DE MONARCA PARA MONARCA, MAIS FIADO

A Arábia Saudita vai financiar com 110 milhões de dólares (cerca de 100 milhões de euros) a construção da cidade industrial da Catumbela, província de Benguela, litoral sul de Angola, adiantou hoje o enviado especial do rei daquele país árabe. hmed Bin Abbulazizi Kattan (foto), conselheiro do Tribunal Real da Arábia Saudita, foi hoje recebido em audiência pelo Presidente de Angola, João Lourenço, avançando à imprensa, no final do encontro, que “o Governo da Arábia Saudita tomou a decisão de conceder o empréstimo de 110 milhões de dólares ao Governo…

Leia mais

RACISMO E COMPLEXO DE INFERIORIDADE CONTRA OS PORTUGUESES

O (relativo) Presidente de Angola (não nominalmente eleito) elogiou a “sabedoria e visão” dos líderes fundadores dos Emirados Árabes Unidos, que souberam “investir de forma correcta” as receitas do petróleo, fazendo do deserto “um país moderno e desenvolvido que atrai investidores e turistas”. E João Lourenço sabe do que fala. Nos últimos 46 anos, o MPLA também “investiu de forma correcta” e conseguiu produzir areia no deserto. João Lourenço, que realiza uma visita oficial aos Emirados Árabes Unidos, discursou no Dia Nacional de Angola na Expo Dubai 2020, felicitando as…

Leia mais

MAIS DO MESMO… COMO SEMPRE

O Presidente angolano, João Lourenço, chegou hoje a Abou Dhabi, Emirados Árabes Unidos, para uma visita oficial na qual se prevê a assinatura de vários memorandos de entendimento, entre os quais a supressão de vistos. É mais um capítulo do livro “Mais do mesmo, seis por meia dúzia”. De acordo com uma nota da Casa Civil do Presidente da República, o chefe de Estado vai ter encontros ao mais alto nível com o príncipe herdeiro dos Emirados Árabes Unidos, o xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum, e altas entidades do…

Leia mais

Cheques, sheiks, xeques e… MPLA

A criação de um mecanismo para o estreitamento da cooperação entre o Ministério da Agricultura e Pescas (MINAGRIP) de Angola e o Ministério do Ambiente e Alterações Climáticas dos Emirados Árabes Unidos (MOCCAE) reflectirá também a possível abertura de uma linha de crédito, garante o órgão oficial do MPLA. Diz o Jornal de Angola que, conforme consta de um relatório disponibilizado pela Embaixada de Angola nos Emirados Árabes Unidos, o financiamento permitirá materializar diversos projectos, mutuamente vantajosos, incluindo a troca de experiências, formação de quadros, transferência de know-how e tecnologia.…

Leia mais

Acordos das arábias e aladinos do MPLA

Os investidores dos Emirados Árabes Unidos e angolanos têm condições favoráveis para investirem reciprocamente nos dois países em vários sectores, com a recente aprovação pelo Conselho de Ministros, do Acordo de Promoção e Protecção Recíproca de Investimentos entre os dois, assinado – registe-se – em 5 de Abril de… 2017. Com a aprovação do acordo, os investimentos estrangeiros nos dois países estarão protegidos de eventuais riscos e os governos angolano e dos Emirados Árabes Unidos encorajam os empresários dos dois Estados a investir, com a garantia de que o investimentos…

Leia mais

Os “cheques” do sheik

A possibilidade de um investimento árabe, mais um, no ramo da hotelaria, na província de Luanda, foi abordada, nesta quarta-feira, entre a governadora, Joana Lina, e o Sheik Ahmed Dalmook Al Maktoum, dos Emirados Árabes Unidos (EAU). Em 19 de Setembro de 2019, Angola e os EAU assinaram, em Luanda, dois memorandos de entendimento no domínio da agricultura, para potenciar o cultivo do milho e soja, bem como a criação de aves. Com a ajuda do Sheik Ahmed Dalmook Al Maktoum, o Governo do MPLA teima em vender-nos mandioca por…

Leia mais

Árabes transformam mandioca em lagosta?

Angola e os Emirados Árabes Unidos (EAU) assinaram hoje, em Luanda, dois memorandos de entendimento no domínio da agricultura, para potenciar o cultivo do milho e soja, bem como a criação de aves. O Governo do MPLA teima em vender-nos mandioca por lagosta como se fossemos todos aquilo que eles acreditam que somos: matumbos. O primeiro memorando tem como foco a criação de uma fábrica de produção de equipamentos de mecanização agrícola, a ser instalada na Zona Especial Económica, (ZEE) no município de Viana, província de Luanda. O segundo visa…

Leia mais

Chineses, japoneses, árabes
e todos os que derem fiado

O Presidente da República viaja sábado para o Qatar, em visita de estado de dois dias. Como exemplo da nossa rejuvenescida democracia, do cada vez mais sólido Estado de Direito e, também, da florescente política de reconciliação nacional, João Lourenço é acompanhado pelo presidente do MPLA e pelo Titular do Poder Executivo… D omingo de manhã, João Lourenço vai encontrar-se com o emir do Qatar, o sheik Tamim Bin Hamad Al-Thani, encabeçando ambos as respectivas delegações às conversações que terminarão com a assinatura de acordos em vários domínios de cooperação.…

Leia mais

Livro de leitura obrigatória

Da minha juventude em Luanda lembro-me de conversas à volta da mesa com os meus amigos, conversas essas entremeadas de discussões de índole política, da independência de Angola que sabíamos ser inevitável, embora as opiniões quanto ao modus operandi de tal processo fossem muito discutidas (antes do 25 de Abril de 1974), de “faits-diverts” e de narrações mais ou menos épicas de familiares de alguns deles que tinham, décadas atrás, calcorreado Angola a comerciar. Por Carlos Pinho (*) Uma das histórias recorrentes era sobre o ódio que o homem negro…

Leia mais

Será desta que a TAAG deixa
a crise aparcada em terra?

O ministro angolano dos Transportes, Ricardo de Abreu, disse hoje que a privatização parcial da companhia aérea de Angola TAAG estará concluída ainda este ano e assegurou que as ligações aéreas com Cabo Verde serão retomadas em Abril. Em declarações à Lusa, à margem do lançamento da extensão da “Operação Transparência para a Costa Atlântica de Angola”, Ricardo de Abreu admitiu, por outro lado, que a renovação da frota da companhia aérea de bandeira prevê a aquisição de aviões Boeing 737 MAX8, mas que espera que, até 2022 ou 2023,…

Leia mais