MANGUEIRA PRODUZ… TOMATES

O governo do Namibe pretende nos próximos dois anos aumentar a sua influência na produção e comercialização do tomate, que actualmente corresponde a 60 por cento da safra nacional, prometeu hoje, domingo, o governador Archer Mangueira. Como se sabe, tomates é algo (ao contrário de nabos) quase inexistente na sociedade angolana. o apresentar o memorando sobre o desenvolvimento económico e social da província ao Presidente João Lourenço, o governador afirmou, em português, que actualmente o Namibe já abastece o país com 60 por cento do tomate produzido nos vales locais.…

Leia mais

TURISMO(FOBIA) JÁ DURA HÁ 49 ANOS

O ministro do Turismo, Márcio Daniel, sublinhou, em Moçâmedes, a necessidade de os agentes do sector serem mais pragmáticos, tendo em vista a transformação do potencial turístico em fonte de receitas. Pragmatismo é algo que governador do Namibe, Archer Mangueira, anfitrião nesta visita do ministro, não sabe o que é. egundo o governante, que falava à imprensa no quadro de uma visita de trabalho à província do Namibe, o país tem recursos, mas precisam ser impulsionados com ajuda de todas as forças vivas da sociedade para que o turismo seja…

Leia mais

ESTAMOS SAFOS. CHEGARAM… 29 TURISTAS!

Um navio cruzeiro denominado “CH Vega”, proveniente da Cidade do Cabo, África do Sul, atracou no Porto do Namibe com 29 turistas, que visitaram alguns pontos turísticos desta província. Não há dúvidas. O programa turístico do MPLA é um sucesso! Vice-governadora diz que falta pouco para a província ser uma referência do turismo… mundial. bordo da embarcação viajam turistas de nacionalidade portuguesa, norte-americana, australiana, russa e inglesa, que chegaram à esta província no âmbito do circuito turístico “Namibe-Tour”. Na recepção dos turistas, a vice-governadora provincial do Namibe para os Serviços…

Leia mais

CRIANÇAS E IDOSOS EXPLORADOS NO NAMIBE E HUÍLA

Nas províncias do Namibe e Huíla, crianças e idosos vindos de várias regiões do país estão a ser vítimas de trabalhos infantil e forçado nas fazendas, mercados informais e artérias das cidades das duas províncias, nomeadamente, Moçâmedes e Lubango. A revelação saiu da reunião de alto nível entre os governos provinciais do Namibe e Huíla que aconteceu hoje no município da Bibala. Por Geraldo José Letras a província da Huíla observa-se o aumento migratório de populações provenientes de várias regiões do país, entre as quais e em maioria, crianças e…

Leia mais

 “PEIXE SIM, PETRÓLEO NÃO”

O projecto do Executivo para a exploração de petróleo na costa marítima da província do Namibe causa manifestação popular no município do Tômbwa. Por Geraldo José Letras pesar de receber autorização da Assembleia Nacional por unanimidade para legislar sobre a extracção de petróleo na província do Namibe, João Lourenço, não encontra aceitação do povo que na tarde deste sábado, 13 de Janeiro, saiu às ruas para uma manifestação popular massiva. Com cânticos “xê… xê… xê, MPLA caiu”, “Peixe SIM, petróleo NÃO”, a população no município do Tômbwa desafiou as forças…

Leia mais

VIETNAMITA DETIDO POR PESCA ARTESANAL PREDATÓRIA

Cidadãos vietnamitas estão a causar a baixa captura de pescados no município do Tômbwa, província do Namibe, devido à pesca predatória e artesanal que estão a praticar em águas angolanas. Por Geraldo José Letras a manhã deste sábado, 13 de Janeiro, o Sub-Grupo Multissectorial para Vigilância Marítima, criada pela Administração Municipal do Tômbwa, província do Namibe, para combater a pesca predatória e artesanal na região, praticada principalmente por cidadãos asiáticos que estão a levar o município a baixas capturas do pescado, deteve um cidadão de nacionalidade vietnamita a bordo de…

Leia mais

UNITA PASSA A PENTE FINO PROBLEMAS SOCIAIS NO NAMIBE

No âmbito da deputação de proximidade os deputados do círculo provincial da UNITA no Namibe receberam nesta quarta-feira, 10 de Janeiro, em audiência, os representantes da Associação dos Pacientes Renais, o director do Gabinete Provincial da Saúde, os representantes do Sindicato de Trabalhadores dos Caminhos-de-Ferro de Moçâmedes (CFM), o representante dos Estudantes da Universidade do Namibe do curso de Navegação e Mecânica Naval, bem como os cidadãos prejudicados pelas empresas privadas com descontos salariais para a Segurança Social, porém, sem se reflectirem naquela instituição. Por Geraldo José Letras s representantes…

Leia mais

CIVICOP ESQUECE MAIS DE 600 CIDADÃOS MORTOS EM 1993

Na província do Namibe, os familiares dos mais de 600 cidadãos mortos em Janeiro de 1993, cujos cadáveres foram atirados e esquecidos em valas comuns localizadas nos municípios de Moçâmedes e Tômbwa, exigem que a CIVICOP (Comissão de Reconciliação em Memória das Vítimas dos Conflitos Políticos) lhes devolva os restos mortais e certidões de óbito para a realização de funerais condignos. Por Geraldo José Letras s restos mortais de mais 600 cidadãos que jazem em duas valas comuns localizadas uma no município de Moçâmedes e outra no Tômbwa, província do…

Leia mais

CRIMINOSO  “ALTAMENTE PERIGOSO” FOGE DA PRISÃO

As autoridades penitenciárias, da Polícia Nacional de Angola e dos Serviços de Investigação Criminal procuram desde as cinco horas deste domingo, 5 de Novembro, pelo paradeiro de Valeriano Bruno da Silva, mais conhecido por Bruno, dado como altamente perigoso que conseguiu fugir da Comarca do Namibe em circunstâncias que ninguém “quer explicar”. Por Geraldo José Letras aleriano Bruno da Silva, descrito como altamente perigoso, condenado a 14 anos de prisão pela prática de vários crimes e que já tem histórico de tentativa de fuga, conforme revelaram fontes do Folha 8,…

Leia mais

DE VOLTA À BACIA DO NAMIBE

Embora aprovado mesmo antes de ser… aprovado, a Assembleia Nacional de Angola aprovou, por unanimidade, projectos de lei que autorizam o Presidente João Lourenço a legislar sobre incentivos fiscais da concessão dos blocos petrolíferos 30, 44 e 45, na bacia do Namibe. ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, frisou na apresentação da proposta que os blocos petrolíferos 30, 44 e 45, localizados em águas profundas e ultraprofundas, a mais de 2.000 metros de profundidade, da bacia do Namibe, apresentam “uma complexidade operacional acrescida, associada a um elevado…

Leia mais