O negócio dos vistos

As juras de amor eterno entre Portugal e Angola parecem aquelas histórias camilianas de amores, desamores, graças e desgraças, que tantas lágrimas fizeram correr no passado. Hoje em dia, presume-se que sejamos mais cínicos, e salvo as beijocas, selfies e afectos do Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, que dão sempre muitas reportagens ao vivo nos telejornais, pouco sumo fica de tais juras. É evidente que um dia virá em que, ou a haverá um visto lusófono, ou deixarão de existir no espaço lusófono vistos turísticos. Convenhamos…

Leia mais

Turismo em Angola? Um
dia… talvez. Está “visto”

Isto ultimamente tem sido cá um corrupio na imprensa angolana. Primeiro foi a facilitação dos vistos, depois inúmeras notícias a falar da necessidade de se implementar uma melhor indústria hoteleira em Angola. Agora são as pancadinhas na bola de Sua Excelência o Senhor Presidente da República num campo de golf, lá para as bandas de Luanda. Por Carlos Pinho (*) Porém o turismo em Angola não avança com pancadinhas na bola. Aliás, nem mesmo com umas pancadas valentes nas cabeças pensantes de muitos artistas que pululam pelo país afora. A…

Leia mais

Parceria estratégica entre Cabo Verde e Angola

O primeiro-ministro cabo-verdiano, José Ulisses Correia e Silva, perspectivou hoje um novo ciclo nas relações entre Angola e Cabo Verde, que passam a estar nível de uma parceria estratégica. O governante falava aos jornalistas, no aeroporto internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, no final de uma visita oficial a Angola que iniciou no sábado e que envolveu, na segunda-feira, conversações oficiais entre os dois governos, no palácio presidencial. “Faço um balanço muito positivo. Nós tínhamos a intenção de elevar o nosso nível de relações com Angola, colocando-o ao nível de…

Leia mais

Entre um néscio do MPLA
e um génio sem filiação…

O ministro do Interior de Angola defendeu hoje, em Luanda, maior exigência no perfil técnico-profissional de estrangeiros a serem contratados, para evitar a emissão de vistos de trabalho nas especialidades em que há técnicos nacionais capazes. Pena é que a mesma exigência não seja feita em relação às “contratações” internas, a começar pelas dos próprios ministros. Ângelo Veiga Tavares discursava na abertura de uma reunião metodológica sobre a Aplicação Uniforme dos Acordos de Supressão de Vistos em Passaportes Ordinários, que contou ainda com a presença dos ministros das Relações Exteriores,…

Leia mais

Queremos tudo e para ontem…

O ministro do Interior angolano, Ângelo Veiga Tavares, defendeu hoje a implementação urgente do sistema avançado de identificação de passageiros, quando Angola começa a implementar acordos com a África do Sul e Moçambique para isenção de vistos em passaportes ordinários. A posição foi assumida por Ângelo Veiga Tavares no seu discurso de abertura do XVI Conselho Consultivo Alargado do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME), que se realiza precisamente no dia em que começa a vigorar o regime de isenção recíproca de vistos para os cidadãos sul-africanos e moçambicanos. O…

Leia mais

Zuma apoia Lourenço e… elogia Eduardo dos Santos

O Presidente sul-africano, Jacob Zuma, apontou hoje a necessidade de explorar “ainda mais” oportunidades recíprocas com Angola, em áreas como a agricultura, minas, obras públicas, energia e turismo, incentivando o investimento privado entre os dois países. O chefe de Estado sul-africano falava em Pretória, no discurso de abertura das conversações entre as delegações da África do Sul e de Angola, no âmbito da visita de Estado que o Presidente angolano, João Lourenço, está a realizar ao país, a primeira desde que assumiu o poder, em Setembro, deslocação que Zuma descreveu…

Leia mais

Visita (de Estado) à África do Sul

O Presidente João Lourenço inicia na quinta-feira uma visita de Estado à África do sul, para reforço de cooperação bilateral, informou, entretanto, a Presidência da República sul-africana. Entretanto os cidadãos angolanos portadores de passaportes ordinários deixam de estar obrigados à emissão de visto prévio para entrar no país a partir de 1 de Dezembro. A visita oficial vai decorrer durante dois dias, entre 23 e 24 de Novembro, e está prevista a assinatura de um acordo recíproco para supressão de vistos em passaportes ordinários, à semelhança do entendimento assinado na…

Leia mais

FLEC-FAC acusa Embaixada de Portugal em Luanda

Em comunicado, a Presidência da FLEC-FAC “denuncia junto da comunidade internacional e ONG’s de defesa dos direitos humanos, a política de discriminação e de recusa sistemática de vistos contra os cidadãos do território de Cabinda, que está sendo levada a cabo pela Embaixada de Portugal em Luanda”. “N a verdade, a Direcção da FLEC–FAC tem vindo a receber há meses várias mensagens de cidadãos de Cabinda, que apresentam e cumprem todos requisitos de solicitações de vistos, e que infelizmente recebem sistematicamente as rejeições dos seus pedidos, sem qualquer explicação fundamentada,…

Leia mais

Luanda e Paris facilitam vistos

Os governos de Angola e de França vão implementar um acordo para simplificação e facilitação da emissão de vistos em passaportes para profissionais e estagiários, entre os dois países. É o resultado de um acordo assinado entre os dois governos a 18 de Dezembro de 2014 e só este mês foi publicado por Angola. Segundo o acordo o objectivo é contribuir “para o crescente desenvolvimento” dos negócios bilaterais e para o intercâmbio académico, cultural, científico e tecnológico. O acordo tem como objecto a “simplificação e facilitação dos procedimentos administrativos aplicáveis…

Leia mais

Entrem. O país é vosso!

Entrem. O país é vosso! - Folha 8

A isenção mútua de vistos entre Angola e China, abrangendo passaportes de serviço e diplomáticos, entrou hoje formalmente em vigor, segundo anúncio feito Governo angolano, que já tinha ratificado o acordo a 22 de Agosto. E ste acordo é justificado no decreto presidencial angolano que o autorizou, com a “necessidade de se consolidar, cada vez mais, as relações de amizade e de cooperação” entre os dois governos. O entendimento, acrescenta o documento, aplica-se aos cidadãos dos dois países portadores de passaportes diplomáticos ou de serviço válidos, e respectivas famílias, que…

Leia mais