Povo gosta dos “Marcelos”

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, levou hoje mais de duas horas a saudar o povo do Lubango, percorrendo lentamente os 11 quilómetros entre o aeroporto e o centro da cidade, onde foi recebido por uma multidão. Tal como, no tempo colonial, aconteceu com o seu “padrinho” Marcelo (Caetano). “E u vim quase sempre no estribo do automóvel, vim do lado de fora, a agradecer, porque ao longo do caminho havia milhares de pessoas”, descreveu Marcelo Rebelo de Sousa, quando finalmente chegou à sede do Governo Provincial da Huíla,…

Leia mais

Como se já não bastasse
a seca da incompetência!

Mais de um milhão de angolanos estão a ser afectados gravemente pela seca que perdura há quase dois anos no sul do país, alertou um responsável do Programa de Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional em Angola (FRESAN). Tal como os portugueses queriam vender limpa-neves para Luanda, talvez os árabes nos possam vender (a bom preço, é claro!) um sistema de transformação da areia do deserto do Namibe em… água, ou uma versão do já aprovado método de dessalinização. Segundo um estudo do FRESAN, a situação de…

Leia mais

E o suspeito que se segue é…

O director do Gabinete de Comunicação Institucional (GCII) do Governo da Huíla, Jaime Lepe Lombe, encontra-se em prisão preventiva na penitenciária do Lubango, pelo suposto envolvimento em crimes de peculato e associação criminosa. Segundo a Angop, em causa está o desvio de 14 milhões de kwanzas (41,2 mil euros), de um total de 29 milhões de kwanzas (85,3 mil euros) destinados à campanha de gestão da imagem publicitária do governo da província. Antes de ser encaminhado para a penitenciária, Jaime Lombe, director do GCI há dez anos, foi interrogado durante…

Leia mais

MPLA inventou agora o que
os Tugas já faziam em… 1958

O governador da província da Huíla, João Marcelino Tyipinge, apelou hoje ao Presidente João Lourenço para a construção de represas e barragens como forma de minimizar as consequências da seca que afecta o sul de Angola. Nova descoberta da pólvora? Para o MPLA, sim. Mas é a mesma que os portugueses já tinham descoberto em 1958… O apelo foi feito no Lubango, capital da província da Huíla, na abertura da sétima reunião ordinária da Comissão Económica do Conselho de Ministros, orientada pelo chefe de Estado, a terceira descentralizada da actual…

Leia mais

São milhares os escravos
abandonados em Tchavola

Desde 2010 que mais de três mil famílias na província da Huíla sobrevivem em cubatas de chapa na mata da Tchavola, para onde foram compulsivamente atirados depois de ilegalmente desalojados das suas residências. O nome Tchavola diz muito sobre a zona onde estão: podre, traduzido para português. Por Sedrick de Carvalho O F8 conversou com alguns membros da comissão de moradores da comunidade da Tchavola, a comunidade dos “jogados e esquecidos no lixo pelo governo angolano”, segundo Francisco Chacola, membro da referida comissão. Num processo de desalojamento forçado, com recurso…

Leia mais

Estádio da Tundavala está a… saque

Pelo menos dois dos quatro campos construídos em Angola para albergarem a 27ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN) que decorreu de 10 a 31 de Janeiro de 2010 encontram-se em mau estado de conservação. Depois da denúncia feita pelo F8 em Novembro dando conta da degradação do estádio nacional do Chiazi, em Cabinda, eis que agora é a vez do estádio da Tundavala. Orçada em aproximadamente 600 milhões de dólares a construção dos quatro campos, o estádio da Tundavala que custou 70 milhões de dólares, na província da…

Leia mais

Calamidade nacional para o sul

A UNITA defende que o Governo angolano deve decretar o “estado de emergência e calamidade nacional” no sul, face à seca e fome que atinge algumas províncias. A medida foi proposta pelo maior partido da oposição na sequência do XII congresso ordinário, que se realizou em Luanda, e tem vindo a ser abordada pelos deputados no âmbito da discussão, no Parlamento, do Orçamento Geral do Estado para 2016. Em causa está sobretudo a situação no Cunene, província com cerca de 87.000 quilómetros quadrados, afectada pela falta de chuva há vários…

Leia mais

Seca ameaça colheita agrícola na Huíla

Seca ameaça colheita agrícola na Huíla - Folha 8

A falta de chuva em algumas regiões da província da Huíla está a preocupar as autoridades locais ligadas ao sector da agricultura, que estiveram reunidas para avaliar a situação. S egundo o chefe de departamento do Instituto de Desenvolvimento Agrário na Huíla, Nguinamau Luzayawo, em Novembro e Dezembro do ano passado as chuvas caíram de forma regular. Contudo, durante o mês de Janeiro ainda choveu na província. O responsável, que se reuniu com os dirigentes municipais das Estações de Desenvolvimento Agrário, a estiagem está a provocar estragos às plantações de…

Leia mais

Huíla é a segunda província com mais habitantes

Huíla é a segunda província com mais habitantes

A província da Huíla ficou a conhecer hoje, dia 20, os primeiros resultados provisórios do Censo Geral da População e Habitação 2014. Tem 2 milhões e 400 mil habitantes, qualquer coisa como 10 por cento do total de habitantes de Angola. Só o Lubango conta com mais de um milhão de habitantes. Para Amélia Judite, secretária provincial da UNITA, citada pela Voz da América, a partir de agora os gestores públicos poderão deixar de trabalhar na base de suposições: “Até este momento, o nosso país foi governado com suposições e…

Leia mais

Pesca e tiro é com a malta do Huambo

Pesca e tiro é com a malta do Huambo

Os competidores da província do Huambo dominaram a 7ª edição do torneio internacional de pesca de tigre e tiro aos pratos, disputado nas margens do rio Kuvango, na província da Huíla. Por equipa, sagrou-se vencedor o Quilombo II do Huambo, relegando para a 2ª e 3ª posição as equipas do Kifarro do Lubango e Mumba Lodje do Kuvango. Albano Sérgio, do clube de tiro e pesca do Huambo, foi o melhor classificado, seguido pelo seu colega de equipa Alberto Belchior. Céu Gomes, da província da Huíla quedou-se na 3ª posição. O russo…

Leia mais