CENSURA + DITADURA + CORRUPÇÃO = MPLA

A UNITA, o maior partido da oposição que o MPLA (ainda) permite em Angola, denuncia insistentemente o “tratamento absolutamente desigual” dos órgãos públicos na cobertura dos seus actos, sejam agora de campanha, sejam noutro qualquer âmbito. De facto, os órgão públicos do MPLA só publicam o que á autorizado pela comissão de censura do Departamento e Informação e Propaganda do MPLA. Nada de novo, portanto. Volta a confirmar-se que filho de jacaré nunca será vegetariano. Aliás, João Lourenço (cidadão português até 11 de Novembro de 1975) aprendeu bem o que…

Leia mais

“SIM QUERIDO PATRÃO”, DIZEM OS JORNALEIROS DO MPLA

O líder da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), Adalberto da Costa Júnior, acusou hoje os órgãos de comunicação social públicos (pagos por todos mas propriedade do MPLA) de “censura” por não divulgarem as actividades do partido e criticou a falta de publicação dos cadernos eleitorais. “Vivemos tempos de verdadeiros escândalos, de censura e de falta de acesso igual a informação, tudo questões que a Constituição garante de forma absoluta”, disse Adalberto da Costa Júnior, na abertura da segunda Reunião Ordinária do Comité Permanente da Comissão Política…

Leia mais

UNITA DENUNCIA “ELEVADA CENSURA”

A UNITA, o maior partido da oposição que o MPLA (ainda) permite em Angola, denunciou hoje um “tratamento absolutamente desigual” dos órgãos públicos na cobertura do seu congresso, realizado na última semana, e do MPLA, partido no poder, queixando-se também de “elevada censura”. Nada de novo, portanto. Volta a confirmar-se que filho de jacaré nunca será vegetariano. O XIII Congresso Ordinário da UNITA, que elegeu Adalberto da Costa Júnior como presidente, realizou-se entre 2 e 4 de Dezembro, em Luanda, e vários actores da sociedade angolana questionaram e criticaram a…

Leia mais

FOLHA 8 CAUSA CATARRO À LUSA

Terá a Lusa recebido ordens superiores (de Luanda ou de Lisboa) para nunca citar o Folha 8? A Lusa prefere citar fontes secundárias, mesmo quando estas citam o Folha 8. Estaremos na presença de uma sequela da comédia “Paulo Catarro”, agora com realização dos peritos de João Lourenço? Por Orlando Castro Recuemos a Março de 2017. Para sua majestade o então rei de Angola, José Eduardo dos Santos, “jornalista” bom, e que quisesse continuar vivo, era aquele que não viu nada, nada ouviu e que faz tudo para agradar ao…

Leia mais

DITADURA E CENSURA DO FACEBOOK

O Facebook continua a mostrar a pujança da sua ditadura. De vez em quando resolve, sem nenhuma explicação racional, bloquear páginas ou impedir os administradores dessas páginas de a elas terem acesso. O Folha 8 não escapa a essa recorrente regra do posso, quero e mando. Mesmo seguindo todas as sugestões do Facebook, o problema mantém-se até que os poderosos néscios decidam em sentido contrário. Desta vez impedem-nos de publicar imagens.

Leia mais

Folha 8 causa catarro à Lusa

Terá a Lusa recebido ordens superiores (de Luanda ou de Lisboa) para nunca citar o Folha 8? A Lusa prefere citar fontes secundárias, mesmo quando estas citam o Folha 8. Estaremos na presença de uma sequela da comédia “Paulo Catarro”, agora com realização dos peritos de João Lourenço? Por Orlando Castro Recuemos a Março de 2017. Para sua majestade o então rei de Angola, José Eduardo dos Santos, “jornalista” bom, e que quisesse continuar vivo, era aquele que não viu nada, nada ouviu e que faz tudo para agradar ao…

Leia mais

MPLA ordena censura à UNITA

A UNITA, o principal partido da oposição que o MPLA (ainda) permite que exista em Angola, criticou o boicote das televisões estatais (ou seja do MPLA) às suas iniciativas, salientando que isso vem “confirmar e oficializar a reiterada censura” e violação das leis e deontologia. É urgente que a UNITA perceba que a Constituição, bem como as leis, terminam a sua validade quando em causa está o MPLA. Ou seja, acima das regras democráticas e de um Estado de Direito está o querer do partido que desgoverna Angla há 46…

Leia mais

Jornalismo é, apenas e só, ser verdadeiro

O presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, criticou hoje a “censura permanente” existente em Angola, que considerou estar na origem da intimidação (por parte de simpatizantes da UNITA) de jornalistas dos canais públicos, sublinhando que as ameaças não partiram da Direcção do partido. Adalberto da Costa Júnior, que falava à Lusa sobre as ameaças de que foram alvo jornalistas dos canais públicos do MPLA (supostamente públicos), TPA e TV Zimbo, que cobriam uma manifestação convocada pela UNITA, condenou as ameaças, “que não partiram da Direcção da UNITA”, mas lamentou…

Leia mais

Se Marcelo diz é… mentira!

O Presidente da República de Portugal defende que a “Carta Portuguesa de Direitos Humanos na Era Digital” que promulgou não institui nenhuma forma de censura por parte do Estado e realçou que foi aprovada “praticamente por unanimidade”. Se Marcelo Rebelo de Sousa o diz é porque é… mentira! Por Orlando Castro (*) “Seria grave se o Estado fizesse censura, seria mesmo intolerável, e seria intolerável que, mesmo não fazendo censura prévia, fizesse censura à posteriori. Eu nunca promulgaria um diploma desses, passei toda a minha vida a defender a liberdade…

Leia mais

Jornalista bom é jornalista… morto!

Como o Folha 8 noticiou no passado dia 16, o Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) de Portugal arquivou, com dois votos contra, o processo de averiguação aberto a duas procuradoras do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa que mandaram a PSP (Polícia de Segurança Pública) vigiar dois jornalistas, por considerar que estas não violaram deveres funcionais. Hoje o Sindicato dos Jornalistas (de Portugal) anunciou que vai contestar decisão do CSMP sobre vigilância a jornalistas. A decisão de arquivamento do processo de averiguações aberto às procuradoras do…

Leia mais