃO LOURENÇO

O vice-presidente de Angola, Bornito de Sousa, está a tentar calar as vozes críticas aos gastos milionários com o casamento da filha. Paralelamente a uma acção por difamação contra Paulo Morais, que questionou o valor gasto em vestidos quando o país tem mais de 20 milhões de pobres, virou-se agora contra o jornalista britânico Oliver Bullough por alegada difamação, na qual exige uma indemnização superior a 500 mil euros. O Folha 8 apurou que o Presidente João Lourenço “puxou as orelhas” a Bornito, instruindo-o para acabar com este assunto e…

Leia mais

(Tra)vestido de virgem ofendida

O vice-presidente de Angola, Bornito de Sousa, está a tentar calar em Portugal vozes críticas aos gastos milionários no casamento da filha. O governante intentou uma acção por difamação contra Paulo Morais, activista da Frente Cívica, que questionou o valor gasto em vestidos quando a miséria e a pobreza (mais de 20 milhões de pobres) são ainda uma realidade demasiado presente em Angola. Por Orlando Castro Em causa, diz o vice-presidente de João Lourenço, está ainda o facto de Paulo Morais ter comparado Naulila Bornito a Isabel dos Santos, afirmando…

Leia mais

A frustração da primavera Lourencista

Quando, em 2017, João Lourenço tomou posse como Presidente de Angola, gerou-se uma enorme expectativa. Com o fim do consulado de Eduardo dos Santos, vinha uma nova equipa que prometia progresso, combate à corrupção endémica, desenvolvimento, maior qualidade de vida. Por Paulo de Morais (*) É certo que Lourenço e o seu vice-presidente, Bornito de Sousa, pertenciam à nomenclatura que, com Dos Santos, tinha governado o país de forma corrupta e tinha afastado os angolanos dos caminhos do desenvolvimento. Mas, mais do que expectativa, foi a esperança que se instalou.…

Leia mais

As duas faces de Bornito

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, exortou hoje os angolanos a resistirem ao imediatismo e pediu coragem para que os seus objectivos e sonhos sejam realizados. Está explicado. 45 anos de MPLA no Poder é sinónimo de “imediatismo”. Quanto ao resto, “coragem” deve significar – no caso de Cabinda – adoptar a máxima do MPLA: a luta continua e a vitória é certa. “Uma das grandes lições a retirar do processo que conduziu o país à Paz, no dia 4 de Abril de 2002, é de que não se…

Leia mais

Paulo de Morais mantém tudo o que afirmou

Paulo de Morais foi hoje ouvido, no Porto (Portugal), pelo Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) na sequência da acusação de difamação que lhe foi movida pelo actual vice-presidente de Angola, Bornito de Sousa. Em causa, estão declarações do activista português na sua página pessoal do Facebook e em declarações a uma televisão sobre o casamento da filha de Bornito de Sousa e sobre o valor da respectiva indumentária. Lembrando que Naulila Diogo gastou, nos vestidos do seu casamento, 200 mil dólares, Paulo de Morais afirmou que esta prática…

Leia mais

Vestido bo(r)nito e milionário num país de famintos

A DW escreve hoje que “o vice-Presidente de Angola, Bornito de Sousa, e a filha, Naulila Diogo Graça, pretendem processar o activista português anti-corrupção Paulo de Morais por difamação. Em causa estão vestidos de noiva de alta gama”. Por Orlando Castro A questão não é nova. Pelo contrário. O anúncio do processo já fora divulgado em Março deste ano. Volta agora à ribalta porque é necessário desviar a atenção do que se passa na Angola real, criando uma cortina de fumo que quer pôr o povo a falar do vestido…

Leia mais

O chora chora

Um órgão da comunicação online informou que o vice-presidente Bornito de Sousa vai mover acções judiciais contra pessoas que o acusaram de ter participado nos acontecimentos do 27 de Maio. Tudo indica que Bornito de Sousa é muito sensível e necessita dos tribunais para repor a verdade, se for verdade que não cooperou nesse Crime contra a Humanidade praticado por militantes do MPLA, que o MPLA, dono de todos os poderes, decidiu amnistiar, contrariando os mais elementares princípios da justiça e da ética. Por Domingos Kambunji Se Bornito de Sousa…

Leia mais