O amigo (americano) do MPLA

A extrema-direita europeia congratulou-se, em 2016, com a vitória do republicano Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos da América. O MPLA ficou contente. Ele era o “amigo americano” a quem o MPLA pagou a organização de um concurso de Miss Universo. Recordemos o que o Folha 8 escreveu no dia 9 de Novembro de 2016 com o título “E a trampa venceu”: «Líderes de partidos de extrema-direita de França, Reino Unido, Rússia, Holanda, Itália, Alemanha e Áustria e os neonazis da Grécia já manifestaram o seu agrado com…

Leia mais

A luta continua?

Martin Luther King terá dito que “O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”. “Terá dito”? Sim. Ao que parece, os peritos do MPLA (especialistas do mais reputado gabarito internacional) estão prestes a provar, comprovar e decretar que o verdadeiro autor dessa frase é António Agostinho Neto. Martin Luther King terá dito, isso sim, “não vamos perder tempo com julgamentos”… Regressemos ao mundo real. Luaty Beirão é (há quem corrija dizendo que… foi) um marco na luta pela democracia real em Angola. Provavelmente…

Leia mais

No Cuito Cuanavale só a derrota do MPLA foi certa

Ao trazer a questão da batalha do Cuito Cuanavale para o epicentro do seu julgamento, o general Zé Maria ressuscitou velhos fantasmas que, para além de porem os dirigentes do MPLA em pânico, já demonstraram que a História desta batalha não é a que oficialmente nos é contada pela cartilha oficial. Só por isso valeu a pena. Por Orlando Castro O Governo angolano que está no poder desde 1975 continua a fazer de todos nós uns matumbos e, por isso, teima em mandar enxurradas de mentiras contra a nossa chipala.…

Leia mais

23 de Março

O Ministro das “Ralações” Exteriores da Re(i)pública da Angola do MPLA, Manuel Augusto, anunciou que o nosso país irá receber a visita de vários presidentes da África Austral, para celebrar o “dia da libertação africana”. Esta iniciativa visa comemorar a “grande vitória na Batalha do Coito-Carnaval”, dia 23 de Março. Por Domingos Kambunji A História diz-nos que alguns dias após esse dia em que o MPLA anunciou a “grande vitória na Batalha do Coito-Carnaval, as FAPLAs levaram um enorme arraial de pancadaria na batalha que designaram por “Assalto Final”, quando…

Leia mais

Derrotados? Sim, é claro.
Mas com a barriga cheia!

A UNITA exigiu hoje a anulação do concurso para a quarta operadora de telecomunicações em Angola, acusando o ministro da tutela de ter alterado as regras de procedimentos, indicou hoje o grupo parlamentar do partido da oposição angolana. Tudo normal, portanto. Ou seja, o MPLA faz o que quer e a Oposição vai dizendo o que o MPLA deixa que diga. Num comunicado, o grupo parlamentar da UNITA, maior partido da oposição tolerada, exige também a responsabilização do ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, e…

Leia mais

CASA-CE rende-se e fala de desforra (talvez) em 2022

O líder da CASA-CE, Abel Chivukuvuku, admitiu hoje, em Luanda, a possibilidade de não ser deputado, “apesar de eleito”, afirmando que vai continuar “a servir Angola, fora do parlamento”. Quanto ao resto? O esperado. Comer e calar, não vá o MPLA zangar-se… A posição foi hoje expressa por Abel Chivukuvuku no final da III reunião ordinária do Conselho Deliberativo Nacional, na qual foi produzida uma declaração sobre as eleições gerais angolanas, onde a coligação se recusa a aceitar os resultados “ditados pela CNE (Comissão Nacional Eleitoral) em razão de os…

Leia mais

MPLA (pois claro!) reedita
tese do regresso à guerra

O cabeça-de-lista da UNITA às eleições gerais angolanas de quarta-feira, Isaías Samakuva, acusou hoje o MPLA de usar militares para intimidar os eleitores das aldeias, ao “espalharem a mentira” de que se votarem na UNITA regressará a guerra. É uma antiga estratégia que, como deu bons frutos para o regime, volta a ser reeditada. “P or toda Angola estão a dizer-vos que se votarem na UNITA vai haver guerra. Há grupos, ora de militares ora de civis, a andar pelas aldeias a intimidar o povo. Quem quer fazer mais guerra…

Leia mais

“Vão à merda!”

Cadeia? Tentem. Será um grande grito de liberdade. Se acharem que já só funciona a bala, então primam o gatilho e desencadearão o maior grito de liberdade. Saqueiam o país e esperam ser adorados ou bajulados pela população? Querem continuar a exigir silêncio sobre os vossos crimes? A minha resposta é simples: vão à merda! Por Rafael Marques de Morais (*) O regime do MPLA estremeceu com a publicação no Maka Angola dos resultados da sondagem eleitoral. Esbaforido, logo recorreu ao seu megafone de serviço, a Televisão Pública de Angola…

Leia mais

UNITA corta-lhe as asas
e quer que o Galo voe?

O porta-voz da UNITA, Alcides Sakala, disse ao Novo Jornal Online que a sondagem divulgada hoje que aponta para uma descida nas intenções de voto do partido para as eleições de 23 de Agosto “não merece credibilidade” e que foi organizada para “diminuir o ímpeto vitorioso” que o “Galo Negro” tem mostrado nesta campanha. Por Orlando Castro Como sempre tem acontecido, quem dá o corpo ao manifesto sãos os cidadãos mais ou menos anónimos, mantendo-se os partidos da oposição no recato dos seus gabinetes. Aliás é bem provável que a…

Leia mais

Não há crise que derrote o regime

O embaixador de Angola em Portugal, José Marcos Barrica, que a nível da elevadíssima intelectualidade do regime rivaliza com Luvualu de Carvalho, João Pinto e Bento Kangamba, considera que a crise económica e financeira em Angola é passageira. Como perito, Marcos Barrica diz que o país (ele queria dizer regime) vai superar as dificuldades e, por isso, sustenta que em Angola “não há crise que resista”. Para isso basta que, como acontece desde 1975, Angola seja o MPLA e o MPLA seja Angola. “Estamos seguros que podemos afirmar com confiança…

Leia mais