Acordo do Alto Kauango obrigou à assinatura do Acordo de Bicesse

A imprensa nacional e do regime do MPLA, bem como a imprensa internacional (nomeadamente a portuguesa) submissa ao regime do MPLA, continua a ter memória curta e, por isso, esquece aquele que foi o primeiro Acordo de Paz, assinado entre as tropas da UNITA e do Governo, a 19 de Maio de 1991, e pelo jornalista William Tonet que mediou as negociações. Foi no Alto Kauango e antecedeu o Acordo de Bicesse. Por Orlando Castro O Acordo do Alto Kauango foi um acordo importante entre angolanos. William Tonet, que estava…

Leia mais

Durão Barroso e MPLA juntos contra William Tonet

Enquanto – sob a mediação do então Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação de Portugal e grande amigo do MPLA, Durão Barroso – as delegações políticas do MPLA e da UNITA debatiam na Escola Superior de Hotelaria e Turismo de Estoril (Portugal), com todas as mordomias, o futuro de Angola, no terreno da guerra, William Tonet conseguia calar as armas e sentar à mesma mesa o general Ben Ben (UNITA) e o coronel Higino Carneiro (MPLA). Os três assinaram o Acordo do Alto Kauango a 19 de…

Leia mais

Mukanda para João Lourenço

No dia 19 de Maio de 1991, no Alto Kauango, província do Moxico, foi assinado o primeiro acordo para a paz em Angola, entre o Governo e a UNITA, então movimento rebelde. São pouco referenciados, mas o Acordo de Kauango foi o primeiro e único mediado por um angolano, o jornalista William Tonet, que na altura era correspondente da Voz da América. Por Orlando Castro Jurista, docente universitário, fundador e director do jornal “Folha 8”, William Tonet conta como surge na pele de mediador das negociações entre o Governo e…

Leia mais

Falar de paz menorizando Cabinda

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, orienta, amanhã, em Cabinda, em representação do Chefe de Estado (não nominalmente eleito, tal como ele), o acto central alusivo ao 19º aniversário dos chamados Acordos de Paz que fizeram calar as armas e aumentar o número de pobres, hoje são 20 milhões. Em Novembro de 2017 o Presidente João Lourenço visitou Cabinda. A lata de assinalar este 4 de Abril em Cabinda não pode deixar de suscitar algumas reflexões pertinentes, sobretudo para quem procura de forma honesta e objectiva entender o problema…

Leia mais

Réquiem pelo 4 de Abril

João Lourenço, Presidente da República de Angola (não nominalmente eleito), igualmente Presidente do MPLA (partido no Poder há 45 anos) e Titular do Poder Executivo, considerou hoje que Angola “ressuscitou das cinzas para a vida” no dia 4 de Abril de 2002, data que o país registou o fim da guerra, sendo “obrigação de cada angolano proteger essa vida”. Ou seja, segundo João Lourenço, cabe a cada angolano fazer o que o primeiro presidente e herói nacional do MPLA, Agostinho Neto, não fez em 27 de Maio de 1977 quando…

Leia mais

Bitacaia no pé ou espinha na garganta?

O ex-chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas (CEMGFAA), Francisco Pereira Furtado, considerou hoje estável a situação político-militar do país, apesar de ser necessário “solucionar um pequeno detalhe da província de Cabinda”. Francisco Pereira Furtado dissertou hoje sobre o tema “A Paz como Factor Imperativo para a Estabilidade e Desenvolvimento de Angola”, na abertura das jornadas patrióticas alusivas ao 4 de Abril, Dia da Paz e da Reconciliação Nacional, promovida pelo Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas. Em bom rigor factual registe-se o dia 4 de Abril (de 2002),…

Leia mais

Morreu o General Chilingutila

O antigo Chefe do Estado-Maior das FALA, braço armado da UNITA e Vice-Ministro da Defesa Nacional no âmbito do GURN, General Demóstenes Amós Chilingutila, morreu na manhã de hoje, domingo, na Província do Huambo, vítima de doença, aos 73 anos de idade. Foi um dos Angolanos presentes na assinatura do Acordo de Alto Cauango realizado em 19 de Maio de 1991 entre as forças então beligerantes das FALA e das FAPLA, mediado por William Tonet e que veio a ser a base para o Acordo de Bicesse. Do texto do…

Leia mais

Está na hora, Adalberto!

Adalberto da Costa Júnior, no primeiro encontro enquanto líder da UNITA com o Presidente angolano, João Lourenço, pediu a devolução do património do seu partido, “nunca cumprida”, e que estava prevista nos acordos de paz (rendição). “Foi uma boa conversa, uma conversa aberta a que esperamos dar continuidade futura no sentido de criarmos confiança e diálogo, mesmo quando possa haver leituras divergentes, para que tenhamos oportunidade de encontrar momentos de aproximação”, disse Adalberto da Costa Júnior, após a longa audiência de cerca de hora e meia na Cidade Alta, em…

Leia mais

Situação em Angola preocupa Embaixador da Paz

O Embaixador para a Paz Mundial, João Kanda Bernardo, manifesta-se preocupado com os acontecimentos que têm marcado a sociedade angolana nos últimos tempos e toma medidas de prevenção de conflitos. Para além de contactos feitos recentemente junto de gabinetes de chefes de governos de três potências mundiais, o Embaixador Kanda foi também recebido nesta terça-feira 03.11.2020, pelo Ministério das Relações Exteriores da Alemanha, apesar de o país ter entrado outra vez em quarentena. Durante a audiência ocorrida no Ministério alemão, o “Pacificador Universal” e o seu homólogo abordaram também a…

Leia mais