Não há almoços grátis

Aurelien Mali, o analista principal que segue a economia de Angola na agência de rating Moody’s, considera em declarações à Lusa e, curiosamente, depois de uma reunião (no Dubai, onde reside) com elementos da comitiva privada que acompanhou João Lourenço na visita (também privada) aos Emirados Árabes Unidos, que Angola é o país mais reformista em África e que o esforço de ajustamento orçamental é “louvável”. “Entre a maioria dos países africanos, Angola é provavelmente o país que fez mais reformas estruturais nos últimos cinco anos”, disse Aurelien Mali em…

Leia mais

Se a avó do hipopótamo tivesse rodas seria um helicóptero?

O analista da agência de rating Moody`s que segue Angola disse hoje que a previsão de crescimento foi revista em alta para 2,7%, marcando o fim da recessão dos últimos cinco anos. “Acabámos de rever a nossa previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de Angola para 2,7% este ano”, face aos 1,2% que a Moody`s previa em Setembro do ano passado, disse Aurelien Mali. Previsões para todos os gostos. “A recuperação está sustentada no facto de o preço do petróleo ter estado a subir desde o nível…

Leia mais

Lições “gourmet” para povos famintos

A secretária executiva da Comissão Económica da ONU para África (ECA), Vera Songwe (na foto recebendo a bênção de João Lourenço), defende que os países africanos têm de implementar reformas para potenciarem o benefício da ajuda internacional, nomeadamente na canalização dos recursos para o investimento reprodutor. “Os países africanos têm de implementar reformas, mobilizar recursos internos e garantir uma economia mais digital, para além de assegurar transparência no uso dos recursos, que têm de ir para os investimentos necessários e reprodutores do crescimento”, disse Vera Songwe. Intervindo na abertura da…

Leia mais

Consórcio Quantem vence concurso para a refinaria do Soyo

O Consórcio Quantem foi o vencedor do concurso para a construção da refinaria do Soyo, província do Zaire, anunciou hoje o Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás angolano. Segundo o comunicado do ministério de Diamantino Pedro Azevedo, foram analisadas oito propostas tendo sido o consórcio Quantem o primeiro classificado, com uma pontuação de 31.5 pontos, seguido dos consórcios CMEC (30.9), Gemcorp (29.9) e Satarem (27.4). O Quantem é constituído pelas empresas americanas TGT, Quantem, Aurum&Sharp e pela empresa de direito angolana Atis-Nebest, segundo um documento do ministério. A Atis-Nebest…

Leia mais

África é sinónimo de devedor

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) estimou hoje que o rácio da dívida face ao Produto Interno Bruto das nações africanas vai atingir os 75% este ano, argumentando que o financiamento deve ser direccionado para os projectos mais produtivos. “Uma das principais recomendações para a sustentabilidade da dívida é o fortalecimento da ligação entre o financiamento da dívida e o crescimento dos lucros, principalmente através da garantia de que a dívida é usada para financiar os projectos mais produtivos, aqueles que geram retorno suficiente para pagar a dívida no futuro”,…

Leia mais

Mandioca ao poder, já!

O Governo angolano escolheu o polo de Cacuso, na província de Malanje, para lançar o processo de industrialização da mandioca, com foco na produção de amido. A informação foi hoje avançada pelo ministro da Indústria e Comércio de Angola, Victor Fernandes, à margem de um ‘webinar’ sobre “As Oportunidades e desafios na Cadeia de Valor da Mandioca em Angola”, que contou com participação de especialistas nacionais, do Brasil, da Argentina e da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). Victor Fernandes referiu que há cerca de um ano…

Leia mais

Angola vai? Vai. Onde? Isso interessa?

A empresa norte-americana Sun Africa, especializada em energia, vai lançar na quinta-feira a construção de um megaprojecto fotovoltaico e de baterias em Angola, que produzirá 370 megawatts (MWp) em sete centrais. O início do megaprojecto, orçamentado em 524 milhões de euros e que a empresa prevê que esteja terminado no terceiro trimestre de 2022, será marcado com o lançamento da pedra fundamental em Biópio, na província de Benguela (a tão desejada Califórnia do MPLA), que acolherá o maior dos projectos. A central de produção de Biópio terá uma capacidade de…

Leia mais

A pólvora “made in” FMI

O director do departamento africano do Fundo Monetário Internacional (FMI), Abebe Aemro Selassie, considera, em declarações à Lusa, que os investidores globais têm de olhar para África porque o continente terá um papel cada vez mais preponderante. Não descobriu a pólvora, mas anda lá perto, eventualmente repristinando o que pensavam os colonizadores de há séculos. “África vai ter um papel cada vez mais importante, e é por isso que o investidor privado tem de ter atenção, senão perde o próximo barco do crescimento”, disse Abebe Selassie, quando questionado se o…

Leia mais

Majestático crude(líssimo)

A consultora Fitch Solutions considera que a produção de petróleo em Angola pode cair quase 20% até final da década, para 1 milhão de barris diários, se não forem feitos novos investimentos no sector petrolífero. É claro que esta análise não passou pelo crivo prévio do Bureau Político do partido de João Lourenço, como mandam as regras de qualquer democracia séria, dirá o MPLA. “Antevemos que a produção de petróleo em Angola decline a longo prazo, com a produção de petróleo, gás natural liquefeito e outros líquidos a contrair-se, em…

Leia mais

Maior liberdade de imprensa contra a corrupção

O especialista da Organização das Nações Unidas (ONU) em integridade financeira e antigo primeiro-ministro do Níger, Ibrahim Mayaki (foto), considerou hoje que uma maior liberdade de imprensa pode combater fluxos financeiros ilícitos em Angola e Moçambique. Por alguma razão o MPLA não gosta, por exemplo, do Folha 8. O co-presidente do painel de alto nível sobre responsabilidade financeira internacional, transparência e integridade (FACTI) da ONU, Ibrahim Mayaki, defendeu hoje que a sociedade civil e a imprensa livre têm papéis “extremamente importantes” para que a verdade não seja escondida ou encoberta.…

Leia mais