Se a hipocrisia do FMI fosse comida… não havia fome no mundo

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou o desbloqueio de 487,5 milhões de dólares (401,3 milhões de euros) para Angola, quando o país continua igual ao que sempre foi, com excepção da pandemia de Covid-19, ou seja a registar fracas receitas na indústria petrolífera e sem conseguir fazer o que o MPLA promete há 45 anos: diversificar a economia. O FMI “concluiu a quarta revisão do programa económico de Angola, apoiado por um acordo alargado ao abrigo do Mecanismo de Financiamento Alargado”, o que “permite um desembolso imediato de (…) 487,5…

Leia mais

Os deuses do reino

O Presidente angolano criticou hoje quem está a tirar proveito político da actual situação mundial, “que não foi criada pela boa ou má actuação dos governos”, lembrando que as medidas adoptadas se destinam a salvar vidas. Afinal o que tem feito João Lourenço a não ser aproveitar politicamente a pandemia para justificar a incompetência governativa? Por Orlando Castro (*) João Lourenço expressou a posição numa mensagem à nação, durante uma cerimónia que serviu igualmente para homenagear categorias profissionais que se têm destacado na luta contra a pandemia de Covid-19. O…

Leia mais

Prisão preventiva para São Vicente

O empresário angolano Carlos São Vicente, genro do primeiro-presidente de Angola, Agostinho Neto, ficou hoje em prisão preventiva, por suspeita de crimes de peculato e branqueamento de capitais entre outros, revelou fonte da Procuradoria-Geral da República (PGR). Carlos São Vicente que foi hoje ouvido, pela segunda vez, durante cerca de sete horas na Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP), órgão afecto à PGR, foi conduzido para a cadeia de Viana, em Luanda. Em causa está uma investigação que envolve uma conta bancária de Carlos São Vicente congelada na…

Leia mais

Proteger e servir os dirigentes do MPLA

Os eufemismos da comunicação social do Estado, propriedade do MPLA, são demasiadamente hipócritas, porque não acreditamos que seja ingénua, na tentativa de lavagem da imagem da polícia nacional da Re(i)pública da Angola do MPLA. Ela diz que o dever da polícia é “proteger e servir” os cidadãos. Quererá dizer que é proteger e servir os cidadãos que são dirigente do MPLA? Por Domingos Kambunji Os sobas da polícia, que transitaram da anterior gerência do país e ocupam posições de topo na actual gerência ficaram famosos a reprimir, espancar selvaticamente, prender…

Leia mais

TVI cospe no prato onde comeu à grande

No dia 20 de Junho de 2020 foi difundida no Jornal das 8 da TVI uma notícia com o título, “PJ já confiscou mais de 300 milhões de euros a Isabel dos Santos”. A TVI é a televisão portuguesa que mais branqueia quem mais paga. Branqueou o MPLA de José Eduardo dos Santos mas, quando os cheques deixaram de chegar, passou a branquear o MPLA de João Lourenço que assumiu o custo da “avença”. A propósito de referida notícia, Isabel dos Santos emitiu o seguinte comunicado: «(…) As afirmações proferidas…

Leia mais

O(s) ovo(s) de Lourenço!

A pandemia provocada pelo novo coronavírus obrigou Angola a interromper a renegociação da dívida soberana e comercial do país com os seus principais credores, um processo entretanto retomado, afirmou hoje o Presidente angolano. Na verdade a Covid-19 foi uma bênção para branquear a incompetência governativa do MPLA, adiando a sua declaração de falência… técnica. João Lourenço abordou, na abertura de um encontro com representantes da sociedade civil escolhidos a dedo e devidamente domesticados, sobre o impacto da Covid-19 nas famílias e empresas, “a ameaça” do grande endividamento externo e a…

Leia mais

Reconciliação à medida do branqueamento do… MPLA!

O ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queirós, declarou hoje, em Luanda, que o processo de reconciliação em Angola assenta na experiência “bem sucedida” do perdão e reintegração, sem se apontar culpados, vítimas, vencido ou vencedores. Claro. Bem visto. Um bom exemplo de tudo isso é considerar Agostinho Neto como o único herói nacional, ou Hoji Ya Henda como patrono da juventude angolana. Francisco Queirós discursava na cerimónia de empossamento dos membros do grupo técnico-científico da comissão para a implementação do Plano de Reconciliação em Memória das Vítimas…

Leia mais

Só o “pai” era jacaré?

Estelle Maussion, autora do livro “O Domínio de Angola, um retrato do poder de José Eduardo dos Santos”, considera que o reinado do antigo Presidente foi “autoritário e funcionou sobre a apropriação por um clã das riquezas do país”. Novidade? Nenhuma. Isso mesmo tem escrito (as palavras voam mas os escritos são eternos) o Folha 8 ao longo de mais de duas décadas. Em entrevista à Lusa a propósito do lançamento do livro, na terça-feira, Estelle Maussion considerou que o poder de que gozou José Eduardo dos Santos durante 38…

Leia mais

Só um corrupto pode combater a corrupção?

O Presidente da República de Angola (não nominalmente eleito), igualmente Presidente do MPLA (partido no Poder desde 1975) e Titular do Poder Executivo, João Lourenço, admite que “fez parte do sistema” que sustentou o seu antecessor, mas salientou que só os que conhecem o regime por dentro estão preparados para fazer grandes mudanças. Foi descoberta a pólvora. Ponto. Assim, porque as ideias de João Lourenço vão fazer escola, os próximos dirigentes da Polícia serão recrutados entre os mais violentos criminosos, pois só os que conhecem o assunto por dentro estão…

Leia mais

Condenação de Zé Maria
visa esconder a verdade
sobre o Cuito Cuanavale

O Supremo Tribunal Militar de Angola condenou hoje a três anos de prisão efectiva o ex-chefe do Serviço de Inteligência e Segurança Militar (SISM), António José Maria “Zé Maria”. O general foi condenado por crimes de extravio de documentos militares de carácter confidencial, tendo sido absolvido do crime de insubordinação por, na altura dos factos, já estar reformado. A defesa do réu, inconformada com a decisão proferida, interpôs recurso, com efeito suspensivo. O general António José Maria, também conhecido por “Zé Maria”, de 73 anos, respondeu ao julgamento em prisão domiciliária,…

Leia mais