Ter memória é nunca esquecer

Dezenas de pessoas estiveram hoje presentes na abertura do Museu do Holocausto do Porto (Portugal) que, além de um equipamento cultural, pretende relembrar e informar sobre uma tragédia que “não se pretende que volte a acontecer”. Se Angola fosse, de facto, um país à procura de uma verdadeira reconciliação e um Estado de Direito, em Luanda teríamos um museu do holocausto de 27 de Maio de 1977. Mas não. O que temos é a veneração acéfala, mas oficial, ao genocida responsável pelos massacres (Agostinho Neto), considerado pelo MPLA como herói…

Leia mais

Luto na cidade do Porto?

O partido português Bloco de Esquerda (BE), rendido aos encantos do MPLA na versão João Lourenço, está a dar relevantes ajudas ao regime na defesa das teses de que, afinal, há jacarés vegetarianos e de que quem viu roubar, participou no roubo e beneficiou do roubo não é ladrão. E fá-lo continuando a abrir fogo sobre os membros do clã Eduardo dos Santos, desviando as atenções do facto de Angola estar cada vez mais perto da implosão. Assim, o BE disse em tempos que iria enviar a todos os grupos…

Leia mais

A luta continua. Tem de continuar

A Fundação Casa da Música é uma instituição de direito privado e utilidade pública instituída pelo Estado Português, Município do Porto (Portugal), a quem se juntaram os Fundadores Privados. É regida pelos estatutos definidos no Decreto-Lei nº18/2006 de 26 de Janeiro. O modelo fundacional foi considerado o mais adequado para potenciar os princípios da autonomia, flexibilidade, estabilidade e profissionalismo. O Folha 8, seja em que país for (muito mais se for um integrante da Lusofonia) nunca estará do lado dos opressores. Este texto está dividido em duas partes. Primeiro o…

Leia mais

Invictamente sempre com quem está (claro) no Poder

O Bloco de Esquerda (BE), rendido aos encantos do MPLA na versão João Lourenço, está a dar relevantes ajudas ao regime na defesa das teses de que, afinal, há jacarés vegetarianos e de que quem viu roubar, participou no roubo e beneficiou do roubo não é ladrão. E fá-lo continuando a abrir fogo sobre os membros do clã Eduardo dos Santos, desviando as atenções do facto de Angola estar cada vez mais perto da implosão. Assim, o BE diz que vai enviar a todos os grupos da Assembleia Municipal do…

Leia mais

Portugal deve considerar Isabel “persona non grata”

João Lourenço, ou seja o Governo de Angola, ou seja o MPLA, ou seja o Estado, afinal continua zangado com Portugal. Depois da batalha ganha com o “trunfo” Manuel Vicente, o objectivo agora é vencer a guerra. E o trunfo desta vez é Isabel dos Santos. Registe-se, no entanto, que João Lourenço ainda não deixou cair a máscara de democrata e de defensor de um Estado de Direito para, assim, declarar “guerra” a Portugal. Por Orlando Castro O processo, despacho, sentença que a PGR subscreveu contra Isabel dos Santos, é…

Leia mais

Namibe talvez regresse
aos bons velhos tempos

O Governo angolano aprovou um contrato de financiamento com o Development Bank of Southern África, no valor de 100 milhões de dólares (91 milhões de euros) para o projecto da Baia do Namibe, segundo um despacho presidencial. Será desta? Ou, mais uma vez, as redes vão chegar a terra sem peixe? Segundo o despacho, datado de 27 de Setembro, e agora publicado no Diário da República, o contrato destina-se a cobrir o pagamento inicial do Projecto Integrado de Desenvolvimento da Baía do Namibe (sul de Angola). Este projecto inclui a…

Leia mais

FLUP ajuda na lavagem dos crimes de Agostinho Neto!

A FLUP – Faculdade de Letras da Universidade do Porto (Portugal) realiza nos próximos dias 9 e 10, com o apoio da Fundação António Agostinho Neto, um colóquio intitulado “Agostinho Neto e os prémios Camões Africanos”. Durante o evento será igualmente assinado um protocolo entre a Fundação António Agostinho Neto (representada pela viúva, Maria Eugénia Neto) e a FLUP relativo à criação da Cátedra Agostinho Neto. Por Orlando Castro Este colóquio é, tão só, mais uma operação de branqueamento do passado tenebroso de Agostinho Neto. Segundo a FLUP, “para além…

Leia mais

Namibe, a seca e a fome

Bem mais do que um milhão de angolanos estão a ser afectados gravemente pela seca que perdura no sul do país, alertou um responsável do Programa de Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional em Angola (FRESAN) que é um projecto que se enquadra na convenção de financiamento assinado entre a União Europeia e Angola para apoio às províncias mais afectadas pela seca e ameaçadas pelos efeitos das alterações climáticas, nomeadamente o Cunene, Huíla e Namibe. Tal como os portugueses queriam vender limpa-neves para Luanda, talvez os árabes,…

Leia mais

Polícia Municipal do Porto selecciona quem multa!

O caso passou-se hoje, na cidade do Porto (Portugal) e envolveu agentes da Polícia Municipal (afecta à respectiva Câmara Municipal) e um cidadão angolano, e decorreu junto ao Centro Materno Infantil do Norte (CMIN), vulgo Maternidade Júlio Dinis. Por Norberto Hossi O cidadão angolano deslocara-se (viatura da foto) ao CMIN, juntamente com outros familiares, para visitar uma filha que ali estava internada. Dada a dificuldade de estacionamento, deixou os familiares à porta e foi procurar lugar para deixar a viatura. A dado momento o telemóvel toca e o condutor pára…

Leia mais

O fiado português, mesmo sendo pouco, é bem-vindo

O Presidente de Angola, do MPLA e Titular do Poder Executivo, João Lourenço, afirmou hoje no Porto que pretende “continuar a contar com as linhas de crédito portuguesas para o financiamento do tão desejado crescimento e desenvolvimento económico e social” do seu país. Mas há alguma dúvida? É só pedir e… zás! Fiado concedido e depositado no BESA, perdão, no BNA. Como muito bem sabe o exonerador de marimbondos, existe em Portugal um largo consenso político e partidário (inclui PSD, PS, PCP e CDS) de que é um dever patriótico…

Leia mais