Uma Constituição para servir e não para (dela) se servirem

Ao pensar sobre a Constituição de um país, isto é, na principal fonte de poder legal da nação, muitas pessoas pensam que é uma matéria bastante complexa e de difícil compreensão, e que só é reservada aos constitucionalistas e a alguns iluminados. No entanto, as estruturas constitucionais, vistas numa escala menor, do que as das nações, podem ser vistas como as regras básicas de uma grande empresa ou sociedades desportivas para estruturar a sua organização. Pode-se até dizer que muitas famílias têm a sua própria pequena constituição, estabelecendo regras que…

Leia mais

Manifesto contra um governo desgovernado

Há um governo desgovernado algures. Pode ser o daqui mesmo, nunca se sabe. Um governo desgovernado é aquele que governa de maneira desgovernada, ou melhor, aquele governo que simula governar, mas no fundo desgoverna. Do ponto de vista prático, um governo com esta natureza não merece ostentar o nome de governo. É um desgoverno. Por Agostinho Gonçalves Professor, escritor e crítico literário Trata-se, na verdade, de um grupo muito fechado, uma organização política (geralmente criminosa) constituída para desviar os caminhos da prosperidade, ou seja, criada para impedir o desenvolvimento do…

Leia mais

Em Cristo, somos mais que vencedores!

O ano 2020 chegou ao fim. Há cerca de um ano, projectava-se no nosso horizonte a imagem de um ano bom, belo, equilibrado (2020), justo e próspero. Suscitou grande optimismo, muitas esperanças, excelentes perspectivas. Mas acabou por se revelar um péssimo ano de luto, tristezas, dores, lágrimas, doenças (a pandemia da Covid-19), incerteza, crise, desespero… Por Francisco Luemba Agora, preparamo-nos para 2021. À primeira vista, as perspectivas não parecem muito boas. Mas anima-nos a esperança, a confiança e a fé na Bondade e Misericórdia de Deus. Para muitos, a esperança…

Leia mais

Covid-19 deve ajudar a reflectir, agir e reagir

O coronavírus veio destapar muitas debilidades governativas, sendo a mais importante a de não ter aprendido nem com os (muitos) erros, nem com as (muitas) situações anteriores de dificuldades ou fenómenos de epidemias temporárias, que o país viveu e enfrentou, em algumas, com sucesso e galhardia do pessoal da saúde, que contou com a solidariedade da sociedade. Por William Tonet Num momento delicado que exige a união de todas as forças e segmentos da sociedade no combate sem tréguas a um inimigo, invisível internacional, é hora de perguntar onde está…

Leia mais

“Estás com o José
ou com o João?”

Um amigo do Luvemba, esteve no final de semana (12.10.19), em minha casa e, de repente, colocou a seguinte questão: – “Mano, estás com quem? Com o José ou com o João?” Atónito, respondi: “Com a democracia de viés africano”! “Por isso ele não te convidou, no Palácio, aquando da sociedade civil e não vai deixar de te perseguir. Mano deves estar com o João Lourenço, ele precisa da tua ajuda”, asseverou. Por William Tonet Infelizmente, a convicção de liberdade, não me permite seguir homens, principalmente, quando investidos de super-poderes.…

Leia mais

O que é ser um bom líder?

Um ser humano, descomprometido com vaidades umbilicais, com capacidade de mobilizar com persuasão da palavra e gestos nobres é um verdadeiro Homem livre. O líder não precisa de se blindar com armas, canhões, soldados porque lhe basta estar blindado pelo exemplo, coerência e desapego ao poder absoluto. Um verdadeiro líder não contrai a “Peste Bajulice”, vacina-se antecipadamente, com a vacina dos “Contrários”, por detestar e assumir-se contra a bajulação. O verdadeiro líder compromete-se apenas com a justiça, o bem comum, a boa gestão da coisa pública, as liberdades e a…

Leia mais

Boas Festas para todos
que vivem para… servir

A importância de ser na família onde deve ser criado e desenvolvido o respeito pelos valores e serem preparadas as crianças para os desafios do futuro foi destacada em 2017, em Luanda, pela primeira-dama de Angola, Ana Dias Lourenço. Tem toda a razão. Mesmo sabendo-se que Angola tem números assustadores na mortalidade infantil, mesmo sabendo-se que temos 20 milhões de pobres. A primeira-dama falava para 700 crianças de 22 centros, entre lares de acolhimento e de igrejas da província de Luanda, que participaram numa festa de Natal denominada “A roda…

Leia mais

Nobel da dignidade

O Prémio Nobel da Paz de 2018 foi atribuído ao médico congolês Denis Mukwele e à sobrevivente yazidi, Nadia Murad, pelos “esforços para acabar com a violência sexual como uma arma de guerra”. O médico Denis Mukwege dedicou sua vida à defesa de vítimas de violência sexual em tempo de guerra no Congo. A yazidi Nadia Murad foi vítima de violência sexual, tendo fugido e contado a sua história e a de muitos outros. Hoje foram ambos distinguidos com o Nobel da Paz, pelos “esforços para acabar com a violência…

Leia mais