Sarna, raiva, malária, são eterno património do MPLA

No Cunene, 416 casos de escabiose, doença conhecida popularmente por sarna, foram registados de Janeiro a Julho deste ano, o que representa 199 casos a mais em relação ao igual período anterior. Por outro lado, as autoridades sanitárias no município de Nharêa, no Bié, registaram, desde o passado mês de Junho, 12 casos de munícipes mordidos por cães raivosos, dos quais três terminaram em óbitos. A informação sobre a sarna foi avançada pelo chefe do Departamento de Saúde Pública e Controlo de Epidemias do Cunene, Félix Belarmino, referindo que o…

Leia mais

Malária ajuda o turismo?

Angola, este reino que ainda agora recebeu o Fórum Mundial do Turismo e que já garantiu para 2020 o mesmo evento, registou já 1.025 óbitos por malária, de Janeiro a Maio de 2019, entre os 1.168.813 casos confirmados e 77 óbitos por sarampo, particularmente, na província da Lunda Sul, segundo o Ministério da Saúde. A malária é a principal causa de mortes em Angola (o tal reino que, segundo o presidente do Fórum Mundial do Turismo, Bulut Bagc, em termos de turismo é “virgem” e que isso a torna um…

Leia mais

Lepra? Claro que sim!

As autoridades sanitárias angolanas registaram 180 casos de lepra no primeiro semestre deste ano só na província do Cuanza Sul, mais 28 do que em idêntico período de 2017. Tudo normal, não é Senhor Presidente João Lourenço? Dados do departamento local de Saúde Pública e Controlo de Endemias referem que, entre o total de casos, 26 foram curados e 18 abandonaram o tratamento. Segundo o supervisor provincial do Programa de Combate à Lepra, Antero Paulo, as dificuldades financeiras e logísticas têm sido as principais razões que os doentes apresentam para…

Leia mais

Cólera continua a matar

A cólera matou desde Maio seis pessoas em Angola, existindo 12 casos confirmados entre os 86 casos suspeitos registados até hoje, só na província de Luanda, informaram hoje as autoridades sanitárias. O grupo criado por João Lourenço para escrever o “Manual de Comunicação Administrativa e Identidade Visual do Governo”, que visa criar um plano para melhorar a imagem institucional do Executivo, está condenado – pela realidade – a uma missão impossível. Os dados foram hoje avançados à agência Lusa pela directora provincial de Luanda de Saúde, Rosa Bessa, depois de…

Leia mais

Equipa de João Melo lidera grupo de combate à cólera

Diz a Angop que o Ministério da Comunicação Social “vai coordenar a acção da criação de um núcleo, de aproximadamente 150 activistas, que vão efectuar visitas casa a casa, para sensibilizar as famílias residentes nos arredores da lagoa da Kilunda, no âmbito do programa de prevenção e combate à cólera”. Por Orlando Castro OMinistério dirigido por João Melo tem muito pouco para fazer na sua área? Parece que sim. Um dia destes vamos ver o Ministério da Saúde “a coordenar a acção da criação de um núcleo” para tratar da…

Leia mais

Cólera? É claro que… sim!

O surto de cólera que a província de Luanda enfrenta, com cinco mortos de pelo menos 20 casos, está controlada, declararam hoje as autoridades sanitárias angolanas, mas apelando ao reforço das medidas de vigilância epidemiológicas. Para abordar o assunto, a Comissão Provincial de Luanda para o combate e prevenção da cólera e malária reuniu-se hoje, tendo avaliado a situação da doença e o Plano de Emergência, que engloba os mecanismos de actuação para prevenir os focos da doença na capital angolana. A comissão, considerando que a actividade de descarga, compra…

Leia mais

“Mota-Engil” ou “Aedes aegypti”

A primeira sessão ordinária da Comissão para a Política Social do Conselho de Ministros estabeleceu hoje orientações que visam buscas activas para o combate e controlo da cólera e do vírus Zika em todo país. Afinal, seja a culpa dos colonialistas portugueses (apesar de já cá não estarem há 41 anos) ou da Mota-Engil (como afirmou o Jornal de Angola), o regime continua a confundir a obra-prima do mestre com a prima do mestre de obras. De acordo com o comunicado final do encontro, entre as medidas consta aquilo que…

Leia mais

Cólera? É claro que… sim!

O Ministério da Saúde de Angola vai enviar médicos e medicamentos para travar a propagação do surto de cólera, que já afectou 106 pessoas e matou seis, na província do Zaire. Confirma-se a notícia avançada pelo Folha 8 no dia 19 de Dezembro do ano passado. Este surto de cólera afecta as ilhas Kirusso, Mbubu, Nvindi, Kimpula e Libi, no Soyo, devido às deficientes condições de higiene, água e saneamento básico, uma situação conhecida há muito tempo mas cuja resolução tem sido – tal como noutras localidades do país –…

Leia mais

Cólera, Zika… Mota-Engil

As autoridades de saúde angolanas registaram nas últimas semanas pelo menos dois casos de infecção com o vírus Zika, passando o país a estar em vigilância epidemiológica. Por outro lado, um surto de cólera no município do Soyo, província do Zaire, provocou desde Dezembro 92 casos suspeitos e cinco mortos. E assim vai o reino. De acordo com fonte da Direcção Nacional de Saúde Pública, o primeiro caso de infecção com o Zika registou-se com um cidadão francês, que apresentou os primeiros sintomas no final de 2016. “O Governo francês…

Leia mais