2ªS, 4ªS e 6ªS COM OS EUA. 3ªS, 5ªS E SÁBADOS COM A CHINA

A consultora BMI Research considerou hoje que a política externa angolana vai aproveitar-se do renovado interesse dos Estados Unidos da América em África, mas sem perder as fortes ligações à China, o maior parceiro comercial de Angola. Isto para além de manter a Rússia no limbo. o sábado já o Folha 8 pergunta: “Em quantos tabuleiros joga o MPLA?”. Na verdade, a estratégia do general João Lourenço é simples. Às segundas, quartas e sextas alinha com os EUA, às terças, quintas e sábados está com a China. Aos domingos mantém…

Leia mais

EM QUANTOS TABULEIROS JOGA O MPLA?

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, recebeu ontem o embaixador da Rússia em Angola, Vladimir Tararov, com quem avaliou o estado das relações bilaterais e a exploração de novas oportunidades de cooperação entre os dois países. Pelo sim e pelo não, o MPLA (governo) mantém o divórcio com Moscovo em… “stand by”. urante o encontro, realizado no edifício sede da diplomacia angolana, os dois diplomatas falaram, igualmente, da agenda internacional, com realce para o Fórum Global dos Ministros dos Negócios Estrangeiros, a ter lugar em Socchi, na Rússia, e…

Leia mais

O QUE SERIAM OS EUA SEM O MPLA?

O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, encontra-se hoje com o Presidente angolano, general João Lourenço, num encontro – só por si revelador da pujança democrática do país – em que estarão igualmente presentes o Presidente do MPLA, o Titular do Poder Executivo e o Comandante-em-Chefe das Forças Armadas (apartidárias). ara Antony Blinken é uma rara oportunidade, e – é claro – um privilégio estar com alguém que julga ser um Estadista de alto gabarito, podendo complementarmente analisar (e receber lições) as relações bilaterais e os compromissos assumidos na cimeira…

Leia mais

CARTA ABERTA A WILLIAM TONET

«Hoje estive a ver/ouvir o William Tonet. Concordo com muito do que diz, especialmente sobre Angola, mas também discordo de algumas das opiniões. Ele parece estar bastante obcecado contra os Estados Unidos (que não são um mar de virtudes). Todavia, como cidadão, tenho de reconhecer que, em todo o mundo, não existe um país que apoie tanto as crianças e os idosos, como acontece aqui. Aqui há pobreza mas existem programas sociais para tentar minorar esse problema social. Por José Filipe Rodrigues (*) “A presidente da Câmara de Boston arranjou…

Leia mais

EUA E EUROPA SÃO CÚMPLICES  DE NETANYAU NO HOLOCAUSTO PALESTINIANO

No dia 31+6 (que desagua, para a maioria, em 2024), os maiores índices de prosperidade continuarão a ser das indústrias armamentistas, americana, ocidental e oriental, pela capacidade que têm para exportar conflitos, com a produção em série de armas, bombas e minas, para matar, em todos os minutos, milhões e milhões de pessoas, destruindo em sequência património imóvel e móvel de regiões e países do mundo. Ucrânia, Sudão, Gaza, Cisjordânia, Iémen, República Democrática do Congo, Cabo Delgado-Moçambique, são exemplos destes senhores da morte, que não conseguem intensificar a produção alimentar,…

Leia mais

CHIÇA! TUDO É HISTÓRICO E MIRÍFICO

O embaixador dos Estados Unidos da América (EUA) em Angola disse hoje que o encontro entre o Presidente angolano, João Lourenço, e o seu homólogo norte-americano na Casa Branca, encerra um ano “verdadeiramente histórico” nas relações bilaterais. Tulinabo Mushingi não caracterizou – no contexto do que é uma democracia adulta e de um Estado de Direito real – o encontro de Joe Biden e com o Presidente do MPLA (João Lourenço), o Titular do Poder Executivo (João Lourenço) e o Comandante-em-Chefe das Forças Armadas (apartidárias), João Lourenço. Mas terão sido…

Leia mais

NOVA ERA NA PARCERIA ESTRATÉGICA

Segundo a agência de notícias do MPLA, a Angop, “Angola e os Estados Unidos da América (EUA) iniciaram quinta-feira, na cidade de Washington DC, uma nova era na sua parceria estratégica, com garantia de mais financiamento norte-americano em sectores-chave da economia angolana”. ejamos, na íntegra, o texto do enviado especial da Angop: «Depois de 30 anos de relações diplomáticas e uma parceria económica ancorada, maioritariamente, no domínio dos petróleos, os dois estados têm agora uma nova base de cooperação bilateral, virada para diferentes domínios. A agricultura, as telecomunicações, as energias…

Leia mais

TROCAS COMERCIAIS COM A CHINA CAEM 20% EM 2023

As trocas comerciais entre Angola e a China registam um decréscimo de 20% este ano, comparativamente a 2022, resultado influenciado pela crise financeira mundial, segundo o presidente da Câmara de Comércio Angola-China, em Luanda. uís Cupenala falou à imprensa à margem da Conferência Internacional “Caminhos para o Desenvolvimento: Estudos e Práticas na China e em Angola”, organizada pela Universidade Católica de Angola e pela representação diplomática chinesa no território angolano. Segundo Luís Cupenala, em 2022 as trocas comerciais entre os dois países atingiram os 27,3 mil milhões de dólares (24,8…

Leia mais

“SUCESSO” DO COMBATE À CORRUPÇÃO LEVA JOÃO LOURENÇO A WASHINGTON?

Analistas políticos com os cérebros vendidos à bajulação de João Lourenço nos órgãos públicos de comunicação social do país, buscam fazer crer que é o “sucesso” do combate à corrupção que motivou o Presidente dos Estados Unidos da América, Joe Biden, a abrir as portas da Casa Branca ao “João Vende Pátria”. Por Geraldo José Letras m declarações aos órgãos públicos em torno da visita do Presidente da República, João Lourenço, à Casa Branca, a convite do seu homólogo norte-americano, Joe Biden, nesta quinta-feira, 30 de Novembro, vão fazendo crer…

Leia mais

PRESIDENTE A CAMINHO DOS EUA

O Presidente angolano, João Lourenço, vai ser recebido pelo seu homólogo norte-americano, Joe Biden, na próxima quinta-feira, no âmbito do 30.º aniversário das relações diplomáticas entre os dois países, anunciou a Casa Branca. s dois chefes de Estado deverão debater também os próximos passos no aprofundamento da cooperação bilateral a nível do comércio, investimento, clima e energia, bem como o desenvolvimento da Parceria para Infra-estruturas e Investimentos globais (PGI) da Presidência norte-americana para o Corredor do Lobito. Esta infra-estrutura ferroviária vai ligar Angola, a República Democrática do Congo e a…

Leia mais