Em Cristo, somos mais que vencedores!

O ano 2020 chegou ao fim. Há cerca de um ano, projectava-se no nosso horizonte a imagem de um ano bom, belo, equilibrado (2020), justo e próspero. Suscitou grande optimismo, muitas esperanças, excelentes perspectivas. Mas acabou por se revelar um péssimo ano de luto, tristezas, dores, lágrimas, doenças (a pandemia da Covid-19), incerteza, crise, desespero… Por Francisco Luemba Agora, preparamo-nos para 2021. À primeira vista, as perspectivas não parecem muito boas. Mas anima-nos a esperança, a confiança e a fé na Bondade e Misericórdia de Deus. Para muitos, a esperança…

Leia mais

Vilanagem até dizer… basta!

O Presidente de Angola, Presidente do partido no Poder há 45 anos (o MPLA) e Titular do Poder Executivo, João Lourenço, disse hoje que o ano de 2020 foi “de muito sofrimento”, mas acrescentando que “uma luz de esperança já se vislumbra no horizonte”, augurando que 2021 seja da retoma da economia angolana. João Lourenço dirigiu hoje uma mensagem de fim de ano à nação, na qual considerou que o ano que finda “não foi bom, não foi generoso para com ninguém”, lembrando que prejudicou a vida familiar e profissional…

Leia mais

Mensagem de Ano Novo
do “Presidente Emérito”

«Caros compatriotas, razões independentes à minha vontade me mantiveram longe do país durante os últimos meses. Para todos nós Angolanos, homens e mulheres, jovens e idosos, independentemente da religião ou da filiação política que possamos ter, este período de início de ano é o tempo do balanço, mas também das promessas e das resoluções para o futuro. Apesar da distância, tenho-vos sempre presente no meu coração, e os meus sentimentos e pensamentos estão convosco. Compartilho os vossos sofrimentos e vossas esperanças. Como militante engajado do meu partido e com sentido…

Leia mais

Um gozo mórbido

Há um ano o Presidente de Angola dirigiu aos angolanos uma mensagem de Ano Novo. João Lourenço, que é igualmente Titular do Poder Executivo e Presidente do MPLA, destacou a atenção prestada pelo Executivo ao sector social, particularmente à educação e saúde, no quadro da melhoria da qualidade dos serviços públicos. Ninguém estava à espera que João Lourenço falasse do total de 86% de crianças angolanas dos 0 aos 23 meses que estão privadas de uma alimentação adequada e que, nesta faixa etária, cerca de 75% estão igualmente privadas de…

Leia mais

Mensagem para sorrir mas (sempre) de barriga vazia

Eis, na íntegra, a Mensagem (comentada) de Ano Novo endereçada ao país, nesta segunda-feira, pelo Presidente da República de Angola (não nominalmente eleito), João Lourenço. Presume-se que o Presidente do MPLA (partido no Poder há 44 anos), João Lourenço, bem como o Titular do Poder Executivo, João Lourenço, subscrevam a mesma mensagem… Por Orlando Castro «Estamos próximos do fim de mais um ano, durante o qual voltámos a enfrentar e superar situações difíceis, derivadas de uma conjuntura interna e internacional de contornos críticos». É só meia verdade. As situações são…

Leia mais

Com fome e sem emprego, mas com o paraíso à vista

O Presidente de Angola dirigiu esta noite aos angolanos uma mensagem de Ano Novo. João Lourenço, que é igualmente Titular do Poder Executivo e Presidente do MPLA, destacou a atenção prestada pelo Executivo ao sector social, particularmente à educação e saúde, no quadro da melhoria da qualidade dos serviços públicos. Ninguém estava à espera que João Lourenço falasse do total de 86% de crianças angolanas dos 0 aos 23 meses que estão privadas de uma alimentação adequada e que, nesta faixa etária, cerca de 75% estão igualmente privadas de uma…

Leia mais

Pobres (20 milhões), Natal, crise, sistema, angolanos

“Mano como é o Natal”? “Nada. Está mal! O salário ainda não acabou de cair. Está fraco. É só viver mesmo assim, na graça de Deus, porque bacalhau e o resto é só p’ra eles, mesmo”… Assim terminou o bate papo, entre amigos. Por William Tonet A maioria dos autóctones angolanos viveram as piores festas do 25 de Dezembro, popularmente conhecidas como de Natal, neste 2017 e passarão de igual forma o final de ano, quando no ar pairava um sentimento de esperança e muita expectativa, face à eleição do…

Leia mais