Tiros nos pés do… Presidente

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de informação e Comunicação Social, Manuel Homem, negou, neste domingo, a existência de censura na TV Zimbo e outras empresas do sector que reverteram recentemente para o Estado angolano. Enquanto não o exonerarem, o homem continuará a dar tiros nos pés de… João Lourenço. Ao intervir na cerimónia alusiva aos 45 anos da Televisão Pública do MPLA (TPA), afirmou que os órgãos apreendidos a entidades privadas continuam a trabalhar “normalmente”. Segundo o titular da carteira, ou pasta, estas empresas, constituídas com fundos públicos e detidas…

Leia mais

Angosat 1 falhou. 2 está em fabrico. 3 já tem contrato!

O Governo angolano assegurou hoje que o segundo satélite do país, Angosat-2, em construção a 50% e que deve ser lançado em órbita em 2022, “é o primeiro satélite africano de última geração, alto débito e alta capacidade”. O primeiro satélite, o Angosat-1, um investimento do Estado angolano orçado em 320 milhões de dólares (290 milhões de euros), perdeu-se no espaço depois do seu lançamento em Dezembro de 2017. “O Angosat-2, conforme foi dito pelo senhor ministro em Dezembro, está ao nível de cerca de 50%, mas o que não…

Leia mais

MPLA vai… “quantificar
a problemática” da seca

Mais de 1,3 milhões de pessoas são afectadas pela seca em quatro províncias no sul de Angola, mas o Projecto de Quantificação da Problemática da Seca no Sul de Angola vai recorrer a métodos inovadores. Aliás o próprio nome do projecto é de se lhe tirar o chapéu: “Quantificação da Problemática”. O Projecto de Quantificação da Problemática da Seca no Sul de Angola, lançado esta quarta-feira, em Ondjiva, capital da província do Cunene, a mais afectada pela seca, pelo Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN) do Ministério das…

Leia mais

Povo faminto alimenta-se de satélites e Internet?

Angola pode aumentar em breve a taxa de conectividade gratuita à Internet através do projecto da Wiconnect, empresa criada por um engenheiro angolano, elevando-a para os níveis existentes na Europa, disse hoje um gestor angolano. Quem sabe se, assim, não vamos diminuir em 0,00001% os 20 milhões de pobres. Citado hoje pelo Jornal de Angola, o gestor da Wiconnet, Paulo Araújo, lembrou que os estudos feitos pela McKinsey & Company concluíram que a Internet contribui, fora de África, em cerca de 20 por cento para o aumento do Produto Interno…

Leia mais

Estratégia (tecno)lógica atola a ementa da… fome!

O vice-presidente angolano, Bornito de Sousa, afirmou hoje, em Luanda, que os investimentos feitos por Angola nas telecomunicações vão continuar “fortes” e que já constituem uma “referência” na África subsaariana. Bornito de Sousa discursava na abertura do Fórum Internacional de Tecnologias de Informação, Angotic Angola 2019, certame que decorre até quinta-feira no Centro de Convenções de Talatona, a sul de Luanda, em representação do chefe de Estado, João Lourenço, cuja presença estava prevista, acabando por ser alterada à última hora. Segundo Bornito de Sousa, o Governo angolano tem em curso…

Leia mais

Angosat 1 falhou. 2 está em fabrico. 3 já tem contrato!

Crise? Onde? Em Angola não é, com certeza. João Lourenço já a exonerou. A comprová-lo está o facto de o Presidente já ter aprovado o contrato comercial de construção, lançamento e colocação em órbita do satélite de observação da terra, o Angosat-3, segundo um despacho presidencial publicado no Diário da República. No despacho 62/19, datado de 8 de Maio, João Lourenço autoriza o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação a assinar o contrato, bem como a tratar de “toda a documentação relacionada com o projecto em nome e em…

Leia mais

Telstar, sipaio ministro e um (mau) chefe de posto

O Presidente João Lourenço anulou hoje o concurso público internacional para a quarta operadora de telecomunicações em Angola, alegando que a empresa vencedora não apresentou resultados operacionais dos últimos três anos, como impunha o caderno de encargos. E então o ministro das Telecomunicações e das Tecnologias de Informação de Angola, José Carvalho da Rocha, que deu cobertura à decisão não é demitido? Quando os sipaios chegam a ministros… viva a vilanagem! A empresa angolana Telstar foi considerada, em 12 de Abril, a vencedora do concurso para a exploração da quarta…

Leia mais

Satélite? Oremos, irmãos!

O Presidente de Angola, João Lourenço, disse hoje, em Moscovo, que a construção do satélite angolano (Angosat) pela Rússia, depois de ter falhado o primeiro, é um dos principais assuntos a ser tratado na visita que efectua àquele país. Irmãos, oremos. Um dia o satélite vai voar e cair, em pedaços, nos nossos pratos… vazios. João Lourenço, que falava em conferência de imprensa, disse que a delegação angolana é integrada pelo ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, porque este “é um dos assuntos principais que a parte angolana vai…

Leia mais

A “indústria” espacial

O jornal da Angola do MPLA, que segue uma linha redactorial muito sinuosa, dirigida pelo Victor Silva, para favorecer a propaganda do “reigime” angolano, dizia que o satélite que irá substituir o satélite moribundo, afónico, começava a ser construído na terça-feira. Estamos com muita curiosidade em seguir esse processo. Já está pronto? Ainda demora muito? Ou virá lá pró Natal, quando chegarem as prendas? Por Domingos Kambunji As pessoas do nosso bairro fartam-se de rir quando vêem o ministro da telecomunicações na televisão. O homem transpira, por todos os poros,…

Leia mais

Na verdade, até agora só o
Angosat-1 foi um falhanço

O ministro das Telecomunicações e das Tecnologias de Informação de Angola, José Carvalho da Rocha, anunciou hoje, em Luanda, a construção, na Rússia (obviamente), de um novo satélite nacional, o AngoSat-2, para substituir o primeiro, lançado em Dezembro e que não cumpriu os requisitos. “Angola está na indústria espacial para não mais sair”, diz o ministro. Portanto, depois virão os Angosat-3, 4 etc. para se juntarem aos nossos 20… milhões de pobres. “Da análise que as nossas equipas técnicas têm estado a realizar, com bastante intensidade, na sexta-feira, no sábado…

Leia mais