Mediocridade a… granel

O governo angolano (que há 45 anos é exclusivamente do MPLA) anunciou hoje que vai passar a importar a granel produtos da cesta básica, no valor mensal de 60 a 85 milhões de euros, em vez de os adquirir já embalados, de modo a “poupar divisas” e apoiar a economia local. Em vez de, pelo menos, tentar pôr o país com níveis de produção alimentar como os que registava em 1973/74, o MPLA descobre a pólvora com a compra a granel… A informação foi avançada hoje pela directora nacional do…

Leia mais

Como Lourenço apequenou Angola

A situação económico-social do país está muito complicada, agravada com a entrada em vigor do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado) de 14%, numa altura em que o consumo do cidadão reduziu drasticamente, o desemprego aumenta em flecha, mais de 100 mil, em dois anos, segundo a UNTA (central sindical do MPLA), inflação galopante e encerramento de empresas e serviços, diariamente. Por William Tonet A falta de estratégia, a truculência e o autoritarismo, implantadas pelo actual Presidente da República, desde 26 de Setembro de 2017, afiguram-se fórmulas erradas, em função…

Leia mais

O espelho do MPLA

O Presidente da República, João Lourenço, exonerou hoje, entre outros (ministros e governadores), Pedro Mutindi, governador do Cuando Cubango (ver o nosso texto “Talvez um dia acerte!”), um sipaio colonial que o MPLA catapultou para neocolonial sipaio, fazendo dele o espelho da incompetência dos Executivos que desgovernam o país desde 1975. Os problemas que o país vive devem-se à actual crise económica e financeira, e não à má governação dos dirigentes do MPLA, conforme a UNITA tem vindo a dizer, garantiu em Setembro do ano passado o governador do Cuando…

Leia mais

A visão medíocre do MPLA ao copiar autarquias da FRELIMO

Podíamos usar outro título para fazer justiça à visão do MPLA porque, para além de medíocre, a adopção do modelo moçambicano de autarquias é uma visão que espelha todo o interesse estratégico do partido em manietar tudo e todos. Mas é só isso mesmo: proveitoso para o MPLA. Por Sedrick de Carvalho Era suposto que ao implementar uma política nova optássemos pelo modelo mais avançado existente no mundo ou, pelo menos, para não sermos ambiciosos demais, o melhor modelo da região continental, da CPLP ou então dos PALOPs. É sabido…

Leia mais

Educação está nas mãos
de quadrilhas criminosas

O sector de Educação, importante – provavelmente a mais importante no contexto do subdesenvolvimento em que nos encontramos – ferramenta para o desenvolvimento articulado e assertivo de qualquer país, não pode ser visto como parente pobre, por um governo digno desse nome. Por William Tonet Ademais, se Angola tivesse, desde o início, no leme, verdadeiros dirigentes comprometidos com a soberania dos povos, alavancariam a obrigatoriedade de cada criança, independentemente da sua condição social, receber à nascença, da parte do poder público, um kit, contendo, para além da cédula de nascimento,…

Leia mais