PAULO DE ALMEIDA… JÁ ERA!

O Presidente da República, João Lourenço, nomeou hoje Arnaldo Manuel Carlos (foto), como o novo Comandante Geral da Polícia Nacional, em substituição de Paulo Gaspar de Almeida. O Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, nos termos da Constituição da República de Angola e depois de ouvido o Conselho de Segurança Nacional, decretou o seguinte: São exonerados os Oficiais Comissários da Polícia Nacional abaixo designados: – Comissário-Geral Paulo Gaspar de Almeida, do cargo de Comandante Geral da Polícia Nacional e Comissário-Chefe Arnaldo Manuel Carlos, do cargo de Director Geral do…

Leia mais

LENDA DE FABRICO DA BUFARIA NACIONAL AUTOPSIAR CORPO DE JORNALISTA

O SIC (Serviços de Investigação Criminal) diz-se disposta, melhor, colocou-se, na linha da frente, o que não tem sido normal, para realizar a autópsia ao corpo do jornalista, Salgueiro Vicente, 35 anos de idade, encontrado morto na sua residência. Por Fernando Vumby (*) A urgência nessa disponibilidade é suspeita e se pergunta: a quem visa convencer, sendo que, na maioria das vezes, o regime protege criminosos, colocando os seus actos sem credibilidade a nível nacional e internacional. Assim, essa autópsia que credibilidade pode e deve merecer? Nenhuma! Falo por mim,…

Leia mais

ELE AJUDOU A PRENDER RENDEIRO

Arnaldo Manuel Carlos, que lidera o Serviço de Investigação Criminal (SIC) em Angola, foi quem fez a ligação entre as autoridades policiais portuguesas e sul-africanas que começaram a vigiar o ex-banqueiro português João Rendeiro, hoje detido na África do Sul. Ele e Luís Neves, director da Polícia Judiciária (PJ) lusa, são amigos de longa data. Luís Neves, apesar de várias vezes convidado, só aceitou dirigir a PJ graças ao pedido da ministra da Justiça, Francisca Van Dunem. Arnaldo Manuel Carlos é desde 2019 director-geral do SIC, onde nos últimos tempos…

Leia mais

Balanço da “Operação Cacimbo”

As autoridades policiais angolanas detiveram 2.735 pessoas, de Julho à presente data, no âmbito de uma operação, denominada “Cacimbo”, realizada para combater o aumento da criminalidade no país, com destaque para os homicídios. Isto já para não falar dos criminosos dos 400 parafusos da linha do Caminho-de-Ferro de Luanda. Os resultados da operação iniciada em 2 de Julho passado e que deverá terminar em Setembro, foram hoje apresentados pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), que resolveu levar a cabo esta acção depois de analisados os dados estatísticos dos níveis de…

Leia mais

Vejam (apenas e só) a TPA!

Os canais da televisão portuguesa SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de Outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem aos clientes, informação confirmada à Lusa por fonte oficial da estação portuguesa. “A DSTV informa que a SIC Internacional África e SIC Notícias deixarão a nossa plataforma a partir de 15 de Outubro”, lê-se na mensagem enviada a todos os clientes pelo serviço de televisão satélite da empresa sul-africana MultiChoice. Fonte oficial da SIC confirmou a informação, por email, mas sem mais detalhes. Uma…

Leia mais

“Guerra dos 55 dias” (no Huambo) foi há 26 anos

Assinala-se hoje, 6 de Março, 26 anos sobre os «55 dias da Guerra do Huambo» que opôs as forças do Governo (FAPLA) às da UNITA (FALA) pela tomada da cidade capital do planalto central. Foi um dos capítulos mais sangrentos na guerra urbana angolana que se seguiu às eleições de 1992, na qual morreram milhares de pessoas, outros tantas ficaram feridas e a cidade ficou quase que reduzida aos escombros. Muitas vítimas sucumbiram como resultado dos tiroteios, dos bombardeamentos da artilharia, aviação, à fome, de doenças, ou vítimas das perseguições…

Leia mais

Criminalidade veio para ficar e não pára de crescer

A criminalidade em Angola registou, em 2018, um significativo aumento comparativamente ao ano anterior, com um total de 72.174 crimes, dos quais 5.199 realizados com recurso a arma de fogo, indica um relatório da Polícia Nacional. Conclusão? É preciso endurecer a “Operação Resgate”, musculando a dita… dura. Os dados constam do Relatório de Segurança Pública de 2018, apresentado hoje, em Luanda, pelo porta-voz do Comando-Geral da Polícia Nacional, Orlando Bernardo. De acordo com as estatísticas, em 2018 foram registados mais 26.301 crimes comuns comparativamente a 2017, mas uma redução relativamente…

Leia mais

Vai começar o julgamento dos burlões tailandeses

O julgamento do caso conhecido por “burla tailandesa”, uma tentativa de burlar o Estado angolano em 50 mil milhões de dólares (43,5 mil milhões de euros), começa na quinta-feira, em Luanda, segundo fonte da Procuradoria-Geral da República. A informação foi avançada pela procuradora-geral adjunta da República junto da Câmara Criminal do Tribunal Supremo, Maria Teresa Manuela. A magistrada lembrou que o processo já saiu da responsabilidade da Procuradoria-Geral da República, salientando que este organismo já foi notificado pelo Tribunal Supremo do início do julgamento no dia 17 de Janeiro. Em…

Leia mais

SIC não sabe do criminoso? Então prende a mulher e a filha (e o cão que se cuide)

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Angola continua a andar em sentido contrário à Constituição e à lei, prendendo arbitrariamente cidadãos, que nada têm a ver com práticas delituosas. Para além do espírito de alcateia, explicam – nada explicando – que apenas cumprem as inimputáveis “ordens superiores”. Como nos velhos tempos do fascismo e ditadura, umas vezes prendem inocentes, para investigar, outras, abusadamente, são levados, como moeda de troca, visando que o foragido se entregue por, no seu lugar, estarem os pais (mãe ou pai), a mulher ou os…

Leia mais

Agentes prisionais “fogem” para o SIC

Devido aos problemas existentes nos Serviços Prisionais, efectivos da Unidade Especial de Intervenção (UESI), denominação que substituiu o Destacamento Especial dos Serviços Prisionais (DESP), estão a inscrever-se no concurso interno promovido pelo Ministério do Interior para preenchimento de vagas no Serviço de Investigação Criminal (SIC). Por Sedrick de Carvalho Actualmente com cerca de 800 agentes, a UESI tem passado por várias dificuldades desde a gestão considerada danosa do ex-director nacional António Fortunato (foto), acusado por efectivos de ter desfalcado os cofres da instituição, de tal modo que até o seu…

Leia mais