Mais do mesmo na cesta básica das promessas

De acordo com o órgão oficial do MPLA (Jornal de Angola – JA) a ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, defende, no município do Nzeto, Zaire, a requalificação de todos os monumentos e sítios que constituem o centro histórico de Mbanza Kongo, para conferir ao local uma imagem mais atractiva. Carolina Cerqueira, diz o JA, que falava após encontro com o representante da Corte Real do antigo Reino do Kongo, Afonso Mendes, sublinhou que Mbanza Kongo, enquanto Património Mundial da Humanidade, precisa de ser requalificado para que…

Leia mais

Está na hora, Adalberto!

Adalberto da Costa Júnior, no primeiro encontro enquanto líder da UNITA com o Presidente angolano, João Lourenço, pediu a devolução do património do seu partido, “nunca cumprida”, e que estava prevista nos acordos de paz (rendição). “Foi uma boa conversa, uma conversa aberta a que esperamos dar continuidade futura no sentido de criarmos confiança e diálogo, mesmo quando possa haver leituras divergentes, para que tenhamos oportunidade de encontrar momentos de aproximação”, disse Adalberto da Costa Júnior, após a longa audiência de cerca de hora e meia na Cidade Alta, em…

Leia mais

Nanismo estadístico

O Presidente da República enalteceu o facto de Angola subir 15 pontos, em três anos, no ranking da liberdade de imprensa, como refere a organização Repórteres Sem Fronteiras. É obra. E com a Palanca TV e TV Zimbo a dar uma ajuda, vamos subir, em breve, aí uns 100 lugares. O Folha 8 dá o seu contributo repescando a promessa de João Lourenço de passar a divulgar, até 2020 (terá sido 2050?), o património dos titulares de cargos públicos. Também poderíamos voltar a falar do facto de em Angola (país…

Leia mais

A chulice como património da CPLP

O vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, Olavo Correia, defendeu hoje que os países mais desenvolvidos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) devem ser solidários e ajudar os que têm mais dificuldades. Se, como exemplo, Angola não consegue (ou não quer) ajudar os seus próprios cidadãos (20 milhões de pobres), irá ajudar os de outros países? Por Orlando Castro (*) “N o âmbito da CPLP, desejo que sejamos solidários, que os países mais desenvolvidos e com mais capacidades ao nível da CPLP possam colocar à disposição dos outros um conjunto…

Leia mais

Deus e o Diabo são uma só “pessoa”?

Imaginemos (segundo a ERCA imaginar ainda não é crime mas talvez possa estar perto de ser um acto “repugnante”) que o Estado angolano é uma entidade de bem. Assim sendo, acreditamos no Procurador-Geral da República (mesmo sendo um general do MPLA), Hélder Pitta Gróz, quando afirmou, em Janeiro de 2018, que o Presidente João Lourenço tinha sido o primeiro a apresentar a sua declaração de bens, estava a falar verdade. A Declaração de Bens é (ou deveria ser) apresentada em envelope fechado e lacrado, até 30 dias após a tomada…

Leia mais

Bens de Carlos São Vicente engordam pecúlio do Estado

A Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana ordenou a apreensão de vários edifícios do grupo AAA, pertencente ao empresário Carlos São Vicente, genro de Agostinho Neto, que está a ser investigado na Suíça, por suspeitas de peculato e branqueamento de capitais. A Fundação António Agostinho Neto irá mover um processo-crime contra a PGR (eventualmente pedindo o seu fecho) e apresentar queixa à ERCA? Segundo um comunicado do Serviço Nacional de Recuperação de Activos da PGR foram apreendidos os edifícios AAA, os hotéis IU e IKA, localizados em todo o território nacional…

Leia mais

Rajadas no alvo… chinês

A Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana anunciou a apreensão de mais de mil imóveis inacabados, bem como edifícios e estaleiros construídos com fundos públicos que se encontravam na posse do China International Fund. Enquanto decorre o processo-crime, no âmbito da recuperação de activos do Estado angolano, os imóveis que se encontravam na posse do China International Fund, Limited (CIF Hong Kong) e China International Fund, Limitada (CIF Angola) terão como fiel depositário o Ministério do Ordenamento do Território e Habitação. A lista de bens apreendidos a pedido do Serviço Nacional…

Leia mais

Parasitas enquanto Património colonial

O partido português Livre, através da sua ex-deputada (agora chamada de “deputada não inscrita”), Joacine Katar Moreira, quis, quer, queria, quererá, que todo o património das ex-colónias, presente em território português, possa ser restituído aos países de origem de forma a “descolonizar” museus e monumentos estatais. Não fosse a Assembleia da República portuguesa ser um antro de parasitas que se sustentam, e bem, à custa do erário público, e os deputados saberiam que existe uma “coisa” chamada Comissão de Património Cultural da CPLP onde têm assento todos os países de…

Leia mais

MPLA deve devolver o que roubou à UNITA e ao Povo!

O presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, destacou hoje o clima de abertura que marcou o seu primeiro encontro enquanto líder partidário com o Presidente angolano e líder do MPLA (partido no governo desde 1975), João Lourenço, a quem pediu mais empenho na devolução do património do seu partido. “Foi uma boa conversa, uma conversa aberta a que esperamos dar continuidade futura no sentido de criarmos confiança e diálogo, mesmo quando possa haver leituras divergentes, para que tenhamos oportunidade de encontrar momentos de aproximação”, disse Adalberto da Costa Júnior,…

Leia mais

Oposição tem memória?

Estávamos no início de 2012. A UNITA, através de Adalberto da Costa Júnior, afirmou ao Folha 8 não haver nenhum pacto secreto com o MPLA. Nessa altura ficámos com a ideia de que apenas se registara um fenómeno africano: a mangueira deu loengos. As dúvidas estavam patentes no processo de devolução do património da UNITA, confiscado pelo governo durante o conflito armado e que constam, entre outras cláusulas, da rendição do Galo Negro, também chamada de Acordos de paz entre as partes. O calibre dos negociadores de um pacote de…

Leia mais