E assim… (não) vai a Justiça

Cerca de uma centena de magistrados do Ministério Público de Angola concentraram-se hoje junto ao Tribunal Provincial de Luanda num protesto silencioso contra a perda de direitos adquiridos e por melhores condições de trabalho e salariais. Trajados de negro e exibindo cartazes com alertas e reivindicações, os magistrados concentraram-se entre as 09:00 e as 10:00 junto ao tribunal, Palácio Dona Ana Joaquina, local simbólico da magistratura do Ministério Público. “Magistrados unidos, dignidade garantida”, lia-se numa tarja, enquanto noutra se criticava: “justiça mendiga, democracia moribunda”. Noutro cartaz lia-se: “Não podemos continuar…

Leia mais

Avenida Inocêncio de Matos

Centenas de jovens angolanos saíram às ruas de Luanda para protestar contra a corrupção em Angola e em defesa da realização de eleições autárquicas. Pediram o fim do MPLA no poder há 45 anos e mais emprego para os jovens. Governadora de Luanda, Joana Lina, emitiu um comunicado em que “repudia veemente o acto pratica” e “apela à urbanidade e livre expressão dos direitos fundamentais dos cidadão” desde que, presume-se, sejam do MPLA. Centenas de jovens saíram às ruas de Luanda, Angola, esta quinta-feira, e concentraram-se no Largo da Independência…

Leia mais

Protestos em Luanda, Presidente no Bié

O Presidente da República de Angola, “acompanhado” pelo Presidente do MPLA e pelo Titular do Poder Executivo, João Lourenço, inaugura hoje um novo hospital na província do Bié, no mesmo dia em que acontecem na capital, Luanda, três manifestações, incluindo uma convocada pelo sindicato dos médicos. João Lourenço vai inaugurar um novo hospital geral na cidade do Kuito, capital da província do Bié, com capacidade para 230 camas e prestação de 20 serviços especializados, como Gineco-obstetrícia, Pediatria, Neonatologia, Cirurgia, Nefrologia, Oftalmologia, Ortopedia, Psiquiatria, Estomatologia e Otorrinolaringologia, entre outros. Segundo uma…

Leia mais

Jovens da UNITA apostam
forte na força… da razão

A Juventude Unida e Revolucionária de Angola (JURA), braço juvenil da UNITA, anunciou hoje protestos, para 14 de Abril, caso não existam “sinais claros” das autoridades sobre a revisão da data de celebração da juventude angolana. A Polícia (Nacional) do MPLA já deve estar a preparar a estratégia para acariciar (com porrada) os manifestantes. “S e daqui até ao dia 14 de Abril não houver sinais claros sobre a revisão desta data, vamos mover a juventude angolana para estar nas ruas no dia 14 de Abril. Vamos protestar em todo…

Leia mais

Operários (quem diria?) desesperam na pobreza

Mais de 1.700 ex-operários dispensados sem indemnizações e salários, à procura de reforma, são vistos como um ‘’fardo pesado’’ para o sector da indústria na província de Benguela, incapaz de solucionar o problema, escreve a VoA, acrescentando que de acordo com o Sindicato da Indústria, a falência de empresas atirou para o desemprego várias centenas de cidadãos, que se queixam de falta de condições financeiras para o sustento das suas famílias. A Califórnia recusou convite… Os casos da África Têxtil e da Lusalite e Previdente de Angola (Lupral), saltam à…

Leia mais

Sem dinheiro para pagar multas continuam detidos

Os sete activistas (Revús) condenados pelo crime de desobediência, por reivindicarem falta de água na Zona Alta do Lobito, a uma pena convertida em multas no valor de 40 Kwanzas por dia, durante vinte meses, pelo Tribunal de Comarca do Lobito, na província de Benguela, a 5.7.2019, continuam detidos por falta de valores. Por Pedrowski Teca Para além da acusação de desobediência, também lhes foram impostos os crimes de “assuada” (ajuntamento de pessoas em local público para criar desordem) e “injúria” contra agente da autoridade, num julgamento onde os réus…

Leia mais

Povo na rua, medo no MPLA

O Ministério do Interior de Angola manifesta-se preocupado com o surgimento de manifestações violentas, referindo que o surgimento dessas manifestações, sem que cumpram os pressupostos previstos na lei, colocam em causa a ordem e tranquilidade públicas, assim como os bens públicos e privados. Falha da “Operação Resgate”? Acção dos marimbondos de José Eduardo dos Santos? Tentativa de golpe de Estado? Acções controladas (ainda) pelo fantasma de Savimbi? Revús chateados? Já a Polícia Nacional, em comunicado, dá conta da detenção de sete cidadãos, em Luanda, pela prática dos crimes de assuada,…

Leia mais

Tenhem qui pagar prupinhas

Oije mi disserem qui a Ministra du Incino Suprior, Siênça, Tecunulugia i Inuvassão vai mandar um ordem suprior pra ó brigar us istudante, dus univrecidades púbica, a pagar prupina nu prócimu ano. Por João Bento Melo Kangamba (*) U s pissoas istá chatiado mas num tenhem rezão. Eu já trêfunou pró Cumitê Central do MPLA a pidir um opinião. Elês mi disserem que a Ministra tenhe tudu o rezão pra ezigir u pagamento dus prupinas dus istudante univrecitáriu, pruquê u país istá muíto arrasca pra pagar os fiado do passado.…

Leia mais

Contra o racismo… sempre!

Dezenas de cidadãos marcharam hoje, na capital de Angola, contra o racismo e em solidariedade com o activista e jornalista angolano Simão Hossi, que foi vítima de “agressão e discriminação”, num restaurante na ilha de Luanda, o “Café Del Mar”. “N ão ao Racismo”, “O Racismo Desumaniza a Sociedade”, “O Racismo É um Sistema e Deve Ser Combatido” eram algumas das frases estampadas em cartazes empunhados pelos manifestantes, que marcharam do Largo do Baleizão, centro da capital angolana, até ao restaurante “Café Del Mar”, na ilha de Luanda. Simão Hossi…

Leia mais

Desafio do Papa aos jovens: Gritem e protestem sempre!

O Papa Francisco pediu hoje aos jovens que resistam à tentação dos mais velhos para os silenciarem, um apelo feito durante a missa do domingo de Ramos, na Praça de São Pedro, em Roma, no dia em que a Igreja celebra a Jornada da Juventude. No tempo de José Eduardo dos Santos este seria um apelo suficiente para declarar o Papa “persona non grata”. “C alar os jovens é uma tentação que sempre existiu”, disse o papa Francisco, assegurando haver “muitas maneiras de tornar os jovens silenciosos e invisíveis, muitas…

Leia mais