Protestos em Luanda, Presidente no Bié

O Presidente da República de Angola, “acompanhado” pelo Presidente do MPLA e pelo Titular do Poder Executivo, João Lourenço, inaugura hoje um novo hospital na província do Bié, no mesmo dia em que acontecem na capital, Luanda, três manifestações, incluindo uma convocada pelo sindicato dos médicos. João Lourenço vai inaugurar um novo hospital geral na cidade do Kuito, capital da província do Bié, com capacidade para 230 camas e prestação de 20 serviços especializados, como Gineco-obstetrícia, Pediatria, Neonatologia, Cirurgia, Nefrologia, Oftalmologia, Ortopedia, Psiquiatria, Estomatologia e Otorrinolaringologia, entre outros. Segundo uma…

Leia mais

Inaugurada… até ver!

A Mediateca “Abel Abraão” do Bié, localizada na cidade do Cuito, entrou finalmente hoje, sábado, em funcionamento, pouco depois da sua inauguração, um acto presidido pelo ministro “telstariano” das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha. “A instituição, com capacidade para 180 pessoas, tem um auditório com 122 lugares, sistema WiFi gratuito, 14 TVs Corporativas, cafetaria com 24 lugares, espaço de leitura com 164 lugares, 86 computadores do tipo Desktop, 25 dispositivos para eBook (iPads) quatro dispositivos de vídeo-jogos. Tem uma área de Cultura também para 300 pessoas”,…

Leia mais

Da mediateca do Bié aos 6,9 milhões que passam fome!

O caso (apenas mais um) da mediateca do Bié, que o Presidente da República de Angola anunciou ter sido inaugurada mas que afinal continua fechada ao público, causou “embaraço” ao executivo, reconheceu João Lourenço. Nada que a demagogia habitual e ancestral não resolva. Durante o seu discurso sobre o Estado da Nação na terça-feira, em Luanda, na abertura do ano parlamentar, João Lourenço fez um balanço da sua acção governativa ao longo destes dois anos, afirmando que a mediateca do Bié tinha sido inaugurada em 2019. A informação acabaria por…

Leia mais

Entre Presidente do MPLA
e, às vezes, da República

O Presidente da República, João Lourenço, rendeu hoje (sábado), homenagem aos cerca de sete mil mártires da resistência do Cuito (Bié), sepultados no Cemitério Monumento. Ao falar de mártires da resistência, e não de vítimas da guerra, João Lourenço revelou, uma vez mais, que estava ali como Presidente do MPLA para homenagear os resistentes das FAPLA. Em declarações à imprensa, após depositar uma coroa de flores, o Chefe de Estado, visivelmente comovido, disse tratar-se sempre de um momento de profunda reflexão para que a história não se repita. “O compromisso…

Leia mais

Muitos buracos com muito pouca estrada

A exploração dos principais pontos turísticos do município da Caála, a 23 quilómetros da cidade do Huambo, está condicionada devido à avançada degradação das vias de acesso, disse esta segunda-feira à Angop a directora local das actividades económicas, Amélia Chivela. Segundo a responsável, apenas quatro dos 26 principais pontos de atracção turística recebem visitas diárias de turistas nacionais e estrangeiros, enquanto os demais 22 estão “quase que abandonados”, pois que a situação das estradas não permite a circulação automóvel, principalmente na época chuvosa. Amélia Chivela disse que apenas estão a…

Leia mais

Alergia ao Huambo

Quando foi governador provincial do Huambo (2009/2010), Albino Malungo, pediu aos administradores municipais que pautassem o seu trabalho pelo “espírito de humildade e que acima de tudo” soubessem “ouvir as críticas da população para poderem interpretar correctamente as suas necessidades”. Por Norberto Hossi Albino Malungo, que falava na cerimónia de tomada de posse dos novos administradores municipais do Huambo, Caála e Ekunha, pediu empenho de todos no cumprimento das obrigações para corresponderem às recomendações do então Chefe de Estado, José Eduardo dos Santos. Esta referência às recomendações do Chefe do…

Leia mais

Crime. Mais de 160 crianças morreram de fome no Bié!

Mais de 160 crianças morreram em 2018, na província do Bié, centro de Angola, devido a má nutrição severa (fome em português entendível), segundo dados divulgados hoje pela responsável do Centro Nutricional Terapêutico local, Dulce Cufa. Tal como o anterior presidente, João Lourenço deve ter sido informado destes dados depois de uma frugal refeição à base de trufas pretas, caranguejos gigantes, cordeiro assado com cogumelos, bolbos de lírio de Inverno, supremos de galinha com espuma de raiz de beterraba e uma selecção de queijos acompanhados de mel e amêndoas caramelizadas,…

Leia mais

A subnutrição que é fome

Os órgãos oficiais de educação patriótica e propaganda do MPLA não se cansaram, durante esta semana, de publicitar a notícia da morte, devido à fome, de 164 pessoas no Bié. O grande objectivo é humilhar o governo anterior do José Eduardo dos Santos, tentando promover o do ex-Ministro da Defesa da Corrupção, João Lourenço. As estatísticas ainda não revelaram os números desse tipo de mortes noutras províncias. Por Domingos Kambunji Num país democrático e civilizado essa fatalidade seria motivo suficiente para o pedido de demissão do presidente do município e…

Leia mais

Vá, pessoal. Vamos rir, OK?

As eleições previstas para Agosto estão a provocar uma epidemia de anedotas protagonizadas por altos dirigentes do regime/MPLA. São cada vez mais os candidatos ao anedotário nacional de Angola, sabido que é que a grande maioria não tem qualidade para entrar na edição internacional. Agora foi a vez de o governador da província do Bié, Álvaro Manuel de Boavida Neto, apresentar publicamente a sua candidatura, apelando à necessidade dos eleitores “demonstrarem o espírito de cidadania, civismo e democracia nas eleições gerais de modo que o pleito possa servir de exemplo…

Leia mais

Oncocercose cega 300 no Bié

Técnicos de saúde do Programa das Doenças Tropicais Negligenciadas angolano iniciam hoje no município de Nharea, na província do Bié, uma investigação à infecção por oncocercose, que já deixou sem visão 300 pessoas na localidade. O coordenador do programa, Pedro Van-Dúnem, disse que a equipa, que realiza uma pesquisa para identificar doenças tropicais negligenciadas, já passou pelo município de Icolo e Bengo, em Luanda, província do Huambo e no Bié e já rastreou os municípios do Kuito e do Chinguar. As equipas vão hoje desdobrar-se pelos municípios de Andulo e…

Leia mais