De batota em batota

A agência de notação financeira Moody’s alerta que Angola e Moçambique estão entre os países da África subsaariana onde as empresas públicas mais podem desequilibrar as contas públicas devido ao reporte deficiente dos dados. Por outras palavras, Há quem esteja atento a algo que os angolanos conhecem há 45 anos – a batota do MPLA. “O nosso indicador composto sobre a transparência orçamental assinala que países como o Gabão, Angola, República do Congo e Moçambique estão particularmente em risco de reporte deficiente de dados, sugerindo que os desafios relativos ao…

Leia mais

… e por falar em petróleo

As multinacionais petrolíferas que operam em Angola admitiram hoje que a pandemia da Covid-19 afectou negativamente um sector que enfrenta desafios como a retracção de novos investimentos no país. Os protagonistas são os mesmos que fizeram rasgados elogios à gestão de Isabel dos Santos na Sonangol? A situação foi hoje relatada à imprensa pelo porta-voz da Associação das Companhias de Exploração e Produção de Petróleo em Angola, no final da audiência que o Presidente angolano, João Lourenço, concedeu a 15 responsáveis de petrolíferas que operam em Angola. Andre Kostelnik, que…

Leia mais

Condomínios nos musseques?

O porta-voz da Polícia Nacional, Valdemar José, avisa que os cidadãos que não se apresentaram voluntariamente para fazer os testes à Covid-19, em particular os “que se escondem” em condomínios de Luanda, vão ser “recolhidos coercivamente” nas próximas horas. Há condomínios nos musseques? “O s indivíduos que tiveram contactos com suspeitos contaminados ou casos activos, por favor ajudem a denunciá-los”, apelou o subcomissário Valdemar José, no balanço sobre a situação epidemiológica do novo coronavírus no país. Nesta situação estão alguns residentes de condomínios de Luanda, “devidamente identificados”, que se “escondem”…

Leia mais

Solução para o problema?
– Problema para a solução

O analista que segue Angola na Moody`s estima que a dívida pública deve aumentar para cerca de 110% do Produto Interno Bruto e que o país deverá sofrer uma recessão de 0,9% este ano. Provavelmente a solução não passa por João Lourenço pedir (ainda mais) ajuda ao Povo nem por fundir ministérios. Mas, isso sim, por o Presidente entender que o MPLA não é uma solução para o problema. Sendo antes um (enorme) problema para a solução. “P revemos que a dívida pública de Angola aumente ainda mais este ano…

Leia mais

As cogitações do Luanda Leaks: o que trarão?

O processo Luanda Leaks expôs a nu todo um sistema que, há muito, muitos de nós vínhamos a demandar ou a delatar como estando a minar a economia, a política e todo um aparelho nacional. Fomos sempre olhados como anti-nacionais, como anti-MPLA, como retrógrados, como imperialistas, como reaccionários e outros epítetos menos fortes ou não tão apelativos. Por Eugénio Costa Almeida Não vou entrar no “programa” nós é que tínhamos razão e ninguém nos levou a sério ou e agora quem são os verdadeiros culpados. Quer-me parecer que todos temos…

Leia mais

Polícia (do MPLA) avisa

A Polícia Nacional (do MPLA) alertou hoje a população para “não aderir” a actos de arruaças e de vandalismos, “com a finalidade de perturbar a ordem e tranquilidade públicas, em algumas províncias do país”. E como até prova em contrário, segundo a lei do MPLA (a Constituição é inválida neste caso), os manifestantes são sempre culpados… Num comunicado, a polícia refere ter tomado conhecimento da intenção de alguns indivíduos já identificados e instrumentalizados (marimbondos, certamente) a partir do exterior do país (Barcelona? Londres? Lisboa?), que pretendem organizar “arruaças e actos…

Leia mais

“Sabes quantos morrem no
27 de Maio?”, perguntou um dirigente do MPLA a Tchizé

Américo Kuononoka, líder do grupo parlamentar do MPLA, partido no poder em Angola desde 1975, rejeitou hoje qualquer “problema de fricção” entre os seus membros, referindo que todos os militantes estão com a direcção neste “momento histórico” que o país vive. Fazem bem. É que, todos os anos, em Maio, existe o dia 27. E já recordam esta data a Tchizé dos Santos que, diz, sofreu “intimidações em plena reunião plenária” da Assembleia Nacional. Américo Kuononoka falava em conferência de imprensa, em que anunciou a realização das II jornadas parlamentares…

Leia mais

Granada sem cavilha,
jacarés esfomeados!

Ao longo de, pelo menos 46 anos (portanto bem antes da independência) tenho defendido aquilo que considero ser o mais correcto para a minha terra, Angola. Com a chegada de João Lourenço ao trono, os recados e as ameaças pararam. Bom sinal, pensei. Obviamente estava enganado. Por Orlando Castro Uma fugaz participação (enquanto jornalista do Folha 8) no programa “Conversas ao Sul”, da RTP África, fez alguns democratas de pacotilha mandar os sipaios do MPLA retirar a cavilha da granada. Exactamente a mesma estratégia do tempo de José Eduardo dos…

Leia mais

Tapar o nosso Sol com uma peneira só resulta à… noite

A consultora BMI Research considerou hoje que as recentes nomeações em Angola demonstram o “empenho” do Governo nas reformas económicas, mas alerta que a capacidade para implementar as iniciativas que foram aprovadas ainda é incerta. Ou seja, avisa que tapar o Sol com uma peneira só resulta à… noite. “A creditamos que as recentes mudanças de alto nível nas nomeações e nos compromissos sobre mudanças de política são sinais do empenho do Governo relativamente a reformas económicas”, escrevem os analistas, numa nota sobre os primeiros meses de João Lourenço como…

Leia mais

FMI sorri, Economist avisa

A directora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, reuniu-se esta terça-feira cm o Presidente de Angola, João Lourenço, à margem da reunião do Fórum Económico Mundial, que decorre esta semana em Davos, anunciou a instituição sediada em Washington. Também hoje a Economist Intelligence Unit (EIU) lançou alguns avisos ao executivo angolano. “A economia está a beneficiar de uma ligeira recuperação, mas os significativos desequilíbrios mantêm-se”, escreve o FMI na nota divulgada neste dia à imprensa, na qual acrescenta que “as autoridades estão completamente cientes dos desafios e anunciaram acções…

Leia mais