Um Executivo não deve adorar a boçalidade

Oh meu pai, hoje, levantei-me e pensei em ti, porque o teu chão, a tua terra, já não dá mangas e frutos livres, como na outrora colonial, “Lundamente” falando… Os teus húmus geram fome, desemprego, miséria, pese a força e o brilho dos diamantes, lá paridos, mas, infelizmente, levados para outras pradarias, pelos que se apresentaram como libertadores, revolucionários e nacionalistas, em 1975, mas em 2021, sem pejo, muitos acreditam terem-se convertido em capatazes do Ocidente, ladrões e corruptos, que, “camaradamente”, assassinam o sonho legítimo dos cidadãos, quando reivindicando uma…

Leia mais

Se exonero… existo!

O Presidente de Angola, João Lourenço, voltou hoje ao seu melhor: exonerou, por decreto, os secretários de Estado da Defesa, Águas e Obras Públicas, cargos para que foram nomeados em Outubro de 2017, indica hoje uma nota oficial. Se eu exonero, logo… existo, pensa – e muito bem – o também Presidente do MPLA e Titular do Poder Executivo. Segundo um comunicado da Casa Civil do Presidente, João Lourenço exonerou, a pedido do visado, Gaspar Santos Rufino (secretário de Estado da Defesa), e por “conveniência de serviço”, Luís Filipe da…

Leia mais

Para não afundar, regime
põe o Titanic no… deserto

O povo angolano tem, ou tinha, muita esperança, agora pouco importa, na alteração de algumas práticas com dezenas de anos e que conduziram o país, à revelia das mais elementares regras de – entre outras – equidade social, para a linha vermelha. Por William Tonet Aas promessas de implantação de mudanças pragmáticas, até agora ficamo-nos por elas mesmo, promessas, porquanto em muitos aspectos, as opções são piores do que as levadas a cabo na época do outro senhor, no que ao rigor se exige na gestão administrativa, na utilização criteriosa…

Leia mais

Ela atormenta JLo!
(Freud explicaria?)

O Presidente angolano, João Lourenço, revogou, alterou ou mudou a gestão de contratos e projectos aprovados pelo antecessor, José Eduardo dos Santos, no valor de 21.000 milhões de dólares, só nos últimos três meses. Projectos e contratos esses que mereceram a aprovação servil e, por isso, incondicional, de um dos mais emblemáticos ministros do anterior presidente. De seu nome, João Lourenço. De acordo com dados compilados pela Lusa, a primeira das alterações de fundo aconteceu com a publicação, a 2 de Abril, do despacho presidencial 37/18, através do qual o…

Leia mais

O Povo ainda não votou
mas o MPLA já… ganhou!

O MPLA, partido maioritário, no poder desde 1975, dirigido há 38 anos pela mesma pessoa, minimizou hoje o protesto apresentado pela UNITA à Assembleia Nacional, pela utilização dos órgãos estatais de propaganda na sua pré-campanha, que classificou, à boa maneira despótica, como “acusações melodramáticas”. A posição foi apresentada pelo primeiro vice-presidente da bancada parlamentar do MPLA, Pedro Sebastião, na discussão e votação do Voto de Protesto do grupo Parlamentar da UNITA, apresentado na última sessão plenária. No seu protesto, o líder da bancada parlamentar da UNITA, Adalberto da Costa Júnior,…

Leia mais

A indumentária de um rei nu

O Presidente Eduardo dos Santos defendeu hoje, em Luanda, a concertação mundial como solução para os actuais problemas da humanidade, em especial a queda dos preços das matérias-primas, como o petróleo. J osé Eduardo dos Santos discursava na habitual cerimónia de cumprimentos de ano novo do corpo diplomático acreditado em Angola, em que não participou o novo embaixador de Portugal, João Caetano da Silva, por não estar ainda acreditado no país. De acordo com José Eduardo dos Santos, a baixa dos preços das matérias-primas, em particular do preço do petróleo…

Leia mais