Implodir ou decapitar, eis a questão

A UNITA, o maior partido na oposição que o MPLA ainda (não se sabe por quanto tempo) permite, denunciou hoje um “plano macabro de implosão do partido, orquestrado pelo regime” e considerou que a proposta de alteração à Lei Orgânica das Eleições Gerais, iniciativa do MPLA (poder há quase 46 anos), “retira credibilidade” ao processo eleitoral. Num comunicado hoje divulgado, o comité permanente da Comissão Política da UNITA, denunciou um alegado “plano macabro de implosão da UNITA, orquestrado pelo regime, através do aliciamento dos seus quadros”. É claro que, se…

Leia mais