DIAMANTES EM ALTA E O REGRESSO DA “DE BEERS”

Angola arrecadou 1,7 mil milhões de dólares (1,575 mil milhões de euros) com a exportação de diamantes, em 2021, período em que produziu perto de 9 milhões de quilates de diamantes, anunciaram hoje as autoridades do sector. Entretanto, a sul-africana De Beers vai regressar a Angola e explorar diamantes nas províncias da Lunda Norte e Lunda Sul. Segundo o presidente do Conselho de Administração da Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama), José Ganga Júnior, a empresa perspectiva produzir 10 milhões de quilates em 2022. A meta da diamantífera estatal…

Leia mais

MILHÕES DE DÓLARES EM “PROJECTOS FALIDOS”

A dívida da Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama) com a banca angolana, decorrente de “projectos falidos”, rondava os 150 milhões de dólares (131 milhões de euros) e grande parte foi já amortizada, anunciou hoje a empresa. A informação foi avançada hoje pelo presidente do Conselho de Administração da Endiama, José Ganga Júnior, dando conta que o volume global da dívida era com o Banco de Fomento Angola (BFA), Banco Angolano de Investimentos (BAI) e com o Banco de Poupança e Crédito (BPC). Pelo menos 100 milhões de dólares…

Leia mais

“MÁFIA” DOS COMANDOS PORTUGUESES CHEGA AO PODER ANGOLANO

O Ministério Público (MP) de Portugal está a investigar eventuais ligações da “Máfia” dos Comandos portugueses colocados em missões da ONU na República Centro-Africana, a figuras da cúpula do poder em Angola, suspeitando de um elemento que integra um órgão da Presidência de João Lourenço. Em causa estão as ligações de um dos principais suspeitos em torno da rede de tráfico de diamantes, ouro e droga, um advogado identificado como Artur A. que terá participado na lavagem de milhões de euros em operações financeiras efectuadas entre Lisboa e Luanda. O…

Leia mais

Diamantes de Nhareia ainda brilham?

Dada a inexistência de uma verdadeira Polícia Nacional e do desaparecimento do Ministro do Interior, coube ao ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República de Angola, Francisco Pereira Furtado afirmar que a segurança nacional “vai bem”, mas admitindo preocupação com os níveis de criminalidade que o país regista. Francisco Furtado reagia, em declarações à agência Lusa, ao discurso sobre o Estado da Nação efectuado hoje pelo Presidente angolano, João Lourenço, na cerimónia de abertura do novo ano legislativo, que considerou uma “abordagem exaustiva” sobre…

Leia mais

Diamantes na… agro-indústria

A Endiama, diamantífera estatal angolana, e a RGS Holding, empresa privada, vão investir mais de quatro mil milhões de dólares (3,3 mil milhões de euros), em projectos agro-industriais em três províncias do leste de Angola. Espera-se, com a ingenuidade que nos é genética, que não aconteça com os projectos em que se investiram milhões para produzir mandioca e em que a colheita revelou a produção de carros. Na sua intervenção, no acto de assinatura do acordo, o ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás de Angola, Diamantino de Azevedo, disse…

Leia mais

Em Cafunfo continuam a morrer pessoas

O arcebispo de Saurimo, José Imbamba, denunciou hoje que na região de Cafunfo e em zonas de exploração diamantífera do leste de Angola “continuam a morrer pessoas”, responsabilizando os seguranças que protegem as minas, e pediu a “salvaguarda da vida”. Não mata a Polícia Nacional (do MPLA), mata a segurança (à qual o MPLA dá cobertura). É a continuação do forrobodó canibalesco dos cleptocratas. “Em Cafunfo, ainda continuam a morrer pessoas, nas zonas de exploração diamantífera ainda continuam a morrer pessoas, portanto os seguranças das empresas que defendem as minas…

Leia mais

Urge cafungar Cafunfo

No final de 2018, o então ministro das Relações Exteriores de Angola, Manuel Augusto, esclareceu (disse o Governo) perante as Nações Unidas, em Genebra, as medidas tomadas “que visam impedir a continuação de práticas que têm lesado profundamente” o país no quadro da “Operação Transparência”, parente chegado da “Operação Resgate”. Na altura, respeitando as superiores ordens, o Jornal de Angola do MPLA deu ao assunto o título: «Angola repõe a verdade na ONU sobre a “Operação Transparência”». Mais modesta, a Angop titulava: «Angola esclarece posição em Genebra». Segundo uma nota…

Leia mais

Académico português investigado por favorecimento de alunos dos PALOP

O advogado angolano Carlos Feijó é um dos visados no processo de investigação em Portugal que envolve o constitucionalista Jorge Bacelar Gouveia. Se houver ilicitude, analistas defendem retirada de títulos académicos. Por João Carlos (*) Jorge Bacelar Gouveia, professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa (UNL), está a ser investigado por suspeita de envolvimento numa alegada teia de corrupção. De acordo com o Ministério Público, o académico português terá facilitado a atribuição de doutoramentos a alunos de alguns Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), nomeadamente…

Leia mais

Rei (de)posto… todos são valentes

A empresária angolana Isabel dos Santos e o marido, Sindika Dokolo, foram alvo de dois relatórios sobre actividades suspeitas em 2013 nos Estados Unidos da América, noticia hoje o Expresso, no âmbito de uma “investigação” do Consórcio Internacional de Jornalistas. Todos sabiam (até mesmo João Lourenço, vice-presidente do MPLA e ministro da Defesa de Eduardo dos Santos) mas ninguém piava. Isso é que é coragem… Esta notícia surge no âmbito de mais de 2.000 documentos bancários confidenciais (“FinCEN Files”) obtidos pelo BuzzFeed News e partilhados com o Consórcio Internacional de…

Leia mais

Só nós é que… sabemos!

O presidente da República (não nominalmente eleito), Presidente do MPLA e Titular do Poder Executivo, João Lourenço, afirmou hoje que Angola tem mais para oferecer do que petróleo, gás e diamantes, destacando que o país deve explorar todos os seus recursos. Tem toda a razão. Pode, por exemplo, oferecer os melhores peritos em corrupção e incompetência ou um genocida (Agostinho Neto) responsável por milhares e milhares de mortos e que é considerado herói nacional. João Lourenço, que falava hoje na inauguração do novo Instituto Geológico de Angola, em Luanda, destacou…

Leia mais