Metro de superfície? Não. Para o MPLA tem de ser… quilómetro

O desenvolvimento de megacidades é um desafio global. As Nações Unidas recomendam que até 2030 os países implementem soluções para um crescimento urbano sustentável, cuja mobilidade seja mais amiga do ambiente. É isso. No caso de Angola, 20 milhões de cidadãos pobres subscrevem a tese da ONU. Para atingir este objectivo, Angola pretende lançar um Metro de Superfície em Luanda. O projecto começou a avançar nos últimos anos. É claro que foi ultrapassado pela corrupção, o verdadeiro ADN de quem está no Poder há 45 anos (o MPLA), pela criação…

Leia mais

Falta (mesmo) quase para… pouco!

O satélite angolano de telecomunicações geoestacionário (Angosat-2), em construção pela AirBus Defence and Space, entrará em órbita dentro de 17 meses, anunciou, em Luanda, o director geral do Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN), Zolana João. Se não se perder no caminho… O responsável prestou esta informação quando falava sobre o estado do Angosat-2, durante o webinar sobre “Angosat-2, benefícios económicos para a melhoria da vida das populações”, na “sexta-feira das TICs”, realizada pelo Ministério das Telecomunicações, Tecnologia de Informação e Comunicação Social. De acordo com o director,…

Leia mais

Tiros nos pés do… Presidente

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de informação e Comunicação Social, Manuel Homem, negou, neste domingo, a existência de censura na TV Zimbo e outras empresas do sector que reverteram recentemente para o Estado angolano. Enquanto não o exonerarem, o homem continuará a dar tiros nos pés de… João Lourenço. Ao intervir na cerimónia alusiva aos 45 anos da Televisão Pública do MPLA (TPA), afirmou que os órgãos apreendidos a entidades privadas continuam a trabalhar “normalmente”. Segundo o titular da carteira, ou pasta, estas empresas, constituídas com fundos públicos e detidas…

Leia mais

Angosat 1 falhou. 2 está em fabrico. 3 já tem contrato!

O Governo angolano assegurou hoje que o segundo satélite do país, Angosat-2, em construção a 50% e que deve ser lançado em órbita em 2022, “é o primeiro satélite africano de última geração, alto débito e alta capacidade”. O primeiro satélite, o Angosat-1, um investimento do Estado angolano orçado em 320 milhões de dólares (290 milhões de euros), perdeu-se no espaço depois do seu lançamento em Dezembro de 2017. “O Angosat-2, conforme foi dito pelo senhor ministro em Dezembro, está ao nível de cerca de 50%, mas o que não…

Leia mais

MPLA vai… “quantificar
a problemática” da seca

Mais de 1,3 milhões de pessoas são afectadas pela seca em quatro províncias no sul de Angola, mas o Projecto de Quantificação da Problemática da Seca no Sul de Angola vai recorrer a métodos inovadores. Aliás o próprio nome do projecto é de se lhe tirar o chapéu: “Quantificação da Problemática”. O Projecto de Quantificação da Problemática da Seca no Sul de Angola, lançado esta quarta-feira, em Ondjiva, capital da província do Cunene, a mais afectada pela seca, pelo Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN) do Ministério das…

Leia mais

Povo faminto alimenta-se de satélites e Internet?

Angola pode aumentar em breve a taxa de conectividade gratuita à Internet através do projecto da Wiconnect, empresa criada por um engenheiro angolano, elevando-a para os níveis existentes na Europa, disse hoje um gestor angolano. Quem sabe se, assim, não vamos diminuir em 0,00001% os 20 milhões de pobres. Citado hoje pelo Jornal de Angola, o gestor da Wiconnet, Paulo Araújo, lembrou que os estudos feitos pela McKinsey & Company concluíram que a Internet contribui, fora de África, em cerca de 20 por cento para o aumento do Produto Interno…

Leia mais

Estratégia (tecno)lógica atola a ementa da… fome!

O vice-presidente angolano, Bornito de Sousa, afirmou hoje, em Luanda, que os investimentos feitos por Angola nas telecomunicações vão continuar “fortes” e que já constituem uma “referência” na África subsaariana. Bornito de Sousa discursava na abertura do Fórum Internacional de Tecnologias de Informação, Angotic Angola 2019, certame que decorre até quinta-feira no Centro de Convenções de Talatona, a sul de Luanda, em representação do chefe de Estado, João Lourenço, cuja presença estava prevista, acabando por ser alterada à última hora. Segundo Bornito de Sousa, o Governo angolano tem em curso…

Leia mais

Angosat 1 falhou. 2 está em fabrico. 3 já tem contrato!

Crise? Onde? Em Angola não é, com certeza. João Lourenço já a exonerou. A comprová-lo está o facto de o Presidente já ter aprovado o contrato comercial de construção, lançamento e colocação em órbita do satélite de observação da terra, o Angosat-3, segundo um despacho presidencial publicado no Diário da República. No despacho 62/19, datado de 8 de Maio, João Lourenço autoriza o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação a assinar o contrato, bem como a tratar de “toda a documentação relacionada com o projecto em nome e em…

Leia mais

Telstar, sipaio ministro e um (mau) chefe de posto

O Presidente João Lourenço anulou hoje o concurso público internacional para a quarta operadora de telecomunicações em Angola, alegando que a empresa vencedora não apresentou resultados operacionais dos últimos três anos, como impunha o caderno de encargos. E então o ministro das Telecomunicações e das Tecnologias de Informação de Angola, José Carvalho da Rocha, que deu cobertura à decisão não é demitido? Quando os sipaios chegam a ministros… viva a vilanagem! A empresa angolana Telstar foi considerada, em 12 de Abril, a vencedora do concurso para a exploração da quarta…

Leia mais

Satélite? Oremos, irmãos!

O Presidente de Angola, João Lourenço, disse hoje, em Moscovo, que a construção do satélite angolano (Angosat) pela Rússia, depois de ter falhado o primeiro, é um dos principais assuntos a ser tratado na visita que efectua àquele país. Irmãos, oremos. Um dia o satélite vai voar e cair, em pedaços, nos nossos pratos… vazios. João Lourenço, que falava em conferência de imprensa, disse que a delegação angolana é integrada pelo ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, porque este “é um dos assuntos principais que a parte angolana vai…

Leia mais