MPLA VAI PRENDER A CHUVA POR SER ARRUACEIRA

O aumento do nível de água em bacias de retenção, a progressão de ravinas em alguns municípios, habitações inundadas e ruas alagadas e intransitáveis são para já as consequências da intensa chuva que caiu hoje em Luanda. O MPLA vai acusar a chuva de ser arruaceira… Segundo o porta-voz do comando provincial de Luanda do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Faustino Minguês, os municípios mais afectados pelas chuvas que começaram na madrugada e terminaram às primeiras horas do dia foram Viana, Cacuaco, Luanda, Kilamba Kiaxi e Talatona. As autoridades…

Leia mais

Até tu, chuva?

O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (Inamet) de Angola anunciou que prevê chuva abaixo do normal nas províncias do norte e litoral e chuva acima do normal no sudeste de Angola no último trimestre deste ano. Ou seja, como em tudo no país, nada é… normal. Ou é abaixo ou é acima. A projecção da época chuvosa para o período de Outubro, Novembro e Dezembro de 2021 e Janeiro, Fevereiro e Março de 2022 em todo o território angolano foi hoje tornada pública. Segundo o Inamet, entre Outubro e…

Leia mais

Está difícil viver sem… comer!

Cerca de 562 mil angolanos enfrentaram em 2020 situações de crise ou emergência alimentar, indica um relatório publicado hoje, com previsões de “riscos significativos” para a população e considerando as condições climáticas extremas como principais causas. O relatório em causa foi apresentado hoje na ONU e foi realizado pela Rede Global Contra as Crises Alimentares (GNAFC, na sigla em inglês), uma aliança da ONU com a União Europeia e agências governamentais e não-governamentais. Em Angola, entre Outubro de 2019 e Fevereiro de 2020, cerca de 562 mil pessoas encontravam-se em…

Leia mais

De há 58 anos a esta parte só piorou. E de que maneira

Quando nestes últimos dois dias vi com horror imagens das cheias de Luanda, vieram-me à memória tempos da minha infância. Mais precisamente memórias do dia 20 de Abril de 1963, quando caiu sobre Luanda uma enorme tempestade tropical bem típica dos meses de Março e Abril, naquela região do globo. Por Carlos Pinho (*) Durante toda a madrugada e parte da manhã a trovoada e a chuva intensa não deram descanso aos luandenses. As crianças e mulheres choravam e rezavam, impotentes perante tamanha manifestação do poder da natureza perante a…

Leia mais

Culpados da chuva escapam desde… 1576

Os luandenses enfrentam hoje as consequências das oito horas de intensa chuva que caiu na segunda-feira, deixando um rasto de destruição, com mortes, casas submersas, ruas alagadas e amontoados de lixo na icónica baía da capital angolana. Culpados? Os que escapam desde 1576 e não, obviamente, o MPLA que só está no Poder nos últimos… 45 anos. No interior dos bairros periféricos de Luanda, a paisagem transformou-se em intermináveis lagoas, dificultando a mobilidade de viaturas e cidadãos. Crianças e adultos não têm, por vezes, outra alternativa senão atravessá-las. Munícipes da…

Leia mais

Culpados escapam desde 1576…

Chuvas torrenciais provocaram inundações, queda de árvores e de casas, congestionamentos e deixaram ruas intransitáveis em Luanda, onde uma zungueira morreu electrocutada e duas crianças estão desaparecidas. Culpados? Os mesmos dos últimos 500 anos. Faustino Miguéns, porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros de Luanda, citado pela TPA, revelou que a chuva ininterrupta afectou 80% da cidade e que além da morte de uma pessoa, duas crianças estão dadas como desaparecidas no distrito urbano do Nova Vida. No distrito urbano da Samba, a estrada principal ficou intransitável com extensos…

Leia mais

… E o Povo só morre!

O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) de Angola alertou para o risco de ocorrências, esta semana, de chuvas intensas com descargas eléctricas, fenómeno que já provocou 11 mortes nos últimos 30 dias. E o Povo morre. Só morre. De fome, de doenças, devida à seca ou às chuvas ou às descargas eléctricas… O alerta foi dado para as autoridades e população das províncias da Lunda Norte, Lunda Sul, Huambo, Bié, Huíla, Moxico, Cunene e Cuando Cubango, no sentido de tomarem medidas de precaução e segurança. O boletim meteorológico…

Leia mais

O clima(ctério) do MPLA

O ministro angolano das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, disse hoje que é necessário realizar mais estudos sobre o clima para permitir aos decisores tomar as medidas certas na altura certa. Pois é. Nesse âmbito insere-se também o lançamento de satélites de teledetecção remota no âmbito do programa de Estratégia Espacial até 2025 que teve como paradigma o lançamento do satélite “marimbondo” AngoSat-1. O ministro “telstariano”, que falava na abertura do 23.º Fórum Regional de Previsão Climática para a África Austral, que se realizou pela primeira…

Leia mais

Luanda “lidera” programa “Água para todos”

O título do sempre bem informado Jornal de Angola diz tudo: “Alguns bairros de Luanda voltam a receber chuva”. Haja Deus! Já não era sem tempo. Receber é preciso… nem que seja chuva! Ou, pelo contrário, seria melhor que a chuva deixasse Luanda em paz e rumasse para o Sul? Seja como for, o Governo prometeu implementar, e está a cumprir, o programa “Água para todos”. Embora tenha sido um programa de José Eduardo dos Santos, é de acreditar que com João Lourenço agora é que vai ser. O programa…

Leia mais

A chuva esteja convosco
– Ela está no meio de nós!

Sacos de areia à porta e moto-bombas marcam, por estes dias, a realidade dos fiéis da Igreja da Nossa Senhora do Cabo, na ilha de Luanda, uma das mais antigas igrejas da capital angolana, constantemente inundada devido às chuvas. A realidade daquela igreja, que conta pelo menos 350 anos, agrava-se a cada ano desde a construção de um muro na base naval que existe nas imediações e que provoca o surgimento de uma bacia de água na via pública sempre que chove. Após três grandes chuvadas, com fortes enxurradas, em…

Leia mais