MPLA FAZ TUDO PARA MATAR A IMPRENSA LIVRE

Thomas Jefferson disse que “se tivesse de escolher entre governo sem jornais e jornais sem governo, não hesitaria em escolher esta última”. Sem imprensa livre, não há democracia. A única excepção é Angola, onde o MPLA entende que a sua “democracia” se faz sem uma imprensa livre. Por Orlando Castro O ex-ministro da Comunicação Social angolano, João Melo, considerava, em 2019, que “ainda não houve tempo” para “progressos notáveis” de liberdade de imprensa, afirmando no entanto que houve “avanços inegáveis” da nova governação. Quem diria… Hoje o Folha 8 atingiu…

Leia mais

O exemplo do Sindicato dos Jornalistas de Portugal

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) de Portugal lamenta, em comunicado, que a proposta de Orçamento de Estado para 2022 tenha ignorado completamente as dificuldades da comunicação social e passado ao lado das propostas que o SJ apresentou em devido tempo, as quais pretendem o fortalecimento do jornalismo em Portugal, desta forma contribuindo para uma sociedade mais informada, mais atenta, mais vigilante, por consequência mais justa e igualitária. Eis o comunicado: «O sector da comunicação não teve qualquer apoio directo durante a pandemia, mesmo tendo sido fundamental na forma como tratou,…

Leia mais

Somos livres para estar de acordo (com o MPLA)

Escreve a VoA que jornalistas e fazedores de opinião em Angola não acreditam na liberdade de imprensa em ano eleitoral, a julgar pela contínua pressão do regime sobre os profissionais da classe. Nada de novo, portanto. Como o Folha 8 disse logo que João Lourenço tomou posse, e como dizia antes, Angola continua sem ter jacarés vegetarianos. Nos últimos tempos, as denúncias têm surgido de todos os lados de uma pressão cada vez maior do poder público para impedir que vozes que não as do Governo e do partido no…

Leia mais

Obrigado Sindicato dos Jornalistas (de Portugal)!

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) de Portugal felicitou os jornalistas Maria Ressa e Dmitri Muratov pelo prémio Nobel da Paz, que considera um justo reconhecimento da coragem que ambos demonstraram na luta pela Liberdade de Imprensa, ao exercer a profissão num contexto adverso, de pressões e ameaças à própria vida, mas também o reconhecimento da importância do Jornalismo na nossa sociedade. Os dois jornalistas foram distinguidos “pela corajosa luta pela liberdade de expressão nas Filipinas e na Rússia. Ao mesmo tempo, são representantes de todos os jornalistas que defendem este…

Leia mais

Jornalistas ganham Nobel da Paz

O Comité Norueguês do Nobel laureou os Jornalistas Maria Ressa e Dmitry Muratov “pelos seus esforços para salvaguardar a liberdade de expressão, que é uma condição prévia para a democracia e uma paz duradoura”. Essa de a liberdade de expressão ser uma condição prévia para a democracia… não se aplica, obviamente, a Angola, ao MPLA, organização que só está no Poder há 46 anos e para quem Jornalista bom é Jornalista morto. São excepção os “fazedores de propaganda” (a quem chamam jornalistas) formados, formatados e castrados pelo regime. Maria Ressa…

Leia mais

Rabo escondido com gato de fora

O secretário-geral do Parlamento angolano, qual perito dos peritos em informação e jornalismo, defendeu hoje que todos os deputados “têm igualdade de direito” no acesso aos órgãos de comunicação social, devendo os jornalistas abster-se de “fazer juízos de valor em relação à acção destes”. Ou seja, os jornalistas devem informar mas abster-se de formar os seus telespectadores, ouvintes ou leitores. Agostinho de Neri, que falava hoje na abertura de um encontro metodológico dirigido à imprensa, disse que a Assembleia Nacional “é uma casa, por natureza, de diferenças, onde a democracia…

Leia mais

Liberdade é sinónimo de morte

O activista angolano Domingos da Cruz, autor do livro “Angola Amordaçada – A Imprensa ao Serviço do Autoritarismo”, considerou hoje que Angola “não é uma democracia” e quem usa as liberdades no país “coloca em risco a vida”. Para Domingos da Cruz, também investigador e docente, debater em Angola se o país é, ou não, um Estado democrático de direito “é uma questão pueril, não faz sentido absolutamente nenhum e revela ausência de consciência crítica individual e também colectiva”. “Não se deve fazer este debate sobre a existência, ou não,…

Leia mais

Quem assina o óbito da ERCA?

O jornalista e conselheiro da Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (ERCA), Reginaldo Silva, lamentou hoje a limitada intervenção deste órgão, sendo a regulação dominada pelo Governo (MPLA), que tem tido, no último ano, “uma política de terra queimada”. Reginaldo Silva abordou hoje, em Luanda, a evolução da regulação da comunicação social numa conferência organizada pela Associação de Comunicólogos Angolanos, e criticou a falta de utilidade da ERCA neste campo, já que o poder regulatório continua a pertencer ao Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social. O jornalista…

Leia mais

Jornalismo é, apenas e só, ser verdadeiro

O presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, criticou hoje a “censura permanente” existente em Angola, que considerou estar na origem da intimidação (por parte de simpatizantes da UNITA) de jornalistas dos canais públicos, sublinhando que as ameaças não partiram da Direcção do partido. Adalberto da Costa Júnior, que falava à Lusa sobre as ameaças de que foram alvo jornalistas dos canais públicos do MPLA (supostamente públicos), TPA e TV Zimbo, que cobriam uma manifestação convocada pela UNITA, condenou as ameaças, “que não partiram da Direcção da UNITA”, mas lamentou…

Leia mais

Se intimidar não for suficiente…

O jornalista da Emissora Católica angolana Óscar Tito vai ser interrogado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por alegados crimes de “calúnia e difamação” ao ex-presidente da Comissão Provincial Eleitoral (CPE) do Cuanza Sul, após noticiar demissão do queixoso. A Emissora Católica noticia hoje que o seu jornalista, destacado na província do Cuanza Sul, foi intimado a comparecer na quinta-feira, 19 de Agosto, nas instalações da PGR junto do Serviço de Investigação Criminal (SIC), daquela província na sequência de uma notificação datada de 14 de Dezembro passado. Segundo o jornalista, a…

Leia mais