Está difícil viver sem… comer!

Cerca de 562 mil angolanos enfrentaram em 2020 situações de crise ou emergência alimentar, indica um relatório publicado hoje, com previsões de “riscos significativos” para a população e considerando as condições climáticas extremas como principais causas. O relatório em causa foi apresentado hoje na ONU e foi realizado pela Rede Global Contra as Crises Alimentares (GNAFC, na sigla em inglês), uma aliança da ONU com a União Europeia e agências governamentais e não-governamentais. Em Angola, entre Outubro de 2019 e Fevereiro de 2020, cerca de 562 mil pessoas encontravam-se em…

Leia mais

(Filan)tropia da família real

“Trinta toneladas de bens diversos seguiram via aérea, esta terça-feira, (13), para a província do Cunene, para acudir às populações daquela região do Sul do país vítimas da seca, uma iniciativa do Presidente da República, João Lourenço”, afirma o Jornal de Angola. Não. Não é uma iniciativa do Governo. É uma iniciativa do Presidente da República. Na verdade, para além o servilismo canino do JA, é uma das muitas formas possíveis: Presidente do MPLA, Titular do Poder Executivo, Presidente da República, DDT (Dono Disto Tudo), “Escolhido de Deus (II)”, rei…

Leia mais

Que ao povo nunca falte o lixo!

O Programa Alimentar Mundial (PAM) indica que entre 65% a 80% dos agregados familiares angolanos estão a consumir cereais e tubérculos que não são de produção própria devido à seca e que muitos dependem de ajuda para se alimentarem. Será só devido à seca? Ou tem muito (muito mesmo) a ver com a incompetência de um Governo que existe para se servir a não para servir? Num relatório, de Fevereiro deste ano, denominado “Monitorização da Época Chuvosa 2020-2021 em Angola”, refere que desde Outubro de 2020 que o PAM está…

Leia mais

Seca mata gado na… Califórnia

A seca está a provocar a morte diária entre 20 a 30 cabeças de gado bovino na comuna da Quimina, município da Baía Farta, na província angolana de Benguela, divulgou um responsável local. O Governo nacional, tal como o da própria Califórnia, continuam a meter água por todos os lados… Segundo o director municipal da agricultura, pecuária e pescas, Pedro Candangombo, a região conta com um potencial de mais de 85 mil cabeças de gado bovino, mas devido à “gritante falta de água” e a longa distância para o pasto,…

Leia mais

Chuva e seca só cá estão para chatear o santo MPLA

A época chuvosa em Angola já provocou 41 mortos, destruiu mais de mil casas e afectou 2.498 famílias, num total de 11.990 pessoas, em 12 províncias do país, informou hoje a Comissão Nacional de Protecção Civil. Se não é a chuva é a seca. Coisas novas, ao que parece, no nosso país. Segundo o coordenador da comissão, o ministro do Interior, Eugénio Laborinho, de Agosto de 2019 à presente data, as chuvas destruíram 12 igrejas e quatro pontes e deixaram parcialmente destruídas 1.145 residências, havendo ainda o registo de 975…

Leia mais

… E o Povo só morre!

O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) de Angola alertou para o risco de ocorrências, esta semana, de chuvas intensas com descargas eléctricas, fenómeno que já provocou 11 mortes nos últimos 30 dias. E o Povo morre. Só morre. De fome, de doenças, devida à seca ou às chuvas ou às descargas eléctricas… O alerta foi dado para as autoridades e população das províncias da Lunda Norte, Lunda Sul, Huambo, Bié, Huíla, Moxico, Cunene e Cuando Cubango, no sentido de tomarem medidas de precaução e segurança. O boletim meteorológico…

Leia mais

MPLA elogia o… MPLA

O Bureau Político do MPLA, partido no poder em Angola há 44 anos, recomendou hoje aos órgãos de defesa e segurança “medidas adequadas à manutenção da ordem pública e estabilidade social”, face aos assaltos registados nos últimos dias em Luanda. Ou seja, cumprindo ordens do Presidente do partido, João Lourenço, querem uma outra “Operação Resgate”, mais musculada e letal, para acabar com a gangrena que o próprio MPLA criou. O comunicado final da quarta reunião ordinária do Bureau Político do MPLA, orientada hoje pelo líder do partido, João Lourenço, analisou…

Leia mais

MPLA vai… “quantificar
a problemática” da seca

Mais de 1,3 milhões de pessoas são afectadas pela seca em quatro províncias no sul de Angola, mas o Projecto de Quantificação da Problemática da Seca no Sul de Angola vai recorrer a métodos inovadores. Aliás o próprio nome do projecto é de se lhe tirar o chapéu: “Quantificação da Problemática”. O Projecto de Quantificação da Problemática da Seca no Sul de Angola, lançado esta quarta-feira, em Ondjiva, capital da província do Cunene, a mais afectada pela seca, pelo Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN) do Ministério das…

Leia mais

Brinde aos Sukhoi que vão combater a… seca e a fome!

A Rússia já completou a entrega de todos os aviões de combate SU-30K a Angola (certamente adaptados para combater a seca, o desemprego e a fome), disse o director do Serviço Federal para a Cooperação Militar-Técnica da Rússia, Smitry Shugaev à margem da cimeira Rússia/África em Sochi. “C ompletámos a entrega dos nossos SU-30K jactos de combates a Angola”, disse Shugaev sem dar outros pormenores. O contrato foi mencionado pela primeira vez em 2013 e, segundo notícias então publicadas, envolvia 12 ou 18 aviões mas nunca foram dados pormenores concretos…

Leia mais

Fome em Angola? Hum!

“Angola é um dos países que conhece de perto o efeito das alterações climáticas, já que as populações das três províncias mais a sul (Cunene, Huíla e Namibe) viram o efeito das secas cíclicas agravarem-se nos últimos quatro anos”, afirma a Amnistia Internacional (AI), organização que, entretanto, vai dirigir uma carta (veja aqui o seu conteúdo) ao Presidente João Lourenço sobre este assunto. “C ontudo, afirma a AI, as comunidades rurais que aí sobrevivem conseguiam mitigar os efeitos dessas secas através das pastagens comunitárias, uma prática geracional do qual depende…

Leia mais