A força dos execut(ivo)s rosa

Bem dizia Eça de Queiroz, provavelmente antecipando a pequenez intelectual dos políticos lusófonos, que “os políticos e as fraldas devem ser mudados frequentemente e pela mesma razão”. Já com os juízes o roseiral é outro… Por Orlando Castro Por outro lado, Guerra Junqueiro afirmou: “Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de…

Leia mais

Vestido bo(r)nito e milionário num país de famintos

A DW escreve hoje que “o vice-Presidente de Angola, Bornito de Sousa, e a filha, Naulila Diogo Graça, pretendem processar o activista português anti-corrupção Paulo de Morais por difamação. Em causa estão vestidos de noiva de alta gama”. Por Orlando Castro A questão não é nova. Pelo contrário. O anúncio do processo já fora divulgado em Março deste ano. Volta agora à ribalta porque é necessário desviar a atenção do que se passa na Angola real, criando uma cortina de fumo que quer pôr o povo a falar do vestido…

Leia mais

Carnaval (seja onde for) é sempre que o MPLA quiser!

O Presidente da República, João Lourenço, nomeou hoje Nuno dos Anjos Caldas Albino “Nuno Carnaval” ministro da Comunicação Social, em substituição de Aníbal João da Silva Melo, exonerado na mesma data. “Nuno Carnaval” é deputado do MPLA (partido no poder desde 1975) é licenciado em gestão de empresas e presidente da 7ª comissão parlamentar (Cultura, Assuntos Religiosos, Comunicação Social, Juventude e Desportos). Foi apaniguado de José Eduardo dos Santos e terá descoberto que os jornais diários se publicam todos os… dias. Segundo uma nota da Casa Civil da Presidência da…

Leia mais

Zé Maria, João Lourenço e Patónio, generais do reino

A defesa do ex-chefe do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar, general António José Maria, acusado dos crimes de insubordinação e extravio de documentos, aparelhos ou objectos que continham informações de carácter militar, pediu hoje a sua absolvição. Na sua contestação, o advogado de defesa, Sérgio Raimundo, pediu absolvição do arguido “por não ter praticado os crimes de que vem acusado”. Sérgio Raimundo alegou ainda que não foi respeitado o princípio do contraditório, porque o tribunal recebeu a acusação do Ministério Público “sem antes ouvir a contraparte”, e que…

Leia mais

Outra paródia do Tribunal (in)Constitucional do MPLA

O Tribunal Constitucional (TC) Angolano interditou o líder da Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral (CASA-CE), Abel Chivukuvuku, de formar um novo partido político no país, dando provimento a um pedido de esclarecimento de cinco das seis forças da coligação. Segundo o acórdão, as decisões de Abel Chivukuvuku, enquanto presidente da CASA-CE, não podem sobrepor-se aos partidos coligados, como criar formações dentro da coligação, esvaziando também o papel dos chamados “independentes” que integram a coligação, concluindo que não podem fazer parte do Conselho Presidencial. Em causa está…

Leia mais

“Actor” principal faltou à estreia da burlesca farsa

Aquilo a que o regime do MPLA chama de “julgamento” do jornalista angolano Rafael Marques, arrancou hoje em Luanda, numa sessão marcada pela ausência do ofendido, o ex-Procurador-Geral da República de Angola (PGR), general João Maria de Sousa. Além do jornalista e activista Rafael Marques é também arguido no processo o jornalista angolano Mariano Costa, acusados dos crimes de injúrias contra a autoridade pública e de ultraje a órgão de soberania, o primeiro pela publicação de um artigo em que indicia que João Maria de Sousa está “envolvido em corrupção”,…

Leia mais

Rafael Marques regressa
(para “julgamento”) dia 19

O julgamento (ver-se-á se merece assim ser chamado) do jornalista angolano Rafael Marques, acusado dos “crimes de injúrias e ultraje a órgão de soberania”, foi reagendado para o dia 19 deste mês, disse hoje fonte ligada ao processo. A informação foi avançada por Horácio Junjuvili, advogado de defesa de Rafael Marques, que deverá ser julgado (ou apenas vítima de mais uma palhaçada em cenário judicial) devido a um artigo publicado em Outubro de 2016, no seu portal de investigação jornalística “Maka Angola”, em que levanta suspeitas de corrupção contra o…

Leia mais

General Fernando Miala
é o novo chefe do SINSE

O Presidente angolano, João Lourenço, exonerou hoje o comissário Eduardo Octávio do cargo de Chefe do Serviço de Inteligência e Segurança do Estado (SINSE), nomeando para o seu lugar o general Fernando Miala, preso durante a presidência de José Eduardo dos Santos. A informação consta de uma nota da Casa Civil do Presidente da República, e surge, acrescenta, “depois de ouvido o Conselho de Segurança Nacional”, que se reuniu a 9 de Março. Na mesma reunião, Fernando Garcia Miala tinha já sido promovido a general por João Lourenço. Durante a…

Leia mais

Farsa da PGR. MPLA garante mais um êxito de bilheteira

O julgamento do jornalista Rafael Marques por (supostos) “crimes de injúrias e ultraje a órgão de soberania”, devido a um artigo publicado em 2016, arranca segunda-feira, pelas 9 horas. De acordo com o que é esperado nesta, mais uma, farsa escrita pelos artistas do MPLA de José Eduardo dos Santos, a palhaçada promete honrar os pergaminhos de um regime que ainda vive nos tempos do partido único. Organizações da sociedade civil angolana já convocaram para esse dia uma manifestação de apoio a Rafael Marques e ao jornalista Mariano Brás –…

Leia mais

Caso PGR-Rafael Marques
– Nada mudou nesta farsa

O Tribunal de Luanda agendou para Março o início do julgamento de dois jornalistas angolanos, Rafael Marques e Mariano Lourenço, por supostos crimes de injúrias e ultraje a um (suposto) órgão de soberania, após uma queixa de 2017, do então procurador-geral da República, general João Maria de Sousa. F onte judicial confirmou que a primeira sessão do julgamento, que resulta da queixa do general João Maria de Sousa, à data dos factos procurador-geral da República de Angola, terá lugar na secção de Crimes Comuns do Tribunal Provincial de Luanda, a…

Leia mais