MOÇAMBIQUE DOMINA INVESTIGAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE NOS PALOP

Moçambique produz 70% de toda a investigação em ciências da saúde nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), onde esta actividade aumentou, coincidindo a pesquisa com as patologias que mais afectam estes estados, revela hoje um estudo inédito. O MAPIS – Mapeamento da Investigação e Financiamento das Ciências da Saúde em Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe foi encomendado pela Fundação Gulbenkian e analisa a evolução da produção científica internacional em ciências da saúde nestes países, entre 2008 e 2020, as redes de colaboração e…

Leia mais

500 MIL EUROS PARA INVESTIGAÇÃO EM SAÚDE NOS PALOP

A Fundação Gulbenkian e a Fundação “la Caixa” vão apoiar três projectos de instituições científicas dos PALOP – nas áreas do microbioma, cancro e COVID-19 -, num investimento de cerca de 500 mil euros até 2023. Os projectos, seleccionados por um júri internacional, são liderados por investigadores de Angola, Cabo Verde e Moçambique que participaram no curso de Gestão de Ciência, uma iniciativa promovida pelas duas fundações que decorreu entre 2018 e 2020 e que envolveu cerca de 50 investigadores nas três edições. O Instituto Nacional de Investigação em Saúde,…

Leia mais

Tráfico humano está por aí, está por cá

Mais de 100 casos de tráfico de seres humanos, cujas vítimas foram maioritariamente crianças, estão sob investigação das autoridades angolanas. A informação foi prestada no Dundo, Lunda-Norte, pelo chefe de departamento para os direitos económicos, sociais, ambientais e culturais da Direcção Nacional, do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, Felismino Lisboa. O responsável que falava durante um Workshop sobre “tráfico de seres humanos e direitos de asilo”, esclareceu que além dos processos em investigação, 21 casos de tráfico de seres humanos já foram julgados. Felismino Lisboa garantiu que a…

Leia mais

Máscara está (prestes) a cair

Um relatório da consultora Pangea Risk diz que vários dirigentes do MPLA (coisa estranha, não é?), incluindo o seu Presidente (também Presidente da República), João Lourenço, estão a ser investigados nos Estados Unidos da América, o que pode comprometer o financiamento multilateral e restruturação da dívida do país. O documento citado pelo jornal português “Expresso”, datado de 15 de Fevereiro, indica que o novo Presidente dos EUA, Joe Biden, vai dar novo fôlego às investigações, que envolvem João Lourenço, a mulher, Ana Dias Lourenço, e vários parceiros de negócios e…

Leia mais

Quem brinca com o fogo…

A Procuradoria-Geral da República diz que há investigações em curso no Serviço Nacional de Recuperação de Activos para identificar o património de Manuel Vicente. Como goza de imunidade (e de impunidade), o Presidente do MPLA, João Lourenço, está descansado quanto a uma eventual identificação do seu património. Quando tal for possível emigrará para Barcelona ou Washington… A PGR angolana anunciou no início deste ano a apreensão de mais de mil imóveis inacabados, bem como edifícios e estaleiros “construídos com fundos públicos” que se encontravam na posse do China International Fund.…

Leia mais

Rei (de)posto… todos são valentes

A empresária angolana Isabel dos Santos e o marido, Sindika Dokolo, foram alvo de dois relatórios sobre actividades suspeitas em 2013 nos Estados Unidos da América, noticia hoje o Expresso, no âmbito de uma “investigação” do Consórcio Internacional de Jornalistas. Todos sabiam (até mesmo João Lourenço, vice-presidente do MPLA e ministro da Defesa de Eduardo dos Santos) mas ninguém piava. Isso é que é coragem… Esta notícia surge no âmbito de mais de 2.000 documentos bancários confidenciais (“FinCEN Files”) obtidos pelo BuzzFeed News e partilhados com o Consórcio Internacional de…

Leia mais

Lembram-se do Quinino?

Pesquisadores dos Estados Unidos da América, seguindo o exemplo de cientistas de outros países, iniciaram estudos para descobrir se remédios genéricos amplamente disponíveis e de baixo custo podem ser usados para ajudar a tratar a doença causada pelo novo Coronavírus (Covid-19). Actualmente, não existem vacinas nem tratamentos para a doença respiratória altamente contagiosa Covid-19, por isso os pacientes só podem receber cuidados paliativos por ora. Mas um teste com 1.500 pessoas liderado pela Universidade de Minnesota visa verificar se a hidroxicloroquina, usada para tratar a malária, pode evitar ou reduzir…

Leia mais

As cogitações do Luanda Leaks: o que trarão?

O processo Luanda Leaks expôs a nu todo um sistema que, há muito, muitos de nós vínhamos a demandar ou a delatar como estando a minar a economia, a política e todo um aparelho nacional. Fomos sempre olhados como anti-nacionais, como anti-MPLA, como retrógrados, como imperialistas, como reaccionários e outros epítetos menos fortes ou não tão apelativos. Por Eugénio Costa Almeida Não vou entrar no “programa” nós é que tínhamos razão e ninguém nos levou a sério ou e agora quem são os verdadeiros culpados. Quer-me parecer que todos temos…

Leia mais

Da barata tonta da PGR
à tonta barata da PGR!

O procurador-geral da República (do MPLA) reconheceu recentemente, na Lunda Norte, que por escassez de magistrados os casos de corrupção e crimes conexos, na província, não são resolvidos com a celeridade necessária. No dia 16 de Novembro de 2018, Hélder Pita Grós afirmou que a falta de verbas estava a condicionar a cooperação internacional e o cumprimento de diligências como cartas rogatórias. Que chatice! É preciso arranjar quem nos dê mais uns milhões de fiado para resolver este problema. Talvez a China, ou o Japão, ou a Coreia do Norte,…

Leia mais

Uau. Finalmente chegou!

O Governo angolano recebeu hoje oficialmente o primeiro navio de investigação oceânica, construído na Roménia pela holandesa Damen e orçado em 80 milhões de dólares (71 milhões de euros), embarcação que permite 29 dias de autonomia no mar. Segundo as autoridades angolanas, o navio “Baía Farta”, cujas acções iniciais de investigação estão previstas para finais de Agosto ou princípio de Setembro, é o primeiro do género em África e o terceiro a nível do mundo em termos de capacidade, laboratórios e autonomia. Era mesmo do que Angola precisava. O “Baía…

Leia mais