A mina das terras raras

A Pensana Rare Earths Plc, que detém a concessão do projecto de terras raras de Longonjo, na província do Huambo, anunciou que está em negociações com uma empresa chinesa para a construção da mina. Num comunicado enviado à Bolsa de Valores da Austrália, a Pensana anunciou que a empresa estatal chinesa China Great Wall Industry Corp poderá ser nomeada como empreiteira dos trabalhos de engenharia, contratação e construção do projecto em Angola. A China Great Wall prometeu ainda ajudar a Pensana a obter financiamento junto de bancos comerciais chineses, recorrendo…

Leia mais

Milhões para (dizem os mesmos de sempre) os jovens

As Nações Unidas vão contemplar Angola com 58 milhões de euros destinados aos jovens até 2022, anunciou hoje o coordenador residente da ONU no país, que destacou a importância da Política Nacional da Juventude do Governo angolano. Já estamos a ver o filme. “É um plano muito importante onde as agências das Nações Unidas participaram activamente tendo em conta que 65% da população angolana tem menos de 65 anos”, salientou Paolo Balladelli, após a apresentação pública da Política Nacional da Juventude (PNJ), hoje em Luanda. O plano “cruza-se” com o…

Leia mais

Em dois anos Angola regrediu (mesmo) muito

O país não consegue avançar. Infelizmente. É como se a boçalidade politiqueira tivesse estatuto. Será que tem mesmo? As correntes da ditadura implantadas em 1975, pelo MPLA e Agostinho Neto deixaram resquícios sólidos e continuam a fazer morada em todas as instituições que de independentes (figurativamente na Constituição), têm apenas a dependência ao “modus operandi” ideológico. Por William Tonet Custa a acreditar, mas já ninguém pode fugir à realidade, tão pouco da besta discriminação, não se coibir de, mesmo em prejuízo do país, carente de quadros com mais-valias, excluir toda…

Leia mais

“Gado” e explosão social

Em determinadas fases da vida de uma sanzala, bwala, região ou país, as dificuldades levam os seus líderes a recorrer à sapiência dos adágios e provérbios, para contornarem as intempéries e não apontarem culpas da fraca produção e fome ao passado. “Proteger limpa a água do rio é sinal de preservação da vida”, provérbio indígena, angolano, que atesta a responsabilidade do Mwene (soba-chefe tradicional; chefe da comunidade), na protecção da comunidade, animais e florestas. Por William Tonet Nas quezílias que Angola está a viver, principalmente entre o antigo e o…

Leia mais

Não se exija que o Estado seja o que não é – sério!

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, apela (tal como fizera antes José Eduardo dos Santos) a um maior envolvimento dos privados para resolver os problemas da habitação e pede aos angolanos que não contem só com o Estado, defendendo a aposta na autoconstrução. Com o Estado, entenda-se, só podem contar os mais distintos filiados do MPLA. O Presidente passou dois dias no Bié, esteve com representantes da sociedade civil e dos jovens para ouvir as suas principais preocupações, sendo a habitação um dos problemas que surgiu mais destacado.…

Leia mais

O que (não) mudou em dois anos (segundo o rei… João)

O Presidente da República angolana, João Lourenço, reconheceu hoje, no seu discurso sobre o Estado da Nação, que, apesar do seu empenho, nos dois anos iniciais do seu mandato, ainda há muito para fazer para satisfazer as necessidades da população. Quem diria? Também é o caso do partido de que é Presidente, o MPLA. “Apesar do seu empenho” nos 44 anos de Poder absoluto, “ainda há muito para fazer para satisfazer as necessidades da população”. Dirigindo-se aos deputados da Assembleia Nacional e ao povo angolano, na abertura do ano parlamentar,…

Leia mais

Quem nasce e cresce torto alguma vez se endireitará?

O Banco Nacional de Angola (BNA) anunciou hoje a criação de um Laboratório de Inovação do Sistema de Pagamentos de Angola que deve integrar jovens com propostas inovadoras para o sistema financeiro do país. Aplauda-se. Só falta uma iniciativa similar para ensinar os governantes a… governar. O anúncio foi feito aos jornalistas por Pedro Castro e Silva, administrador do BNA, à margem de uma conferência sobre Inclusão Financeira, referindo que o laboratório foi aprovado, no princípio de 2019, pela administração do banco central. “É a forma que o BNA quer…

Leia mais

Conseguem os homens do MPLA mudar as verdades?

Mudam-se os tempos… mudam-se as vontades e os interesses. E se calhar até as verdades. O apoio de Marcolino Moco a João Lourenço e as louvaminhas a José Eduardo dos Santos foram, para muitos, um mortífero murro no estômago. Isso mesmo escrevemos aqui no dia 10 de Agosto de 2017. No dia seguinte, publicámos a reacção de Marcolino Moco, que agora reproduzimos, deixando aos leitores a oportunidade de a analisarem. Já lã vão quase dois anos. «N uma dessas manhãs, concentrado sobre as teclas do meu lap top, para escrever…

Leia mais

Se o “PAPE” JLo falou…

O secretário de Estado do Trabalho e Segurança Social angolano afirmou hoje que a taxa de emprego em Angola atingiu, em 2018, cerca de 60% da população activa, admitindo, porém, que a maioria está na economia informal. Como membro do Governo, crê-se que Manuela Moreia proporá a João Lourenço cumprir a promessa da criação do 500 mil novos empregos alargando o sector da economia… informal. Manuel Moreira, que falava na apresentação do Plano de Acção para a Promoção da Empregabilidade (PAPE) ao Governo Provincial de Luanda (GPL) e administradores municipais,…

Leia mais

Presidente “decreta”: Toca
a trabalhar, malandros!

O Presidente de Angola, João Lourenço, saudou hoje os trabalhadores angolanos, a quem “cabe a ingente tarefa de superar as dificuldades” provocadas por “muitos anos de destruição de infra-estruturas económicas” e desenvolver o potencial produtivo do país. Consta que o Presidente do MPLA e o Titular do Poder Executivo disseram a mesma coisa. Num comunicado divulgado pela Casa Civil do Presidente da República, alusivo ao Dia Internacional dos Trabalhadores, que hoje se celebra, João Lourenço ressalva que os angolanos são chamados “para dar satisfação aos grandes desafios” do país. Entre…

Leia mais