Olha que não!

O activista Luaty Beirão disse hoje que a proibição da marcha prevista para quarta-feira, Dia da Independência de Angola, carece de fundamento legal e sublinhou que o governo também é obrigado a cumprir as leis. “Olha que não, olha que não”. Isso de o governo ter de cumprir a leis é só nas democracias, nos Estados de Direito. “N enhum dos argumentos apresentados pelo governo provincial [de Luanda] serve de justificação para impedir a manifestação, para além de que teriam 24 horas para o fazer”, disse à Lusa Luaty Beirão,…

Leia mais

Palavra de ditador não volta atrás

Multiplicam-se as manifestações de repúdio pelos actos de violência injustificada levados a cabo contra manifestantes pacíficos, bem como a exigência de que sejam libertados imediatamente. São disso exemplo a Friends of Angola (FoA) e o MIC – Movimento Independentista de Cabinda. Entretanto, Isaías Samakuva foi recebido em audiência concedida pelo chefe de Estado, João Lourenço, com quem analisou esta questão. O ex-líder da UNITA, maior partido da oposição (que o MPLA ainda permite que exista em Angola), Isaías Samakuva, pediu hoje ao Presidente João Lourenço que dialogue com a Direcção…

Leia mais

Tentativa de golpe de Estado?

A organização “Amigos de Angola” apelou hoje ao Presidente da República (também Presidente do MPLA e Titular do Poder Executivo), João Lourenço, para libertar todos os manifestantes detidos no protesto de sábado em Luanda, defendendo o fim da violência contra activistas. A marcha de sábado, convocada por activistas da sociedade civil, mas que contou com a adesão da UNITA e outras forças da oposição que o MPLA (no Poder há 45 anos) ainda permite que exista, visou reivindicar melhores condições de vida, mais emprego e a realização das primeiras eleições…

Leia mais

Porrada e pouca treta

O deputado e secretário provincial da UNITA em Luanda, Nelito Ekuikui, foi agredido pela polícia angolana numa manifestação e, segundo testemunhou o Folha, cerca de 50 jovens que participavam no protesto terão sido detidos. Detido está também o secretário provincial da JURA em Luanda, Manuel Epalanga. Nelito Ekuikui disse não ter havido nenhuma razão que justificasse a agressão e afirma ter sido retido durante cerca de uma hora, acusando as autoridades de “uso excessivo da força” e de estarem a cometer uma ilegalidade. “Disseram que a manifestação não pode ocorrer…

Leia mais

“Pra-Ja” é apenas porrada

Apoiantes de Albel Chivukuvuku foram nesta quinta-feira detidos e agredidos em Luanda por agentes da Polícia Nacional (do MPLA), quando tentavam marchar em protesto contra a terceira rejeição na véspera pelo Tribunal Constitucional (do MPLA) de legalizar o seu projecto político PRA-JA. O Tribunal Constitucional (uma das sucursais do MPLA) chumbou definitivamente e pela terceira vez o recurso interposto para a legalização do partido PRA-JA, o projecto político lançado em 2019 por Abel Chivukuvuku, alegando que as assinaturas dos subscritores não estariam em conformidade. De facto, reconheça-se, para que é…

Leia mais

Não haverá chocolates e rebuçados para ninguém

O ministro do Interior, Eugénio Laborinho (que em 1973, com 18 anos, fez o curso de professores do Posto), avisou hoje que a polícia angolana vai reagir de forma adequada ao comportamento dos cidadãos, mas não vai “distribuir chocolates e rebuçados” perante os actos de desobediência ao estado de emergência. Como em Cabinda, ou Benguela, polícias e militares vão distribuir porrada e roubar os bens dos populares. Eugénio Laborinho, que falava numa conferência de imprensa em Luanda, após a primeira semana de estado de emergência, decretado em Angola para (supostamente)…

Leia mais

Polícia do MPLA neutraliza manif de perigosos jovens

A polícia do MPLA, que supostamente deveria ser de Angola, dispersou hoje com gás lacrimogéneo mais de 200 estudantes e activistas que se manifestavam, em Luanda, contra a pretensão do Governo de cobrar propinas no ensino superior regular, a partir de 2020. Liberdade de expressão? Era bom se Angola fosse o que não é, um Estado de Direito. A manifestação ‘Propina Not’ ou ‘Propina Não’ juntou no Largo das Heroínas mais de duas centenas de jovens, que empunhando cartazes (provavelmente fabricados com material letal que indiciava a tentativa de um…

Leia mais

Em Luanda, fiscais roubam, violam e matam zungueiras

O cidadão quando ouve falar de fiscal, em Luanda (capital de Angola), associa (por longa e dolorosa experiência) sem pestanejar a actividade deste agente público, à de um reles bandido ou delinquente comum, com a diferença do primeiro portar um colete, com insígnias Fiscalização, cartão de identificação e andar numa carrinha oficial. Por Sílvio Van Dúnem e Victória Balundo Tirando estes elementos de identificação do Estado, a prática quotidiana é de autênticos bandoleiros que actual num não-Estado, como se fizessem parte de uma ampla organização mafiosa de malandros da ladroagem…

Leia mais

Tolerância (é claro!) não se aplica em Angola

Assinala-se hoje, 16 de Novembro, o Dia Internacional para a Tolerância, instituído pela Organização das Nações Unidas para a Educação (UNESCO), em reconhecimento da Declaração de Paris (França), assinada no dia 12 deste mês, em 1995, por 185 Estados. R eunida na sua 28ª Sessão da Conferência geral, em Paris, de 25 de Outubro a 16 de Novembro de 1995, a UNESCO decidiu instituir a efeméride com base na data do seu acto constitutivo, também adoptado a 16 de Novembro, mas de 1945. A declaração de princípios da UNESCO sobre…

Leia mais

Porrada forte e feia contra todos os que não são do MPLA

A Polícia de Angola, comportando-se mais uma vez como polícia do MPLA, carregou hoje forte e feio contra os manifestantes que exigiam, em Luanda, a libertação de 15 activistas detidos desde Junho. V ários feridos e muitas detenções são, para já, o saldo, de um intervenção policial e militar que mostrou como é fácil ser forte com os que, embora tendo razão, têm como única arma a liberdade de pensamento. O protesto concretizou-se pelas 16 horas, no Largo da Independência, com os jovens manifestantes gritando “liberdade” e a entrarem naquela…

Leia mais