Lágrimas de muita raiva

O belíssimo poema “Meninos do Huambo”, não é mais nada do que isso mesmo. Um belíssimo poema, infelizmente sem utilidade prática qualquer, uma mera utopia. Não que eu seja contra a poesia, muito pelo contrário, sempre que eu leio o “Testamento” de Alda Lara vêm-me lágrimas aos olhos. Por Carlos Pinho Professor da FEUP – Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Mas de facto olhando para esta foto, que mão amiga me fez chegar via Whatsapp, também me vêm lágrimas aos olhos, agora não de comoção, como na leitura…

Leia mais

Polícia do MPLA neutraliza manif de perigosos jovens

A polícia do MPLA, que supostamente deveria ser de Angola, dispersou hoje com gás lacrimogéneo mais de 200 estudantes e activistas que se manifestavam, em Luanda, contra a pretensão do Governo de cobrar propinas no ensino superior regular, a partir de 2020. Liberdade de expressão? Era bom se Angola fosse o que não é, um Estado de Direito. A manifestação ‘Propina Not’ ou ‘Propina Não’ juntou no Largo das Heroínas mais de duas centenas de jovens, que empunhando cartazes (provavelmente fabricados com material letal que indiciava a tentativa de um…

Leia mais

Tenhem qui pagar prupinhas

Oije mi disserem qui a Ministra du Incino Suprior, Siênça, Tecunulugia i Inuvassão vai mandar um ordem suprior pra ó brigar us istudante, dus univrecidades púbica, a pagar prupina nu prócimu ano. Por João Bento Melo Kangamba (*) U s pissoas istá chatiado mas num tenhem rezão. Eu já trêfunou pró Cumitê Central do MPLA a pidir um opinião. Elês mi disserem que a Ministra tenhe tudu o rezão pra ezigir u pagamento dus prupinas dus istudante univrecitáriu, pruquê u país istá muíto arrasca pra pagar os fiado do passado.…

Leia mais

UAN “fecha” entrada aos estudantes mais pobres

Mais de 20 estudantes angolanos manifestaram-se esta quinta-feira, em Luanda, contra a taxa de inscrição cobrada na Universidade Agostinho Neto, 4.000 kwanzas (11 euros), e pedindo intervenção das autoridades na “redução” no valor praticado este ano. Organizada pelo Movimento dos Estudantes Angolanos (MEA), os manifestantes tencionavam marchar até ao Ministério das Finanças, em Luanda, mas a pretensão, segundo contaram foi “democraticamente” “abortada pela polícia”, com argumentos de que “não deveriam marchar na hora normal do expediente”. Concentrados em frente ao Instituto Médio de Economia de Luanda, no centro da capital,…

Leia mais

UAN quer cobrar propinas

A Universidade Agostinho Neto (UAN), estatal e a maior instituição de ensino superior em Angola, quer passar a cobrar propinas aos estudantes, para ultrapassar várias as dificuldades que enfrenta, nomeadamente a conclusão do seu Campus Universitário de Luanda. A posição foi apresentada pelo vice-reitor da UAN para a Área de Gestão, Pepe de Gove, durante a visita efectuada, na segunda-feira, por deputados da VI comissão de Saúde, Educação, Ensino Superior, Ciência e Tecnologia da Assembleia Nacional. No encontro, o responsável informou os deputados que a instituição, que abrange a província…

Leia mais

Polícia (como sempre) impede manifestação de estudantes

Algumas dezenas de estudantes do ensino superior manifestaram-se hoje em Luanda, empunhando cartazes contra os “aumentos exorbitantes” nas taxas e propinas das universidades públicas e privadas angolanas, protesto que foi condicionado pela intervenção policial. P or outras palavras, a Polícia continua a cumprir ordens do Titular do Poder Executivo, José Eduardo dos Santos, corroboradas pelo Presidente da República (José Eduardo dos Santos) e planeadas pelo Presidente do MPLA (José Eduardo dos Santos), no sentido de que no reino só são permitidas manifestações democráticas a favor do regime. Nunca se sabe,…

Leia mais