O que é que o MPLA e os seus militares andam a tramar?

A realização de treinos de Comando e Estados-Maiores do Exercito e Regiões Militares constitui matéria actualizada, sobretudo pelo momento histórico do país, afirma o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA), general do Exército, Egídio de Sousa Santos. Trata-se, diz o general que – recorde-se – colocou em Luanda as FAA em “prontidão combativa elevada” durante o último Congresso do MPLA, de preparação educativa-patriótica. O comando das FAA e do Exército, em particular, tem promovido, nos últimos tempos, manobras tácticas para adequar a preparação das tropas, tendo em…

Leia mais

Só mama quem (m)ERCA

«O ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Pedro Sebastião, defendeu no passado dia 22 de Junho, em Luanda, ser urgente a aprovação e materialização do regulamento sobre os Conselhos de Vigilância Comunitária. Para o ministro, que falava na cerimónia comemorativa do 40º aniversário do Ministério do Interior em representação do Chefe de Estado, os conselhos e serviços de vigilância, previstos na Lei 15/16, de 12 de Setembro, Lei Orgânica dos Órgãos da Administração Local do Estado, e na Lei 7/16, de 1 de…

Leia mais

“KO” às redes sociais

João Lourenço, líder do MPLA, partido no poder em Angola desde 1975, pediu hoje que sejam tomadas medidas contra dirigentes, governantes ou deputados que tenham um comportamento reprovável nas redes sociais. Uau! O Presidente está a fazer fogo em várias direcções, mostrando que a melhor defesa é o ataque… mesmo que seja do tipo batalha do Cuito Cuanavale. João Lourenço, que discursava na VII sessão do Comité Central do MPLA, referia-se “a pronunciamentos e outros comportamentos públicos reprováveis nas redes sociais e não só, por parte de militantes, dirigentes e…

Leia mais

Muda o “querido líder” mas
o culto ao chefe continua!

A expressão “culto à personalidade” foi usado pela primeira vez em 1956 por Nikita Khrushchov durante o XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética. Continua, contudo, a ter férreos seguidores um pouco porto o lado. Da Coreia do Norte à Guiné Equatorial, sem esquecer a Angola do… MPLA. E viva (pois claro!) João Lourenço que até vai falar, em Nova Iorque, na 73ª Sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, com o trunfo de até um dos seus ex-ministro (Augusto da Silva Tomás) ter sido preso… Khrushchov assumiu o posto…

Leia mais

Exonerar sempre, sempre.
Governar? Um dia… talvez

O Presidente angolano, João Lourenço, exortou as novas chefias militares, que nomeou e empossou hoje, a trabalharem para a moralização da sociedade angolana, começando pela classe dos generais, a quem pediu “cabeça sã”. Isto, é claro, para além de uma aprimorada “Educação Patriótica”… Ao discursar no Palácio Presidencial, em Luanda, onde deu posse às novas chefias das Forças Armadas Angolanas (FAA), o chefe de Estado sublinhou o empenho do actual executivo na “luta pelo resgate de valores”, nomeadamente com a “necessidade da moralização” da sociedade do país. “E gostaríamos que,…

Leia mais

General Nunda exonerado.
Viva a educação patriótica

O Presidente angolano nomeou hoje o general António Egídio de Sousa Santos para Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas, substituindo no cargo o general Geraldo Sachipengo Nunda, exonerado também por decisão de João Lourenço. A informação consta de uma nota da Casa Civil do Presidente da República dando conta da exoneração do general António Egídio de Sousa Santos do cargo de Chefe do Estado-Maior General-Adjunto para a Área de Educação Patriótica das Forças Armadas Angolanas (FAA) pelo chefe de Estado, João Lourenço. Em decorrência da nomeação como novo…

Leia mais

MPLA tem saudades dos campos de reeducação

O MPLA, partido no poder em Angola desde 1975 e que, por isso, formatou o país à sua imagem e semelhança (“Angola é o MPLA e o MPLA é Angola”, é uma das suas divisas), apelou hoje ao patriotismo dos professores, em greve durante três semanas, e exortou o Governo a encontrar um consenso com os docentes. A posição consta do comunicado final da segunda reunião extraordinária do secretariado do Bureau Político do partido, que decorreu hoje, em Luanda, sob orientação de João Lourenço, vice-presidente do MPLA e chefe de…

Leia mais

Educação patriótica? Sim!
Obrigatória e… pré-natal!

As Forças Armadas Angolanas foram exortadas, no Huambo, a “revestir-se” (o termo é da Angop) de alto sentido de fidelidade patriótica que o conduz a nunca trair o juramento prestado à Bandeira Nacional e os interesses superiores da Nação. Hoje, tal como ontem, importa manter na ribalta a “educação patriótica”, seguindo as metodologias das ditaduras. A exortação veio do Chefe do Estado-Maior General adjunto das FAA para Educação Patriótica, general Egídio de Sousa Santos “Disciplina”, quando falava na abertura do 16º seminário metodológico dos órgãos de Educação Patriótica das FAA,…

Leia mais

Khmer Vermelhos e Pol Pot, MPLA e Eduardo dos Santos

Uma delegação das Forças Armadas de Angola, dirigida pelo chefe do Estado-Maior General adjunto para a Educação Patriótica, General Egídio de Sousa e Santos, visitou hoje a Rádio Nacional da China. Fará sentido, 42 anos depois da independência, 15 após a paz total, falar-se de “educação patriótica”? Se na Coreia do Norte faz sentido, em Angola também faz, considera certamente o MPLA. Por Orlando Castro O chefe do Estado-Maior General adjunto das Forças Armadas Angolanas (importante: para Educação Patriótica), general Egídio de Sousa Santos “Disciplina”, explica tudo. Ou seja, devido…

Leia mais

E viva a educação patriótica

O chefe do Estado-Maior General adjunto das Forças Armadas Angolanas (importante: para Educação Patriótica), general Egídio de Sousa Santos “Disciplina”, explica tudo o que se está a passar… O u seja, devido à sua posição geoestratégica e às suas potencialidades em recursos naturais, Angola tem sido alvo de várias tentativas de desestabilização através do incentivo . escreve a Angop – “de reformas correntes à desobediência e desacatos às autoridades legalmente instituídas”. O general fez estas afirmações quando discursava na abertura do 6º curso de estratégia e arte destinado a oficiais…

Leia mais