Europa abre cordões à bolsa

O Banco Europeu de Investimento vai conceder um empréstimo de 50 milhões de euros ao Ministério da Saúde angolano para o combate à Covid-19, anunciou hoje a embaixadora da União Europeia (UE) em Angola, Jeannette Seppen. Segundo a diplomata europeia, que falava hoje durante a cerimónia de doação de material de biossegurança e de testes de Covid-19 ao Governo angolano, o referido empréstimo será combinado com uma doação de cinco milhões de euros para assistência técnica. No âmbito da pesquisa em nutrição, incluído o impacto da crise da Covid-19, Jeannette…

Leia mais

Um, mais um, cheque

O Embaixador da União Europeia (UE) em Angola, Tomás Ulicny, que hoje se encontrou com o Presidente João Lourenço, anunciou a atribuição de um apoio financeiro de 10 a 11 milhões de euros repartidos por vários programas. Com dinheiro europeu, médicos cubanos e peritos do MPLA, a vitória é… certa. E m declarações aos jornalistas, à saída de uma audiência em que informou o chefe do executivo e também presidente do MPLA sobre o apoio que a União Europeia está a prestar a Angola para mitigar o impacto da pandemia…

Leia mais

Dívida pública? Tudo (+ou-) normal. Apenas 104% do PIB

A agência de notação financeira Moody’s considera que a dívida pública de Angola deve atingir um pico de 104% do Produto Interno Bruto este ano, antevendo um regresso ao crescimento em 2020, com uma expansão de 1,5%. No mais recente relatório de análise da economia de Angola enviado aos investidores, a agência de “rating” escreve que “o perfil de crédito de Angola é limitado por uma deterioração significativa das métricas da dívida nos últimos anos, com a dívida a dever atingir um pico de 104% do PIB este ano”. No…

Leia mais

Em Angola as estrelas
(da fome) são do Povo

A União Europeia, que – para além dos negócios – sobre Angola tem apenas uma vaga e ténue ideia do que se passa, sublinha o empenho na abolição da pena de morte, na erradicação da tortura e na eliminação de todas as formas de racismo e diz que Angola pode incentivar outros países a seguir exemplo. Lindo. Só faltou citar Manuel Rui Monteiro a dizer que “as estrelas são do Povo”. Em concreto, a União Europeia congratulou-se esta segunda-feira com a adesão de Angola a três tratados internacionais de protecção…

Leia mais

Seca enche o prato vazio
de 2,3 milhões de pessoas

A situação humanitária em Angola continua a deteriorar-se em resultado do agravamento da seca, afectando agora 2,3 milhões de pessoas, incluindo mais de 491.000 crianças menores de 5 anos, segundo a UNICEF. Enquanto isso, o Presidente João Lourenço continua a bater recordes. Dar a volta ao mundo em 730 dias é obra! A escassez de chuva em todo o sul de Angola deixou entre 70 e 80 por cento da população da Huíla e do Cunene em situação de “insegurança alimentar” e com o “estado nutricional comprometido”, segundo o relatório…

Leia mais

Não. Seca não pode acabar
(os ladrões precisam dela)

Tal como pretende o governo do MPLA, não interessa ensinar a pescar nem mandar peixe. Interessa é mandar dinheiro para, supostamente, ensinar a pescar e comprar peixe. Assim, a União Europeia lançou hoje mais uma tranche de um fundo de subvenções de 65 milhões de euros para financiar projectos de organizações da sociedade civil nas províncias angolanas da Huíla, Cunene e Namibe, afectadas pela seca. A verba hoje aprovada é de 12.337.500 euros, de fazem parte de um total de 65 milhões de euros, financiados pela UE no âmbito do…

Leia mais

Mais uns milhões da Europa para animar a farra deles!

Angola e a União Europeia assinaram, hoje, em Luanda, três acordos de financiamento no valor de 22 milhões de euros, para implementar programas nas áreas das finanças públicas, ensino superior e no âmbito do mecanismo de diálogo. Vejamos se, como é tradição, não estarão os europeus a pedir aos pobres dos países ricos para dar aos ricos dos países… ricos, como Angola. Os acordos, assinados à margem da IV reunião Angola-União Europeia, no âmbito do programa “Caminho Conjunto”, que decorreu sob o lema “Avançar no Diálogo e na Cooperação”, enquadram-se…

Leia mais

Twapandula Europa

Organizações da sociedade civil angolana vão receber, da União Europeia, um apoio financeiro total superior a 3,5 milhões de euros, para reforço da participação cívica nas políticas públicas de desenvolvimento nacional. Fonte da delegação da União Europeia em Angola informou hoje que os contratos, rubricados ao abrigo do programa “Organizações da Sociedade Civil e Autoridades Locais”, vão ser implementados a partir do início de 2018, tendo uma duração média de 24 a 36 meses. Vão abranger populações das províncias de Benguela, Huíla, Luanda, Malanje, Moxico, Cuanza Norte e Uíge, com…

Leia mais

MPLA descobriu a pólvora:
Não somos um Estado da UE

O Governo angolano anunciou hoje um entendimento com a União Europeia (UE) apenas para o envio de quatro peritos, para acompanhamento (isto é como quem diz!) das eleições gerais, classificando como inaceitáveis as “exigências” para uma equipa de observadores eleitorais. A posição foi assumida pelo director para África, Médio Oriente e Organizações Regionais do Ministério das Relações Exteriores angolano, embaixador Joaquim do Espírito Santo, numa conferência de imprensa em Luanda, convocada numa altura de críticas, internas e externas, à exclusão de uma missão europeia para observação das eleições de confirmação…

Leia mais

Eleições de Agosto de 2017 foram livres e exemplares

A União Europeia não vai enviar a missão de observadores às eleições (isto é como quem diz) gerais angolanas, tal como aconteceu no acto eleitoral de 2012. Deverá enviar apenas uma pequena (e inútil) missão de peritos. Ou seja, a UE nem… nem sai de cima. Assim, com uns tantos “peritos”, não se compromete e joga em vários tabuleiros. Diz a UE que não chegou a acordo com o Governo para o envio dos observadores. É natural. O Governo de sua majestade o rei José Eduardo dos Santos temia que,…

Leia mais