CHULAR O POVO E QUERER QUE ELE AGRADEÇA

O director do departamento africano do Fundo Monetário Internacional (FMI), Abebe Aemro Selassie,  disse hoje que é preciso “dar crédito a Angola” por ter continuado a implementar as reformas apesar das dificuldades, e acrescentou que brevemente os esforços darão frutos. Para os angolanos só é preciso continuar a fazer o que fazem há 46 anos… esperar. “Quando o programa de ajustamento financeiro começou, em 2018, ninguém antecipava a pandemia e as terríveis consequências que teria, mas em termos das reformas de que o país precisava, Angola merece muito crédito por…

Leia mais

EXONERADO O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA TAAG

O Presidente angolano, João Lourenço, exonerou hoje o Conselho de Administração da companhia aérea de bandeira, TAAG, fundamentando a decisão com a necessidade de concretizar o plano de restruturação da empresa e os seus objectivos estratégicos. Segundo uma nota da Casa Civil do Presidente da Republica, cessam funções o Presidente do Conselho de Administração, Hélder Preza, o presidente da Comissão Executiva, Rui Carreira, cinco administradores executivos e os não executivos. A nota remete os fundamentos da decisão para o Decreto Presidencial nº 186/20, de 17 de Julho, que adequou o…

Leia mais

E o pior de todos é… Angola

Todos os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) vão voltar a ver as suas economias crescer este ano, com excepção de Angola, que continua em recessão, segundo as estimativas do Fundo Monetário Internacional (FMI). De acordo com as Previsões Económicas Mundiais, hoje divulgadas no âmbito dos Encontros Anuais do FMI e do Banco Mundial, que decorrem esta semana, o crescimento negativo de Angola, estimado em 0,7% este ano, é a única contracção nas economias lusófonas, que crescerão, em média, 2,5%, tal como o Folha 8 escreve no artigo «FMI…

Leia mais

FMI piora previsões de crescimento

O Fundo Monetário Internacional (FMI) piorou a previsão de crescimento para Angola, antecipando agora uma recessão de 0,7%, a sexta queda anual consecutiva da riqueza do país, que deverá crescer 2,4% em 2022. Deverá. Ou será mais uma forma de azucrinar os peritos económicos (quatro ministros nos quatro anos de governo de João Lourenço)? De acordo com as Previsões Económicas Mundiais, hoje divulgadas no âmbito dos Encontros Anuais do FMI e do Banco Mundial, que decorrem esta semana, o segundo maior produtor de petróleo na África subsaariana vai registar o…

Leia mais

Tirando o que está mal… tudo está bem

A economia de Angola terá registado um crescimento de 1,2% no segundo trimestre deste ano face ao período homólogo de 2021, mas teve uma queda de 2,4% face aos primeiros três meses do ano, segundo dados oficiais. Bem que INE poderia omitir qualquer comparação homóloga… De acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), a economia de Angola registou uma expansão de 1,2% de Abril a Junho deste ano, o que representa o maior crescimento desde o primeiro trimestre de 2019, ainda antes da pandemia de Covid-19, quando…

Leia mais

“Pandora Papers”? Angola, é claro, tem lugar cativo

No âmbito do chamado “Pandora Papers”, a leitura feita pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação identifica três políticos portugueses com “segredos financeiros”, políticos que o semanário Expresso diz serem Manuel Pinho, Nuno Morais Sarmento e Vitalino Canas. São igualmente identificados outros 19 políticos lusófonos, nove em Angola, nove no Brasil e um em Moçambique. A nova análise do consórcio (ICIJ, na sigla em inglês), chamada “Pandora Papers”, põe na praça pública os “segredos financeiros” de 35 líderes mundiais (actuais e antigos) e de mais de 330 políticos e funcionários…

Leia mais

Cheques, sheiks, xeques e… MPLA

A criação de um mecanismo para o estreitamento da cooperação entre o Ministério da Agricultura e Pescas (MINAGRIP) de Angola e o Ministério do Ambiente e Alterações Climáticas dos Emirados Árabes Unidos (MOCCAE) reflectirá também a possível abertura de uma linha de crédito, garante o órgão oficial do MPLA. Diz o Jornal de Angola que, conforme consta de um relatório disponibilizado pela Embaixada de Angola nos Emirados Árabes Unidos, o financiamento permitirá materializar diversos projectos, mutuamente vantajosos, incluindo a troca de experiências, formação de quadros, transferência de know-how e tecnologia.…

Leia mais

Angola acelera, Portugal trava

O investimento angolano em Portugal era, em Junho deste ano, superior ao português em Angola em 241 milhões de euros, de acordo com dados do Banco de Portugal, divulgados pela AICEP. Amigos, amigos… negócios à parte. Segundo os dados cedidos pela Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), o Investimento Directo Estrangeiro de Angola em Portugal (IDE) ascendia, em Junho deste ano, a 2.214 milhões de euros, face aos 1.973 milhões de euros de Investimento Directo Português no Estrangeiro (IDPE) em território angolano registados no mesmo mês.…

Leia mais

João Lourenço sabe escolhê-los a dedo

O ministro da Indústria e Comércio, Victor Fernandes, não descobriu a pólvora mas descobriu que Angola reúne todas as condições para passar de importador a exportador de frangos em grande escala, com o objectivo de inverter a dependência deste produto fundamental da cesta básica. Disse-o em Julho de 2020. Hoje, o secretário de Estado para o Planeamento, Milton Reis, afirmou que a importação de carne de frango absorveu cerca de 145 milhões de dólares nos primeiros oito meses do ano. João Lourenço sabe escolhê-los a dedo… Abril de 2017. O…

Leia mais

Máfia da madeira. E de quem é a culpa?

Segundo o governador da província do Cuando Cubango, Júlio Bessa, há uma máfia na exploração da madeira, que envolve cidadãos nacionais e de origem asiática. É algo de novo? Não. E o que faz o Governo? Para não variar, olha para o lado e diz que está a preparar um regulamento, e assobia para embalar os matumbos. “De facto está instalada uma máfia na madeira, que está muito ramificada e que passa por nós angolanos e vai terminar em pessoas oriundas da Ásia e não se sente aqui uma vontade…

Leia mais