Huambo capital da (in)cultura

As obras de construção do Centro Cultural do Huambo, a cargo da empreiteira Teixeira Duarte e paralisadas há sete anos, por razões financeiras e questões burocráticas (o habitual em todo o país), podem se retomadas dentro de dois meses. A garantia, uma de muitas, é dada pelo ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato. Vale o que vale, obviamente. Jomo Fortunato, segundo o órgão oficial do MPLA (Jornal de Angola) considera que o Centro Cultural é “uma obra imponente que pode transformar-se num espaço multidisciplinar e multimédia”, servindo de…

Leia mais

De há 58 anos a esta parte só piorou. E de que maneira

Quando nestes últimos dois dias vi com horror imagens das cheias de Luanda, vieram-me à memória tempos da minha infância. Mais precisamente memórias do dia 20 de Abril de 1963, quando caiu sobre Luanda uma enorme tempestade tropical bem típica dos meses de Março e Abril, naquela região do globo. Por Carlos Pinho (*) Durante toda a madrugada e parte da manhã a trovoada e a chuva intensa não deram descanso aos luandenses. As crianças e mulheres choravam e rezavam, impotentes perante tamanha manifestação do poder da natureza perante a…

Leia mais

Autores com direitos

A União Nacional dos Artistas e Compositores – Sociedade de Autores (UNAC-SA) angolana anunciou que o processo de cobrança dos direitos de autor deve começar no primeiro trimestre de 2021, após ter sido certificada pelo órgão ministerial. A informação foi transmitida pelo presidente da UNAC-SA, Zeca Moreno, afirmando que os primeiros três meses de 2021 devem ser um “marco” para a classe artística, sendo este o período indicativo para o início da cobrança dos direitos autorais. “Eu não gosto de prometer, eu gosto de fazer. Portanto, tudo aponta que o…

Leia mais

Luanda marca passo

O governo de Luanda assumiu hoje que a problema do saneamento básico na capital angolana continua a afectar o desenvolvimento da Saúde na província e que grande parte da população ainda consome “água fornecida por cisternas”. E os culpados são, continuam a ser, sempre serão enquanto o MPLA estiver no governo… os portugueses. Segundo o governador de Luanda, Luther Rescova, apesar de algumas melhorias, o actual nível de fornecimento de água potável, 500.000 metros cúbicos/dia, continua aquém das necessidades da população, que é mais de metade da actual capacidade. “A…

Leia mais

Mentir sempre foi, é e será a grande estratégia do MPLA

As obras de construção do novo aeroporto internacional de Luanda poderão estar concluídas entre 2022 e 2023, com recursos financeiros garantidos da linha de crédito da China, disse hoje um responsável da empresa de gestão aeroportuária. Poderão. Nada de certezas, como é hábito dos diferentes partidos que nos governaram desde 1975. Diferentes? Afinal foi só um, o MPLA… Segundo o coordenador da Comissão de Gestão da Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e de Navegação Aérea (ENANA), Mário Domingues, uma equipa técnica de avaliação da obra está a trabalhar e…

Leia mais

Novo aeroporto de Luanda irá ficar pronto… um dia!

As obras do Novo Aeroporto Internacional de Luanda (NAIL) vão ser submetidas a correcções de engenharia e funcionalidade, para adequar a estrutura aos padrões da modernidade, inovação e de conforto dos passageiros. Não se sabe quando, mas é certo que um dia irá funcionar. Palavra de quem manda! Grande parte das suas obras estará concluída em finais de 2016, prevendo-se que no primeiro semestre de 2017 o empreendimento esteja pronto a operar, disse o ex-ministro dos Transportes, em declarações à imprensa após a visita do Presidente da República em 26…

Leia mais

Depois do milagre da multiplicação dos ovos…

O Governo angolano prevê gastar mais de 260 milhões de euros com a requalificação, nos próximos dois anos, da vila e do santuário da Muxima, empreitadas que envolvem as construtoras de origem portuguesa Somague e Casais. A informação consta de quatro despachos assinados pelo Presidente João Lourenço, de 19 de Dezembro, autorizando a contratação das construtoras para as empreitadas no maior centro mariano da África subsaariana, nomeadamente a edificação de uma basílica para 4.600 fiéis. Um dos despachos, que surge na sequência do concurso limitado por prévia qualificação lançado em…

Leia mais

E de boas intenções…

A Organização Não-Governamental (ONG) angolana Omunga considerou hoje que a situação dos direitos humanos dos imigrantes no país “tem vindo a agravar-se”, criticando um discurso “muito duro e musculado”, mas apontou uma “maior abertura” quanto à sociedade civil. Para os imigrantes, para além do respeito que merecem mas que não têm, o que seria melhor? Uma maior abertura à sociedade civil (leia-se recepção no Palácio pelo Presidente da República, com direito a fotos e parangonas na Imprensa) ou menos repressão que, na definição do José Patrocínio, coordenador da Omunga, se…

Leia mais

A dívida (e dúvida) pública

O principal problema da dívida pública de Angola, como de outras nações, com especial incidência em África, é exactamente o mesmo que se passa – salvaguardadas as devidas proporções – com as contas de cada família. Ou seja, as receitas geradas ficam abaixo, muito abaixo, do que é necessário para pagar o fiado (empréstimos mais juros). “O problema do aumento com despesas de investimento, para mais de 21% do PIB desde 2007, face aos 18,5% do PIB de 1990 a 2006, é que muita desta inovação pode surgir porque os…

Leia mais

Para um demagógico PIP
o melhor é um pip(arote)

O Governo angolano desbloqueou 203,88 milhões de euros para obras em seis infra-estruturas hospitalares no país, entre as quais a construção e apetrechamento da Unidade de Tratamento de Queimados em Luanda. Terá João Lourenço exonerado a crise? Terá comprado uma fábrica de fazer dinheiro? Em causa está um despacho assinado pelo Presidente da República, João Lourenço, a 6 de Setembro autorizando a abertura de seis concursos públicos nas províncias de Luanda, Cabinda, Cuanza-Norte e Cuanza-Sul, de acordo com as prioridades definidas no Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022. Avança assim a…

Leia mais