QUAL CAMÕES, QUAL CARAPUÇA!

A abertura das actividades alusivas ao 8 de Janeiro, Dia da Cultura Nacional (do MPLA), acontece amanhã, no Memorial (27 de Maio de 1977) António Agostinho Neto, com a deposição de uma coroa de flores no sarcófago do, segundo o MPLA, maior poeta de língua portuguesa dos últimos oito séculos… Esta efeméride foi aprovada em decreto-lei nº 21 e publicada no Diário da República nº 87, I série, de Novembro de 1986, em homenagem ao discurso sobre a Cultura Nacional do primeiro presidente de Angola, António Agostinho Neto, proferido em…

Leia mais

PALAVRAS, LEVA-AS O… MPLA

A responsável da Unidade de Informação Financeira (UIF) de Angola, Francisca de Brito, rejeitou hoje a ideia de que haja sistemas financeiros “limpos” ou “sujos”, salientando que os bilionários africanos existem porque tiveram ajuda dos bancos estrangeiros. Não seria caso para dizer que ladrões tanto são os que roubam, como os que ficam de guarda e como os que recebem o produto do roubo? Numa conversa com jornalistas em Luanda, Francisca de Brito (foto) sublinhou a importância da unidade que dirige no combate ao branqueamento de capitais e defendeu que…

Leia mais

BRANQUEAR O MPLA, CONSPURCAR A OPOSIÇÃO E ACUSAR PORTUGAL

A Cedesa, entidade que estuda assuntos da África Austral mas com destaque para Angola e que tem sede em Lisboa, diz que o país se tornou “um aliado importante” dos EUA e que “um falhanço americano” nas relações com os angolanos seria “um falhanço global” da estratégia norte-americana face à China. “A atitude dos EUA face a Angola sempre foi ambivalente, e não será agora que irá enveredar por um caminho de confronto, quando Angola se tornou um aliado importante, por dois motivos muito reais”, começa por referir a Cedesa…

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA “ALTEROU” PÁTRIA DA COVID

A União Europeia (UE) está a negociar com Angola o novo pacote de apoios financeiros, com montantes ainda por definir, focado em tudo aquilo que o Governo do MPLA, no Poder há 46 anos, não conseguiu fazer: diversificação económica, protecção social e governança (acto ou efeito de governar). Jeannette Seppen, que falava à margem do seminário de capacitação sobre protecção social Transform assinalou que a UE tem dado “o apoio possível ao Governo e à população angolana no sentido de encontrar respostas” para os desafios de combate à pobreza e…

Leia mais

E quando o padrinho está na cozinha…

Tem um “padrinho na cozinha”? Se não, convém sempre ter um pouco de “gasosa” à mão, para pagar a quem possa facilitar o acesso a serviços públicos ou privados. Muitas vezes, quase sempre, a vida em Angola só funciona com corrupção. É assim há 46 anos. Se o poder corrompe, o poder total corrompe totalmente. Maioria no Parlamento? MPLA. Titular do Poder Executivo? MPLA. Presidente da República? MPLA. PGR? MPLA. Tribunais? MPLA… “Padrinho na cozinha” é uma expressão corriqueira em Angola. O termo significa ter uma pessoa conhecida num determinado…

Leia mais

Moco pariu (mais) um camundongo

À margem da Assembleia-Geral das Nações Unidas, o presidente angolano (não nominalmente eleito) recordou uma história muitas vezes esquecida, a de que os primeiros escravos que chegaram ao que hoje se chama EUA, eram oriundos de Angola. João Lourenço, igualmente presidente do partido que governa o país há 46 anos, encontrou-se com uma descendente destes primeiros africanos. Faz parte da família Tucker e é descendente desses primeiros africanos, de que a história reza, e que chegaram por mar à América do Norte vendidos, em 1619, por um traficante de escravos,…

Leia mais

É a lei de quem paga mais

Em Portugal são vários os casos de órgãos de informação que ajudam a lavar a imagem do regime do MPLA. É normal. Apenas os que fazem Jornalismo pautam a sua actuação tendo por base a verdade. Mas há alguns que têm lixívia perfumada, o que sempre dá um ar mais agradável à porcaria. E, claramente, a TVI foi a que mais se destacou. Agora surgem sinais opostos. Consta que o MPLA de João Lourenço mandou fechar a torneira. Será? Por Orlando Castro No dia 7 de Setembro de 2015 foi…

Leia mais

Um assassino que é herói… do MPLA

O Governo angolano (há 45 anos formado pelo MPLA) vai realizar pela primeira vez, em 44 anos, para assinalar o 27 de Maio de 1977, que segundo o regime foi uma tentativa de golpe de Estado, mas que de facto foi o massacre de milhares e milhares de angolanos (do MPLA) por ordem do assassino Agostinho Neto, que o MPLA considera o seu eterno e venerado herói. Por Orlando Castro (*) Segundo o programa de Homenagem às Vítimas dos Conflitos Políticos, estão previstos dois momentos no dia 27 de Maio,…

Leia mais

Núcleo militar do MPLA na contramão da democracia e da reconciliação nacional

Outra comédia parece estar em preparação. Não tem limites a hipocrisia do governo do MPLA de produzir sensações e fogos enganadores com respeito aos trabalhos dessa ominosa Comissão de Reconciliação Nacional criada há dois anos. Volta e meia vêmo-la a causar efeitos impactantes na sociedade por meio de declarações bombásticas de modo a mascarar a tragédia do 27 de Maio e a purificar a biografia dos seus assassinos. Por Carlos Pacheco (*) Já perdi a conta sobre o número de textos que publiquei nos últimos anos a denunciar o modus…

Leia mais

“Gesto simbólico” contra a corrupção?

O historiador congolês Jean-Michel Mabeko-Tali defende que o Presidente de Angola, João Lourenço, deve assumir “um gesto simbólico” na luta contra a corrupção, investigando figuras próximas de si. Finalmente. Em declarações à Lusa, o historiador Jean-Michel Mabeko-Tali (autor do livro “Guerrilhas e Lutas Sociais – O MPLA Perante Si Próprio (1960/1977)”) defende que João Lourenço deve atender “a alguma das reclamações da opinião pública em relação à luta contra a corrupção, que é o facto de continuar a poupar aparentemente algumas das figuras importantes que trabalham com ele ou estão…

Leia mais