As casas entre Angola e Portugal

A língua em comum, o passado histórico e algumas raízes culturais ajudam a que todo o tipo de relações e cooperações entre Angola e Portugal se tornem possíveis e atraentes. A globalização, a liberalização dos mercados e acordos de cooperação bilaterais, entre Portugal e Angola, nas mais diversas áreas desde educação, saúde, tecnologia comércio, construção, entre outros tornam cada vez mais importantes as transações comerciais entre os dois países. Por Bruno Araújo Consultor Imobiliário Ao longo das décadas, as relações bilaterais, são classificadas como muito positivas e têm vindo a…

Leia mais

É (mais) fácil investir num país governado há 45 anos pelo mesmo partido

A Assembleia Nacional angolana aprovou hoje, na generalidade, uma proposta de lei com alterações pontuais à actual lei do investimento privado, para permitir negociar incentivos, facilidades e demais direitos aos investidores de elevados montantes, sobretudo estrangeiros. A proposta de lei que altera a lei do investimento privado foi aprovada com 175 votos a favor do MPLA, da UNITA, da CASA-CE, do PRS e da FNLA, nenhum contra e sete abstenções, de deputados independentes. Na apresentação da proposta de lei, o secretário de Estado para a Economia e Planeamento, Mário Caetano…

Leia mais

MPLA está a vender o país ao capital estrangeiro

O MPLA, definitivamente, com base na estratégia do seu presidente, João Manuel Gonçalves Lourenço, está a vender o país ao capital estrangeiro. É um crime contra a soberania angolana, principalmente por estar a ser em tempo de crise, onde os que detém poder e dinheiro se unem como uma verdadeira matilha de cães selvagens, para devorar os pobres, os 20 milhões de pobres. Por William Tonet O ano foi ali. Não volta! É passado. No fim da linha, ficou! E, quando mais se esperava, 2020, não “kandandou” (abraçou) 2021, com…

Leia mais

Ditadura já tem rosto identitário

O sistema nunca esteve tão ostensiva e desavergonhadamente comprometido em “assassinar” a finada ditadura gourmet de Dos Santos, na convicta disposição de privatizar o Estado, a favor do capital estrangeiro e da pequena clique ligada ao MPLA. Por William Tonet A aposta é dar o ouro ao bandido, garantindo da parte deste uma faustosa renda, depositada no estrangeiro, e a manutenção de um Poder efémero e decorativo que desabará tão logo os novos colonizadores estrangeiros, por exemplo libaneses com nacionalidade americana, cortem os fios que fazem a marioneta parecer ter…

Leia mais

Se a falta de vergonha
fosse vacina, a Covid-19
não entrava em Angola

Projectistas e consultores angolanos defenderam num estudo a separação entre o abastecimento, roboteiros e zungueiras, no combate ao novo coronavírus, medidas “muito simples” que se não forem adoptadas pode levar à morte de “muita gente”. Ao Governo (veja-se o que tem feitos nas últimas décadas) só interessam medidas complicadas pois é-lhe mais fácil arranjar desculpas para não resolver ou… resolver mal. O estudo foi elaborado pela Associação Angolana de Projectistas e Consultores (AAPC) e elenca um conjunto de cuidados e de regras para o combate ao novo coronavírus, Covid-19, em…

Leia mais

Angola está à venda!

Mais de 190 empresas públicas angolanas, 32 delas de referência nacional, serão privatizadas via Bolsa de Valores a partir deste ano para aumentar os níveis de eficiência, anunciou fonte do Ministério das Finanças. Essa dos níveis de eficiência tem piada. Lá vão os mesmos de sempre (do regime do MPLA) e o capital estrangeiro – mesmo que abutre – abocanhar a carne e deixar-nos os ossos… se não servirem para fazer farinha. Em Maio de 2018, o Governo previa privatizar 74 empresas públicas a médio prazo, sobretudo do sector industrial.…

Leia mais

Zungueiras à beira de um terrível ataque de nervos

Cerca de meia centena de zungueiras manifestaram-se hoje em Luanda contestando a impossibilidade de venderem nas ruas durante o mês em curso, tendo sido impedidas pela polícia, que não permitiu que chegassem ao Palácio Presidencial. Sim, que isso de manifestações junto ao Palácio é só naqueles países do terceiro mundo onde vigoram regimes democráticos. Em causa está a “Operação Resgate” (cada vez mais é uma “operação desgaste”), colocada em prática pelas autoridades angolanas a 6 de Novembro e que visa reforçar a autoridade, ou o autoritarismo, do Estado/MPLA em todos…

Leia mais

Na praça dos Correios de Luanda há (quase) tudo

Nos mercados informais de Luanda há de tudo à venda e alguns até se especializaram, como a praça dos Correios, com todo o tipo de peças para automóveis, novas e usadas, onde a regra é evitar perguntar a proveniência. Por Lusa Trata-se do maior mercado informal de acessórios de automóvel de Angola, junto ao centro da capital, e impressiona pela dimensão, com dezenas de vendedores e todo o tipo de peças, desde jantes a motores. Um negócio ameaçado pela proibição decretada pelo Governo, de venda de peças automóveis na rua…

Leia mais

Petróleo em alta,
kwanza em baixa

O Estado angolano encaixou mais de 1.000 milhões de euros em receitas fiscais com a exportação de petróleo em Junho, o valor mais alto, em moeda nacional, em quatro anos e meio, ainda antes da crise da cotação do petróleo. Bom sinal? Sim. Falta só saber se o Governo tem capacidade para fazer uma gestão competente do país ou se, como até agora, vai continuar dependente. A informação resulta de uma análise da agência Lusa ao relatório de Junho de 2018 do Ministério das Finanças, sobre as receitas com a…

Leia mais

Kwanza flutua e cai mas também… cai e flutua

O kwanza sofreu a segunda depreciação face ao euro este mês, acumulando uma perda superior a 33% desde a aplicação do regime flutuante cambial em Angola, em Janeiro, com taxas de câmbio formadas nos leilões de divisas. Esta depreciação, que foi mais acentuada em Janeiro e que em Fevereiro desceu para um ritmo de quase 1% por semana, foi confirmada por cálculos feitos a partir das taxas cambiais oficiais do Banco Nacional de Angola (BNA), de 1 de Janeiro e de 31 de Maio. Hoje, a taxa de câmbio média…

Leia mais