QUANDO O POVO SE UNE A DITADURA CAI

O candidato à presidência da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, destacou hoje a “presença vibrante da juventude e de figuras históricas do partido” angolano, no lançamento da sua campanha e lamentou os “ataques diários” (por parte do MPLA, no Poder há 46 anos) ao Estado de Direito. Um dia depois de lançar a sua campanha à liderança da UNITA, o maior partido na oposição que o MPLA (ainda) permite em Angola, no XIII Congresso, que se realiza de 2 a 4 de Dezembro, Adalberto da Costa Júnior disse estar “muito…

Leia mais

Mais do mesmo no (par)lamento do MPLA

O Presidente angolano, João Lourenço, avisou hoje que “não há esconderijos seguros” para os bens adquiridos à custa do erário público e que a justiça angolana “tudo fará” para os recuperar, sejam quais forem as pessoas envolvidas. Todos somos, uns mais do que outros – é claro, livres para acreditar no… Pai Natal. Na sua mensagem à nação, que marcou a abertura do ano parlamentar, João Lourenço afirmou que, no corrente ano, foram recuperados quase 5.000 milhões de dólares (4.300 milhões de euros), em dinheiro, bens, património ou participações sociais,…

Leia mais

O estado da nação do MPLA

O Presidente da República, João Lourenço, discursa, sexta-feira, sobre o Estado da Nação, por ocasião da abertura do ano parlamentar 2021/2022. Mais coisa, menos coisa, sendo o Presidente um paradigma da coerência, é provável que diga algo próximo do que se segue. «É com particular emoção que saúdo todas as angolanas e angolanos, de Cabinda ao Cunene e do mar ao Leste, que são a razão da minha presença aqui. Neste acto solene rendo uma singela homenagem a todos os heróis da nossa gloriosa história e da nossa amada Pátria.…

Leia mais

Pandemia e golpes de estado por culpa dos… outros

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, disse hoje nas Nações Unidas que a diferença entre países na administração das vacinas contra a Covid-19 é “chocante” e defendeu a liberalização da sua produção e distribuição. “É chocante constatar-se a disparidade existente entre umas nações e outras no que diz respeito à disponibilidade de vacinas, pois essas diferenças permitem, nalguns casos, administrar-se já uma terceira dose, enquanto noutros países, como ocorre em África, a larga maioria não está sequer vacinada com a primeira dose”, disse o chefe do Estado angolano…

Leia mais

As duas faces de Bornito

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, exortou hoje os angolanos a resistirem ao imediatismo e pediu coragem para que os seus objectivos e sonhos sejam realizados. Está explicado. 45 anos de MPLA no Poder é sinónimo de “imediatismo”. Quanto ao resto, “coragem” deve significar – no caso de Cabinda – adoptar a máxima do MPLA: a luta continua e a vitória é certa. “Uma das grandes lições a retirar do processo que conduziu o país à Paz, no dia 4 de Abril de 2002, é de que não se…

Leia mais

Angolanos de Cabinda ao Cunene, do mar ao Leste

É com particular emoção que saúdo todas as angolanas e angolanos, de Cabinda ao Cunene e do mar ao Leste, que são a razão da minha presença aqui e que justificam a minha pretensão de assumir a partir de hoje, em seu nome e benefício, a presidência da República de Angola. Por José Manuel Gonçalves Lourenço Pretendo endereçar uma saudação especial ao Presidente José Eduardo dos Santos, que cessa hoje a função de Presidente da República. Esta saudação ficaria incompleta se não mencionasse o longo e vitorioso caminho trilhado por…

Leia mais

Sem massa crítica o rei nunca saberá que vai nu

Hoje publicamos, na íntegra e para memória futura, o Discurso do Presidente da República e Comandante-em-Chefe das Forças Armadas Angolanas, João Manuel Gonçalves Lourenço, na abertura da recente reunião com as mais altas patentes militares e policiais. Comandante-Geral da Polícia Nacional, Directores Nacionais dos Serviços de Inteligência, Generais, Almirantes, Comissários e Altas Patentes das FAA e da Polícia Nacional, ouviram as teses de João Lourenço. Todos se curvaram, todos com a cabeça encostada aos joelhos disseram “yes boss”. A ementa do Governo tem produtos variados, pratos de alta qualidade, cozinheiros…

Leia mais

Goebbels não diria melhor!

As partes a vermelho são transcrições “ipsis verbis” do discurso proferido este sábado, em Luanda, pelo Presidente do MPLA, João Lourenço, no acto comemorativo do que dizem, falsamente, ser o 64º aniversário do partido que há 45 anos está no Poder em Angola. A negro (cor que também significa desgraça e infortúnio) estão os nossos comentários. «O nosso glorioso partido, MPLA, completa hoje 64 anos da sua existência e, por esta razão, merecia que nós, seus militantes, simpatizantes e amigos, organizássemos uma jornada comemorativa à altura desta data, mas sobretudo…

Leia mais

Presidente mentiroso

Algumas das principais estações de televisão dos Estados Unidos da América, como ABC, CBS e NBC, cortaram o discurso do candidato Presidente no horário nobre, enquanto a Fox News, referência informativa do Partido Republicano, desmentiu as alegações de Donald Trump. E se fosse por cá? Seriam confiscadas e os seus responsáveis detidos. Com todos os seus defeitos, é a diferença entre democracia e Estado de Direito e… Angola. A divisão no canal de notícias conservador está a aprofundar-se cada vez que Trump repete as alegações de fraude eleitoral. “Não vimos…

Leia mais

Discurso de “Maria Zungueira”

Angola celebra quarta-feira 45 anos de independência. Somos um país rico mas não somos um rico país. Somos um país de ricos com 20 milhões de pobres. Pedimos à “Maria Zungueira” que se imaginasse Presidente do MPLA, da República e Titular do Poder Executivo e fizesse um discurso alusivo a esta data. Ei-lo, com o devido (e respeitoso) tratamento jornalístico crítico. No seu discurso, “Maria Zungueira” disse que “hoje é dia de glória! Dia de alegria! Há 45 anos, a 11 de Novembro de 1975, o povo angolano libertou-se para…

Leia mais