ONU vai financiar os ricos dos países pobres

O Programa Alimentar Mundial (PAM) vai treinar agentes comunitários de saúde angolanos em matéria de desnutrição (fome), para o rastreio de cerca de 1,1 milhões de crianças em 2021, anunciou a Organização das Nações Unidas (ONU), assumindo que vai, assim, fazer o que deveria ser feito pelo Governo. De acordo com um comunicado, o PAM e o Governo de Angola (há 45 anos é do MPLA) lançaram um projecto nutricional para apoiar as autoridades da província de Luanda, capital angolana, no tratamento e prevenção da desnutrição aguda em crianças. O…

Leia mais

Mandado de captura contra Simões Pereira

A Procuradoria-Geral da República da Guiné-Bissau anunciou hoje, em comunicado, que emitiu um mandado de captura internacional contra Domingos Simões Pereira, líder do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC). “O Ministério Público informa que já lançou um mandado de captura internacional contra o cidadão Domingos Simões Pereira, no âmbito de um processo-crime que segue os trâmites legais nesta instituição judiciária detentora da acção penal”, lê-se no comunicado. Domingos Simões Pereira está há vários meses em Portugal, tendo viajado recentemente para participar na cerimónia de tomada…

Leia mais

Direitos Humanos hoje e sempre

A Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), que delineia os direitos humanos básicos, foi adoptada pela Organização das Nações Unidas em 10 de Dezembro de 1948. Foi esboçada principalmente pelo canadiano John Peters Humphrey, contando também, com a ajuda de várias pessoas de todo o mundo. Abalados pela barbárie da Segunda Guerra Mundial, e com o intuito de construir um mundo sob novos alicerces ideológicos, os dirigentes das nações que emergiram como potências no período pós-guerra, liderados pelos EUA e União Soviética, estabeleceram, na Conferência de Yalta, na Rússia, em…

Leia mais

Todos os dias são de… corrupção

Hoje, quarta-feira, 9 de Dezembro, é o Dia Internacional contra a Corrupção. Em mensagem sobre a data, o secretário-geral da ONU, António Guterres, lembra que, nos últimos anos, “a raiva e a frustração explodiram contra líderes e governos corruptos.” Estará, eventualmente, a incluir nesses líderes os que o apoiaram na candidatura ao cargo que ocupa? Em alguns países, as pessoas têm exigido justiça social e responsabilização. Segundo o chefe da ONU, “no meio dessas profundas preocupações, a crise da Covid-19 cria oportunidades adicionais para a corrupção.” E quando não é…

Leia mais

O exemplo de Kanda

«É com grande alegria que tomei o conhecimento que o Leigo (ex-Seminarista da Igreja Católica Romana, Congregação dos Padres Pobres Servos da Divina Providência), João Kanda Bernardo na sua qualidade de Embaixador da Paz junto da Comunidade Internacional, foi reconhecido pela MIPAD como um dos 100 africanos mais influentes do mundo com menos de 40 anos de idade, em apoio a Resolução 68/237 da Assembleia Geral das Nações Unidas», escreveu Dom Eugénio Cardeal Dal Corso, na Nota de Felicitações. Recorde-se, como o Folha 8 noticiou em primeira-mão, que João Kanda…

Leia mais

FLEC decreta cessar-fogo

A Frente de Libertação do Estado de Cabinda – Forças Armadas de Cabinda (FLEC-FAC) decretou “um cessar-fogo em todo o território” do enclave no norte de Angola, respondendo “positivamente” a um apelo do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, neste sentido. A direcção política do movimento independentista de Cabinda anuncia num comunicado datado de hoje que “acolheu positivamente o apelo de um cessar-fogo mundial, lançado em 2 de Outubro de 2020 pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, a fim de permitir um combate eficaz contra um inimigo mundial comum, a…

Leia mais

Kanda Bernardo vence
prémio MIPAD da ONU

João Kanda Bernardo, braço direito do Adalberto da Costa Júnior, Presidente da UNITA, na diáspora ganha o Prémio MIPAD da ONU e entra na lista de 100 africanos mais influentes e respeitados do mundo com menos de 40 anos de idade. Adjany Costa e Cecília Silva Bernardo foram também premiados. Trata-se do jovem diplomata João Kanda Bernardo que ganhou o Prémio MIPAD das Nações Unidas (prémio para “os maiores influenciadores afrodescendentes”) e agora faz parte da lista de 100 afrodescendentes mais influentes e respeitados do mundo com menos de 40…

Leia mais

No caso de Cabinda, ONU é (claro) uma filial do MPLA

O movimento independentista Frente de Libertação do Estado de Cabinda – Forças Armadas de Cabinda (FLEC-FAC), que reivindica a independência daquela enclave anexado por Angola em 1975, propôs às Nações Unidas a realização de uma cimeira para relançar o processo de paz. “P or ocasião da 75.ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, que celebra este ano o seu 75.º aniversário, a direcção político-militar da FLEC-FAC aproveita a oportunidade para relançar o processo de paz em Cabinda” e “encoraja” o secretário-geral da ONU, António Guterres, a “incentivar o diálogo…

Leia mais

Burro às riscas é zebra?

O chefe do PAM – Programa Alimentar Mundial da ONU, David Beasley, alertou que milhões de pessoas podem ser atingidas pela fome devido à combinação entre conflitos armados, alterações climáticas e a pandemia de Covid-19. Esqueceu-se, convenientemente, de falar da criminosa governação de muitos dos países onde a crise é fantasmagórica. David Beasley recordou perante o Conselho de Segurança das Nações Unidas que em Abril alertou sobre a possibilidade de “uma pandemia de fome” (que já é o dia-a-dia de muitos povos, caso de 20 milhões de angolanos pobres) e…

Leia mais

Com Deus e com o Diabo

Após nove anos em Angola, o coordenador residente das Nações Unidas, Paolo Balladelli, de partida para uma nova missão, destaca a alteração das prioridades e o actual foco no capital humano que considera ser “a maior força do país”. Por outras palavras diz hoje o que dissera ontem. Diz do MPLA de João Lourenço o que dissera do MPLA de José Eduardo dos Santos. Pier Paolo Balladelli, que cessa o seu mandato em Angola a 5 de Agosto, vai regressar à sua área de especialidade, desta feita na Venezuela, integrando…

Leia mais