Turismo sobre carris

Angola recebe dentro de uma semana o primeiro comboio turístico, proveniente de Dar Es Salaam, Tanzânia, que traz ao país mais de 100 turistas estrangeiros para uma estada de oito dias, num itinerário promovido pela sul-africana Rovos Rail. Esta actividade foi hoje anunciada em conferência de imprensa pela coordenadora da Benguela Turismo, Rebeca Barreiros, e responsáveis do Ministério da Hotelaria e Turismo de Angola. O comboio chega a Angola, entrando pela fronteira do Luau, província do Moxico, no dia 26 de Julho, com 53 turistas norte-americanos, suíços, australianos, belgas, neozelandeses,…

Leia mais

Voos directos entre Lisboa
e Califórnia via Catumbela

Em Benguela, na pré-campanha eleitoral (acto simbólico para fingir que em Angola existe uma democracia de facto), João Lourenço afirmou que o governador provincial, Rui Falcão, é obrigado a ‘’transformar a região numa Califórnia em Angola’’, capaz de mexer com a economia e gerar empregos. Isto porque João Lourenço considerava que o agro-negócio, a pesca, a indústria e o turismo podem elevar Benguela à categoria de uma região norte-americana, a Califórnia. Entretanto ficou a saber-se que Lisboa e Benguela poderão vir a ter um voos directo em 2020, dependendo da…

Leia mais

Homem do leme, maquinista
e tudo o que for populismo

A popularidade do chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, em Angola foi hoje levada ao (mais um) extremo na Catumbela, na província de Benguela, com vários populares a chamarem-lhe Presidente de uma “Portangola”. E depois não querem que ele diga que a visita foi um momento histórico para Angola, para Portugal e – note-se – para o mundo… “S em ofender João Lourenço”, o chefe de Estado angolano, disse à Lusa um grupo de populares no recentemente elevado a município da Catumbela, onde as autoridades locais indicaram estarem…

Leia mais

CFB reinicia transporte
de minério da RD Congo

O reinício, amanhã, do transporte de minérios da RD Congo (RDC) para o porto do Lobito, através do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), é uma vantagem para Angola, a julgar que os valores a arrecadar que podem contribuir para o desenvolvimento desta região, disse hoje, domingo, no Luau, a administradora adjunta local, Nora Mahongo. Em declarações à Angop, a responsável considerou de mais-valia a reactivação da operação paralisada há muitos anos, por constituir uma das formas de contribuir na diversificação da económica angolana. “Com a circulação do minério nessa via, o…

Leia mais

Lobito – Luau duas vezes por semana

Lobito - Luau duas vezes por semana - Folha 8

A reabilitada ligação ferroviária entre o Lobito e o Luau vai contar com duas frequências semanais depois de concluídos os últimos trabalhos na linha. S egundo informação transmitida pelo presidente do Conselho de Administração da empresa pública Caminho de Ferro de Benguela (CFB), Carlos Gomes, as ligações ao Luau serão garantidas a partir de Luena, Moxico, onde a reabilitada linha do comboio já chegava desde 2012. Estão agora previstos dois comboios semanais, em ambos os sentidos, para transporte de passageiros e mercadorias, totalizando quatro ligações por semana entre os dois…

Leia mais

Comboio apita no Luau

Comboio apita no Luau - Folha 8

O país gastou mais de 4,5 milhões de euros na desminagem dos 1.344 quilómetros do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), que volta a ligar o litoral ao interior, recorrendo a 1.300 especialistas. O s números foram revelados hoje no âmbito da inauguração do troço final do CFB, já na província do Moxico, que será presidida no sábado pelo chefe de Estado, fazendo o comboio regressar à fronteira leste. A ligação entre os dois extremos, Lobito (Benguela) e Luau (Moxico), foi interrompida em 1983 devido à destruição provocada pela guerra civil, sendo…

Leia mais

Do Lobito ao Luau e…

Do Lobito ao Luau e... - Folha 8

O presidente do Conselho de Administração do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), Carlos Gomes, afirmou hoje que o regresso da ligação ferroviária entre o litoral e o interior de Angola vai incrementar as relações económicas com os países vizinhos. O responsável falava à margem da viagem do designado “comboio inaugural”, que partiu terça-feira do Lobito com destino ao Luau, no extremo interior do país. Em causa está a construção, reabilitação e prolongamento de uma linha com 1.344 quilómetros de extensão, erguida ainda no tempo colonial português, destruída durante a guerra civil…

Leia mais