Crescer para baixo é o que está a dar…

A economia de Angola registou um crescimento negativo de 5,2% no ano passado, de acordo com os dados preliminares do Instituto Nacional de Estatística (INE), confirmando a maior queda da economia nos últimos cinco anos. Culpados? Todos e tudo… menos o MPLA que, reconheça-se, só chegou ao Poder há… 45 anos. “O Produto Interno Bruto (PIB) em volume encadeado do quarto trimestre de 2020, em comparação com o trimestre anterior, ajustado sazonalmente, registou um crescimento de 0,6%, e em comparação com o quarto trimestre do ano anterior registou uma queda…

Leia mais

Jacarés no deserto?

João Lourenço, o Presidente do MPLA; João Lourenço, o Presidente da República; João Lourenço, o Titular do Poder Executivo, está há três anos a tentar tudo para ver se acerta em alguma coisa. O falhanço é total e clamoroso. O seu núcleo duro de bajuladores ainda não lhe explicou que não é possível caçar jacarés no deserto do Namibe… Por Orlando Castro Primeiramente apostou forte em conjugar (sempre na primeira pessoa do singular) o verbo exonerar. E assim foi substituindo seis por meia dúzia, acéfalos por quem não tinha cabeça.…

Leia mais

Quem vier atrás que feche
a porta… (se ainda existir)

O Presidente angolano (não nominalmente eleito), também Presidente do MPLA (partido no poder desde 1975) e Titular do Poder Executivo, João Lourenço, integrou a lista dos 100 africanos mais influentes de 2019 ao lado de nomes como Elon Musk ou Idris Elba. Também lá estava Carlos Saturnino, na altura presidente da Sonangol. O chefe de Estado angolano ocupou a 82ª posição, com a revista a considerar que “a nova vassoura de Angola ainda está a varrer os restos do antigo regime corrupto” no qual, aliás, João Lourenço teve papel activo,…

Leia mais

Falta privatizar o… MPLA

A Economist Intelligence Unit (EIU) considera que o progresso na privatização de empresas em Angola “deverá continuar lento” e que o objectivo de vender “195 activos até 2022 pode ser difícil de alcançar” devido aos prejuízos destas empresas. Será que a PGR do MPLA irá processar, até porque no caso não há imunidade, a EIU por esta a pôr em causa as ordens superiores do seu Presidente? “O progresso na privatização deverá continuar lento, e o objectivo do Governo de vender 195 activos até 2022 pode ser difícil de alcançar,…

Leia mais

Quem minou a celestial
picada para o paraíso?

A consultora Fitch Solutions considera (à revelia da propaganda do executivo de João Lourenço) que a incerteza à volta da capacidade do Governo de Angola de implementar as reformas está a manter a desconfiança dos investidores, atribuindo um risco agudo às operações no país. Só não vê quem quer, mas – é claro – até 2002 a culpa foi de Jonas Savimbi passando, em 2017, a ser do clã Eduardo dos Santos. “A pesar de as reformas ajudarem na avaliação do risco de Angola relativamente ao ambiente de investimento e…

Leia mais

“Falhanço do milagre prometido em 2017”

A consultora Fitch Solutions considerou que Angola deverá manter o ritmo de implementação de reformas, mas alertou que a atracção de investimento estrangeiro é dificultada pela corrupção e que há potencial para mais contestação. Mas para “alterar” a percepção dos investidores estrangeiros, João Lourenço tem a solução: dar instruções aos tribunais para crucificar Isabel dos Santos. “Na Fitch Solutions, esperamos que o Governo de João Lourenço mantenha um nível relativamente robusto de fôlego nas reformas em Angola nos próximos trimestres, e que continue de forma abrangente a luta contra a…

Leia mais

MPLA usa Isabel dos Santos para esconder falhanços!

O presidente executivo do Standard Bank Angola mostra-se preocupado com o crescimento “manifestamente baixo” esperado da economia do país em 2020, na ordem do 1% do Produto Interno Bruto (PIB) estimado pela instituição. Eis mais uma razão para João Lourenço continuar a lançar cortinas de fumo no formato Dos Santos. Angola terá, em 2020, “um crescimento do PIB relativamente pequeno. Nós estimamos ligeiramente acima de 1%, que é manifestamente baixo para uma economia emergente como a angolana, que deveria estar a crescer pelo menos acima do nível da população”, afirmou…

Leia mais

A má e a boa corrupção

O país está dividido. Lamentável! O MPLA está rachado. Desastroso! A Polícia está dividida. Ruim! As FAA estão rachadas. Triste! A Segurança de Estado está dividida. Assustador! A Procuradoria-Geral da República está politizada. Mau! A Justiça é parcial. Vergonhoso! O sistema de Educação está abandonado. Criminoso! O analfabetismo, a mediocridade, a boçalidade e a bajulação, foram elevadas ao pedestal institucional. Deprimente! A corrupção, mudou. Sim! Apenas de cor e de senhor. As reservas cambiais do país estão em esgotamento. Incompetência! O Fundo Soberano, com aplicações despesistas em PIIM (Plano Integrado…

Leia mais

Como Lourenço apequenou Angola

A situação económico-social do país está muito complicada, agravada com a entrada em vigor do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado) de 14%, numa altura em que o consumo do cidadão reduziu drasticamente, o desemprego aumenta em flecha, mais de 100 mil, em dois anos, segundo a UNTA (central sindical do MPLA), inflação galopante e encerramento de empresas e serviços, diariamente. Por William Tonet A falta de estratégia, a truculência e o autoritarismo, implantadas pelo actual Presidente da República, desde 26 de Setembro de 2017, afiguram-se fórmulas erradas, em função…

Leia mais

Receita infalível do FMI:
saber viver sem… comer

O economista angolano Alves da Rocha disse hoje que o Fundo Monetário Internacional (FMI) e outras entidades internacionais são prejudiciais à economia angolana e que Angola precisa de um modelo económico próprio em vez de “copiar” o que vem de fora. Pois. Estão a receitar que vivamos viver sem… comer. E como o Governo tem, pelo menos, três refeições por dia… De modo diferente pensa o Titular do Poder Executivo (“provavelmente” também o Presidente da República e do MPLA) que ainda agora afirmou, no Japão, que “para criar as condições…

Leia mais