MPLA É (MESMO) DONO DISTO TUDO

Cabinda, o protectorado português que Angola ocupou em 1975, transformando-o em sua província, vai ficar mais próximo do resto do país (ocupante) com a entrada em funcionamento de um novo terminal marítimo de passageiros, assinalou hoje o ministro angolano dos Transportes. Ricardo Viegas de Abreu realçou que, além do impacto positivo para a vida das populações que passam a dispor de mais uma alternativa à via aérea, a infra-estrutura vai permitir incrementar as trocas comerciais e o trânsito de mercadorias para os países vizinhos, promovendo as exportações angolanas. A obra,…

Leia mais

CABINDA NÃO É UMA GLEBA NEM UMA COUTADA PRIVADA

Há algumas semanas, fomos surpreendidos pela notícia da prorrogação do contrato de exploração do petróleo no mar de Cabinda, por mais vinte anos (a contar de 2030)! Por Fernando do Rosário Luemba Se a notícia constituiu, para mim, uma desagradável surpresa, pelo seu carácter inesperado e pela sua natureza, é, para o povo de Cabinda, uma humilhação, uma violação e mesmo uma provocação! Ao mesmo tempo que devia ser, para eles, uma autêntica vergonha! Renovar o contrato de exploração do petróleo – nas circunstâncias actuais e com os desafios e…

Leia mais

E os “maus” deram nozes a quem não tinha dentes

O Presidente angolano apelou à produção de algodão no país, considerando que a sua comercialização está garantida com o funcionamento das três fábricas têxteis existentes no país. João Lourenço falava à imprensa no final da visita que fez à fábrica têxtil Textang II, no município do Cazenga, província de Luanda. E que tal o MPLA ver como os “maus” faziam há mais de… 47 anos? “Alimentar indústrias (alimentar e têxtil) desta dimensão a contar apenas com a importação não é correcto, daí o facto de as próprias empresas que ganharam…

Leia mais

De joelhos só perante Deus!

O activista político de Cabinda, André Bônzela, libertado por ordem do tribunal por excesso de prisão preventiva, disse hoje que a situação que enfrentou é recorrente e o povo “não tem direito a nada”. É verdade. Se o Povo de Angola não tem direitos (veja-se o recente massacre em Cafunfo), porque carga de chuva o de Cabinda haveria de ter? André Bônzela, Maurício Gimi e João Mampuela, membros da organização União dos Cabindenses para a Independência (UCI), foram detidos entre os dias 28 e 30 de Junho de 2020, acusados…

Leia mais

A colónia dos vampiros

Arão Tempo, o advogado que defende os três activistas políticos detidos em Cabinda, desde Junho de 2020, criticou hoje a falta de apoio por parte das organizações de defesa dos direitos humanos internacionais e nacionais. O dono da colónia, o MPLA, continua a usar a razão da força, mandando às urtigas a força da razão. Comunidade internacional, incluindo Portugal, continua a cantar e a rir. Arão Tempo, que representa os três activistas acusados dos crimes de rebelião, ultraje ao Estado e associação criminosa, disse hoje, em declarações à agência Lusa,…

Leia mais

Sim, não, talvez, antes pelo contrário, todavia…

O Governo angolano anunciou que vai financiar 270 cooperativas agrícolas e que “tem condições para financiar mais”, no âmbito da reanimação do cooperativismo em Angola, com vista a impulsionar a cadeia logística. Será desta que vamos reduzir a cratera que separa 2021 de… 1974? A informação foi transmitida pelo secretário de Estado para a Economia, Mário Caetano João, garantindo que “há condições para financiar mais cooperativas agrícolas” para “ir ao encontro da necessidade de se reanimar o cooperativismo” no país. O Ministério da Economia e Planeamento angolano e a UNACA…

Leia mais

Quem vos viu, bananas!

Angola é o maior produtor africano de banana e sétimo no mundo com uma oferta de 4,4 milhões de toneladas, de acordo com a mais recente tabela do Fundo das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). Em 1973, Angola era o primeiro produtor mundial de bananas, através da província de Benguela, nos municípios da Ganda, Cubal, Cavaco e Tchongoroy. Só nesta região produzia-se tanta banana que alimentou, designadamente a Bélgica, Espanha e a Metrópole (Portugal) para além das colónias da época Cabo-Verde, Moçambique, Guiné-Bissau e São Tomé e…

Leia mais

Do Sahara Ocidental a Cabinda

Angola apelou, em Nova Iorque, pela voz de embaixadora Maria de Jesus Ferreira, a Marrocos e à Frente Polisário para se engajarem em novas negociações, a fim de acelerarem uma solução pacífica, justa e duradoura para o Sahara Ocidental em conformidade com resoluções das Nações Unidas e o direito internacional. A exortação foi feita pela representante permanente angolana junto das Nações Unidas em Nova Iorque, embaixadora Maria de Jesus Ferreira, durante uma reunião da Comissão de Política Especial e Descolonização da ONU (Quarta Comissão) da Assembleia Geral desta organização global.…

Leia mais

Portugal deve considerar Isabel “persona non grata”

João Lourenço, ou seja o Governo de Angola, ou seja o MPLA, ou seja o Estado, afinal continua zangado com Portugal. Depois da batalha ganha com o “trunfo” Manuel Vicente, o objectivo agora é vencer a guerra. E o trunfo desta vez é Isabel dos Santos. Registe-se, no entanto, que João Lourenço ainda não deixou cair a máscara de democrata e de defensor de um Estado de Direito para, assim, declarar “guerra” a Portugal. Por Orlando Castro O processo, despacho, sentença que a PGR subscreveu contra Isabel dos Santos, é…

Leia mais

Que tal o MPLA ver como os “maus” faziam há… 46 anos?

Angola participa de 7 a 11 deste mês, na Suíça, nas celebrações do Dia Mundial do Algodão e do Fórum Público da Organização Mundial do Comércio (OMC), que decorrerá sob o lema “Comércio para o Futuro: Adaptando-se a um Mundo em Mudança”. Em 1973 as principais exportações de Angola eram o petróleo (30%), café (27%), diamantes (10%), minérios de ferro (6%), algodão (3%) e sisal (2%). A delegação angolana, que será chefiada pelo do ministro do Comércio, Joffre Van-Dúnem Júnior, participará na Sessão Plenária de Alto Nível da celebração do…

Leia mais