Falta (mesmo) quase para… pouco!

O satélite angolano de telecomunicações geoestacionário (Angosat-2), em construção pela AirBus Defence and Space, entrará em órbita dentro de 17 meses, anunciou, em Luanda, o director geral do Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN), Zolana João. Se não se perder no caminho… O responsável prestou esta informação quando falava sobre o estado do Angosat-2, durante o webinar sobre “Angosat-2, benefícios económicos para a melhoria da vida das populações”, na “sexta-feira das TICs”, realizada pelo Ministério das Telecomunicações, Tecnologia de Informação e Comunicação Social. De acordo com o director,…

Leia mais

Viva o Ango(fome)Sat-2!

O satélite do MPLA, Angosat-2, produzido na Rússia, deverá ser enviado para o espaço (calendas gregas) a partir de Baikonur em Março de 2022 após o satélite antecessor ter perdido o contacto com a Terra, mau grado os esforço feitos pelos dois últimos representantes de Deus em Angola: José Eduardo dos Santos e João Lourenço. Em Outubro, a empresa Sistemas Informacionais de Satélites Reshentev enviará o módulo de carga do satélite para a Europa para que o mesmo receba os seus equipamentos. Enquanto isso, o satélite já tem prazo de…

Leia mais

“Ngola Digital” reduz a mortalidade infantil

Pelo menos 81 escolas angolanas vão passar a ter salas de informática com ligação à Internet, no âmbito do “Ngola Digital”, um programa do Governo angolano que visa aumentar a literacia digital e tapar o Sol com uma peneira esburacada… durante a noite. É obra! A informação foi transmitida hoje pelo secretário de Estado para as Telecomunicações e Tecnologias de Informação de Angola, Manuel Oliveira, no final de cerimónia de inauguração de três salas de informática em escolas de Luanda. No âmbito do programa “Ngola Digital”, coordenado pelo Ministério das…

Leia mais

Angosat, arroz e feijão

A empresa russa Energia Space Rocket anunciou hoje que, por decisão do Governo do MPLA, vai fornecer toneladas de alimentos aos milhões de pobres de Angola. Será? Não, não é. A empresa anunciou sim o desenvolvimento do satélite de telecomunicações angolano Angosat-2 que foi adjudicado à Reshetnev Information Satellite Systems, seguindo a indicação do Governo de Angola. De acordo com a agência de notícias russa TASS, que cita o relatório sobre as contas de 2019, a Energia Space Rocket anunciou que “durante o plano de trabalho, o cliente estrangeiro apresentou…

Leia mais

Do Hubble ao Angosat

O telescópio espacial Hubble, que abriu janelas para o Universo ao revelar galáxias, estrelas e planetas como nunca antes vistos, foi lançado há 30 anos, mas o aniversário, na sexta-feira, é ensombrado pela pandemia da Covid-19. Crê-se, aliás, que o primeiro satélite angolano, o Angosat-1, um investimento do Estado superior a 320 milhões de dólares, perdeu-se no espaço depois do seu lançamento em Dezembro de 2017 graças a esta espécie de coronavírus… Em tempo de confinamento em casa, a Agência Espacial Europeia (ESA), que opera o telescópio com a congénere…

Leia mais

Nanismo megalómano

Oradores da Web Summit de Portugal vão participar no Fórum e Exposição Global de Tecnologias de Informação e de Comunicação, ANGOTIC 2020, que decorre de 11 a 13 de Junho, em Luanda, anunciou hoje a organização. Por outro lado, o Governo considerou que a entrada de novos prestadores de serviços das telecomunicações vai concorrer para a “melhoria dos serviços” prestados e trará um “impacto significativo sobre os custos” dos atuais serviços no país. Satisfeitos continuam os 20 milhões de pobres que a todo o momento vão anunciar que já conseguem…

Leia mais

Angosat 1 falhou. 2 está em fabrico. 3 já tem contrato!

O Governo angolano assegurou hoje que o segundo satélite do país, Angosat-2, em construção a 50% e que deve ser lançado em órbita em 2022, “é o primeiro satélite africano de última geração, alto débito e alta capacidade”. O primeiro satélite, o Angosat-1, um investimento do Estado angolano orçado em 320 milhões de dólares (290 milhões de euros), perdeu-se no espaço depois do seu lançamento em Dezembro de 2017. “O Angosat-2, conforme foi dito pelo senhor ministro em Dezembro, está ao nível de cerca de 50%, mas o que não…

Leia mais

MPLA vai… “quantificar
a problemática” da seca

Mais de 1,3 milhões de pessoas são afectadas pela seca em quatro províncias no sul de Angola, mas o Projecto de Quantificação da Problemática da Seca no Sul de Angola vai recorrer a métodos inovadores. Aliás o próprio nome do projecto é de se lhe tirar o chapéu: “Quantificação da Problemática”. O Projecto de Quantificação da Problemática da Seca no Sul de Angola, lançado esta quarta-feira, em Ondjiva, capital da província do Cunene, a mais afectada pela seca, pelo Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN) do Ministério das…

Leia mais

Ministro “telstariano” é um seguro de vida para o MPLA

No dia 22 de Fevereiro de 2017, o Governo angolano (que outro poderia ser?) aprovou, em reunião do Conselho de Ministros, a estratégia do sistema de pagamentos móveis, que permite aos cidadãos realizar essas operações através de um telemóvel. Recordam-se? Em declarações à imprensa no final da reunião, o ministro das Telecomunicações, o “telstariano” José Carvalho da Rocha, disse que o decreto presidencial que aprova o sistema de pagamentos móveis de Angola foi aprovado com o objectivo de se colocar à disposição da população mais um sistema de pagamento assente…

Leia mais

Angosat 1 falhou. 2 está em fabrico. 3 já tem contrato!

Crise? Onde? Em Angola não é, com certeza. João Lourenço já a exonerou. A comprová-lo está o facto de o Presidente já ter aprovado o contrato comercial de construção, lançamento e colocação em órbita do satélite de observação da terra, o Angosat-3, segundo um despacho presidencial publicado no Diário da República. No despacho 62/19, datado de 8 de Maio, João Lourenço autoriza o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação a assinar o contrato, bem como a tratar de “toda a documentação relacionada com o projecto em nome e em…

Leia mais